Endolimax nana: o que é, sintomas, transmissão e tratamento

Atualizado em janeiro 2024

Endolimax nana é um protozoário que parasita o cólon do intestino, mas não causa problemas de saúde, no entanto, em alguns casos pode levar ao surgimento de sintomas como cólicas intestinais ou diarreia.

Esse parasita é transmitido através do consumo de água ou alimentos contaminados com cistos do Endolimax nana, e por isso, apesar de não causar sintomas, pode acontecer junto com outras infecções parasitárias, como a amebíase.

Leia também: Amebíase: o que é, sintomas, transmissão e tratamento tuasaude.com/sintomas-de-amebiase

O tratamento do Endolimax nana nem sempre é necessário uma vez que vive no intestino sem causar problemas, no entanto, o gastroenterologista, clínico geral ou pediatra pode indicar o uso de remédios para eliminar outros parasitas, como o metronidazol, por exemplo.

Imagem ilustrativa número 1

Sintomas de Endolimax nana

Os principais sintomas de Endolimax nana são:

  • Cólicas intestinais;
  • Diarreia;
  • Náuseas.

Além disso, o Endolimax nana pode causar urticária ou poliartrite, devido a uma resposta do sistema imunológico que resulta em eosinofilia, que é o aumento de eosinófilos no sangue, que são células que agem contra parasitas. Veja como entender o resultado dos eosinófilos no sangue.

No entanto, os sintomas do Endolimax nana são raros, e por isso, geralmente a infecção é descoberta em exames de fezes de rotina.

Além disso, os sintomas são mais comuns em pessoas com infecção grave ou que apresentem outras infecções parasitárias associadas.

Leia também: 10 sintomas de vermes intestinais tuasaude.com/sintomas-de-vermes

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico do Endolimax nana é feito pelo clínico geral, gastroenterologista ou pediatra através do hemograma e exame parasitológico de fezes. Saiba como é feito o exame parasitológico de fezes.

Marque uma consulta com um gastroenterologista na região mais próxima:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Gastroenterologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Na maioria das vezes, a presença de cistos do Endolimax nana é descoberto nas fezes quando o exame é indicado para o médico identificar a causa de sintomas relacionados a outros parasitas intestinais, como a amebíase.

Como acontece a transmissão

A transmissão do Endolimax nana acontece por via fecal-oral, através do consumo de água ou alimentos contaminados com cistos maduros desse parasita.

Por isso, geralmente, a infecção pelo Endolimax nana é mais comum de acontecer em regiões que não têm saneamento básico adequado, o que favorece o contato dos alimentos e da água com as fezes.

Além disso, objetos ou superfícies contaminados com os cistos de Endolimax nana quando levados à boca ou quando não se lava bem as mãos após o contato com esses objetos também podem transmitir o parasita.

Como é feito o tratamento

O tratamento da infecção pelo Endolimax nana deve ser orientado pelo clínico geral, pediatra ou gastroenterologista, e nem sempre é necessário, uma vez que raramente causa sintomas.

No entanto, como pode estar associado a outras infecções, como a amebíase, o médico pode indicar o tratamento com remédios como o metronidazol, por exemplo. Saiba como usar o metronidazol

Leia também: 10 principais remédios para vermes (e como tomar) tuasaude.com/remedios-para-vermes

Como prevenir

Para prevenir a infecção pelo protozoário Endolimax nana, é recomendado:

  • Lavar bem as mãos com água e sabonete frequentemente, especialmente antes e após ir ao banheiro ou trocar fraldas;
  • Não ingerir carnes cruas, devendo-se cozinhá-las bem antes de consumir;
  • Higienizar bem verduras, legumes e frutas antes de consumir;
  • Evitar tocar objetos e superfícies e levar a mão à boca;
  • Beber água filtrada ou potável.

Caso não seja possível em regiões com poucas condições de saneamento básico, deve-se ferver a água antes de utilizar para beber ou lavar alimentos.

Leia também: Como tornar a água boa para beber (9 métodos caseiros) tuasaude.com/como-tornar-a-agua-boa-para-beber