Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Efeitos Colaterais da Melatonina

A melatonina é um hormônio naturalmente produzido pelo corpo mas que pode ser obtido na forma de suplemento alimentar ou medicamento para melhorar a qualidade do sono.

Embora seja uma substância que também está presente no organismo, a toma de medicamentos ou suplementos contendo melatonina pode provocar alguns efeitos colaterais, que são raros mas cuja probabilidade de ocorrem aumenta com a quantidade de melatonina que é ingerida.

Efeitos Colaterais da Melatonina

Efeitos colaterais mais comuns

Embora sejam raros, o tratamento com melatonina pode causar os seguintes efeitos colaterais:

  • Fadiga e sonolência excessiva;
  • Falta de concentração;
  • Agravamento da depressão;
  • Dor de cabeça e enxaqueca;
  • Dor de barriga e diarreia;
  • Irritabilidade, nervosismo, ansiedade e agitação;
  • Insônia;
  • Sonhos anormais;
  • Tonturas;
  • Hipertensão;
  • Azia;
  • Aftas e boca seca;
  • Hiperbilirrubinemia;
  • Dermatite, erupção cutânea e pele seca e coceira generalizada;
  • Suores noturnos;
  • Dor no peito e nas extremidades;
  • Sintomas de menopausa;
  • Presença de açúcar e proteínas na urina;
  • Alteração da função hepática;
  • Aumento de peso.

A intensidade dos efeitos colaterais vai depender da quantidade de melatonina ingerida, quanto maior a dose, maiores serão os riscos de sofrer com algum destes efeitos colaterais.

Contraindicações da melatonina

Embora seja uma substância geralmente bem tolerada, a melatonina não deve ser utilizada durante a gravidez e a amamentação ou em pessoas com alergia a qualquer um dos componentes dos comprimidos.

Além disso, o uso de melatonina é contraindicado em bebês e crianças, já que como a melatonina é um hormônio, pode promover alteração na concentração de outros hormônios necessários para o crescimento e desenvolvimento correto da criança.

As pessoas que operam máquinas por mais de 4 horas ou que trabalham dirigindo, por exemplo, também não devem tomar a melatonina, uma vez que pode causar sonolência e fadiga excessiva.

Como tomar melatonina

A suplementação de melatonina deve ser indicada pelo médico, sendo normalmente recomendado o seu uso em casos de insônia, enxaqueca e menopausa, por exemplo. A dose de melatonina é indicada pelo médico de acordo com o objetivo da suplementação.

No caso de insônia, por exemplo, a dose normalmente indicada pelo médico é de 1 a 2 mg de melatonina, uma vez por dia, cerca de 1 a 2 horas antes da hora de deitar e depois de comer. A dose menor de 800 microgramas parece não ter efeito e as doses superiores a 5 mg devem ser utilizadas com cautela. Saiba como tomar a melatonina.


Bibliografia

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE ENDOCRINOLOGIA E METABOLOGIA. Posicionamento da SBEM sobre a Melatonina. Link: <www.endocrino.org.br>. Acesso em 24 Abr 2019
  • NETO, Júlio Anselmo S. N.; CASTRO, Bruno F. Melatonina, ritmos biológicos e sono - uma revisão da literatura. Rev Bras Neurol. Vol 44. 1 ed; 5-11, 2008
  • EMBRAFARMA. Melatonina - Informativo Técnico Embrafarma. 2017. Link: <www.dermomanipulacoes.com.br>. Acesso em 24 Abr 2019
  • ANVISA. Melatonina. Link: <portal.anvisa.gov.br>. Acesso em 24 Abr 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem