Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas de amebíase e como é o tratamento

A amebíase é uma doença infecciosa causada pelo parasita Entamoeba histolytica, que pode ser encontrado em água e alimentos contaminados com fezes, e que na maioria dos casos é assintomático. No entanto, quando o sistema imunológico da pessoa encontra-se mais debilitado ou quando há grande quantidade de parasitas, é comum que surjam alguns sintomas gastrointestinais como diarreia, dor abdominal e mal estar geral.

Apesar de ser uma doença facilmente tratada, a amebíase deve ser identificada e tratada assim que surgem os primeiros sintomas, pois assim é possível prevenir a evolução da doença, em que pode haver o comprometimento do fígado ou do pulmão, por exemplo.

Sintomas de amebíase e como é o tratamento

Sintomas de amebíase

A maioria dos casos de amebíase são assintomáticos, isso porque nesses casos há baixa carga parasitária, ou seja, pouca quantidade de parasitas e o sistema imunológico da pessoa funciona bem, de forma que o parasita consegue multiplicar-se no organismo, mas não leva ao aparecimento de sinais ou sintomas.

Quando a carga parasitária é mais elevada ou quando a imunidade está mais comprometida, é possível haver o aparecimento de sintomas indicativos de doença, que é conhecida como amebíase, colite amebiana ou amebíase intestinal sintomática, sendo os principais:

  • Diarreia;
  • Presença de sangue ou muco nas fezes;
  • Dor abdominal;
  • Cólicas;
  • Perda de peso sem causa aparente;
  • Cansaço excessivo;
  • Mal estar geral;
  • Aumento da produção de gases. 

Os sintomas de amebíase costumam aparecer entre 2 e 5 semanas após o consumo de alimentos ou água contaminados por esse parasita e é importante que a doença seja identificada e tratada assim que surgirem os primeiros sinais e sintomas da infecção, isso porque a doença pode progredir e levar ao estágio mais grave da amebíase, que é caracterizada com complicações extraintestinais, recebendo o nome de amebíase extraintestinal sintomática.

Nesse caso, o parasita consegue atravessar a parede intestinal e chegar ao fígado, levando à formação de abscessos, e também ao diafragma, podendo resultar em amebíase pleuropulmonar. Na amebíase extraintestinal sintomática, além dos sintomas comuns da amebíase, pode haver também febre, calafrios, suor excessivo, náusea, vômitos e períodos alternados de diarreia e prisão de ventre.

Saiba mais sobre a infecção pela Entamoeba histolytica.

Como é feito o tratamento

O tratamento para amebíase é determinado pelo médico de acordo com o tipo de infecção que a pessoa apresenta, podendo ser recomendado o uso de Paromomicina, Iodoquinol ou Metronidazol de acordo com a indicação médica. No caso da amebíase extraintestinal, o médico pode recomendar o uso combinado de Metronidazol e Tinidazol.

Além disso, durante o tratamento é importante manter a hidratação, uma vez que é comum haver grande perda de líquidos devido à diarreia e aos vômitos que acontecem na amebíase.

Bibliografia >

  • ZEIBIG, Elizabeth A. Clinical Parasitology. 2 ed. United States of America: Elsevier, 2013. 48-50.
  • LONGO, Dan L. et al.. Medicina interna de Harrison. 18.ed. São Paulo: AMGH Editora, 2013. 1683-1686.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem