Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

É possível engravidar amamentando? (e outras dúvidas comuns)

É possível engravidar enquanto está amamentando, e por isso é recomendado voltar o uso da pílula anticoncepcional 15 dias após o parto. Não utilizar nenhum método contraceptivo na amamentação não é muito seguro, pois existem dados de que cerca de 2 a 15% das mulheres engravidam dessa forma.

Supostamente, durante a amamentação exclusiva, que acontece em livre demanda, ou seja, sempre que bebê desejar, a ovulação está "impedida" pelo estímulo da sucção do leite. Mas para que o método realmente funcione é preciso que o estímulo da sucção feita pelo bebê seja feito com intensidade e com muita frequência. Isso significa que a amamentação deveria ser feita, de dia e de noite, ou seja, sem controlar os horários, o que nem sempre é possível e a eficácia da amamentação como método contraceptivo fica comprometida, sendo desaconselhada.

Saiba quais são os métodos contraceptivos que pode escolher depois do parto. 

É possível engravidar amamentando? (e outras dúvidas comuns)

Outras dúvidas comuns da amamentação 

Amamentar durante a Gravidez faz mal?

Não. É possível manter a amamentação de uma criança mais velha enquanto está grávida novamente, sem nenhuma contraindicação. No entanto não é indicado que a mulher possa amamentar outra criança que não seja seu filho do próprio ventre.

Engravidar amamentando diminui o leite?

Não. Não existe nenhuma comprovação de que se a mulher engravidar enquanto amamenta uma criança mais velha seu leite diminua, no entanto, se ela ficar mais cansada ou emocionalmente desgastada, isso pode levar a uma diminuição do leite materno, principalmente se ela não ingerir líquidos ou descansar o suficiente. 

Engravidar amamentando aumenta o leite? 

Não. O simples fato da mulher estar grávida novamente não vai aumentar a produção de leite, mas se a mulher ingerir mais água e descansar o suficiente pode haver um aumento da produção. Assim, se a mulher se sentir mais sonolenta, o que é comum no início da gravidez, e conseguir descansar, poderá se notar um aumento do leite materno, mas não necessariamente ao fato dela estar grávida novamente. 

É possível engravidar amamentando e tomando anticoncepcional ao mesmo tempo? 

Sim. Desde que a mulher não tenha tomado o anticoncepcional corretamente existe o risco de engravidar enquanto amamenta. Basta esquecer de tomar a pílula no horário certo para diminuir a sua eficácia, e como as pílulas próprias para quem amamenta (Cerazette, Nactali) tem um tempo de tolerância menor, de apenas 3 horas, é comum que o esquecimento de tomar a pílula na hora certa possa levar a uma nova gestação. Outras situações que diminuem a eficácia da pílula aqui.

A amamentação prejudica o bebê que está se formando?

Não. Durante a amamentação é liberada oxitocina na corrente sanguínea da mulher, o mesmo hormônio, que provoca contrações uterinas que dão origem ao parto. No entanto, quando a mulher amamenta a oxitocina liberada no sangue, não consegue atuar sobre o útero, e por isso ele não se contrai, não sendo prejudicial ao novo bebê que está se formando. 

É possível amamentar 2 bebês com idades diferentes?

Sim. Não existe uma contraindicação absoluta para que a mãe não amamente seus 2 filhos aos mesmo tempo, mas isso pode ser muito cansativo para a mãe. Assim, é recomendado desmamar o bebê mais velho, caso ele já tenha completado 2 anos. Confira algumas dicas que podem ajudar o fim da amamentação, sem traumas ou ciúmes

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...