Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Dor no cotovelo

​A dor no cotovelo é um sintoma muito comum de bursite ou tendinite em atletas que treinam frequentemente o músculo tríceps ou que praticam esportes intensos com os braços, como tênis ou golfe.

Normalmente, a dor no cotovelo não indica um problema grave, mas pode provocar grande desconforto porque o cotovelo é uma articulação utilizada em quase todos os movimentos do braço e da mão.

A dor no cotovelo tem cura, mas na maior parte dos casos é necessário consultar um ortopedista ou um clínico geral para fazer o tratamento adequado.

Causas de dor no cotovelo

As principais causas de dor no cotovelo são a tendinite, a bursite ou a artrite, no entanto, outras causas mais raras, como a fratura do braço ou a compressão do nervo ulnar, também podem levar ao surgimento de dor na região:

1. Tendinite no cotovelo: é inflamação dos tendões do cotovelo, chamada de epicondilite, que provoca dor ao fazer movimentos com o braço e hipersensibilidade ao tocar na região do cotovelo. Geralmente, surge após praticar esportes ou após a musculação, como o exercício de tríceps-testa, por exemplo. Para aliviar a dor no cotovelo, deve-se ficar de repouso, colocar compressas de gelo na região, tomar anestésicos, como o Paracetamol, e fazer fisioterapia.

2. Bursite no cotovelo: é uma inflamação do tecido que serve de "amortecedor" da articulação, surgindo quando o cotovelo é colocado frequentemente sobre superfícies duras, como mesas, por exemplo, e, por isso, é muito comum em estudantes. Para curar a dor no cotovelo deve-se ficar de repouso, aplicar compressas geladas, tomar anti-inflamatórios, como o Ibuprofeno, receitados pelo médico ou fazer fisioterapia.

3. Artrite no cotovelo: é o desgaste e inflamação da articulação do cotovelo que gera dor e inchaço na região, sendo muito comum pacientes idosos. O tratamento da dor no cotovelo deve ser feito por um ortopedista ou clínico geral e, normalmente, inclui o uso de anti-inflamatórios, como Naproxeno, fisioterapia ou cirurgia.

4. Fratura do braço: pode surgir após fortes impactos, como acidentes, quedas ou pancadas que fraturam uma região do osso próxima do cotovelo. Normalmente, a dor no cotovelo não reduz com o uso de remédios ou colocação de compressas e, por isso, deve ser tratada por um ortopedista.

5. Compressão do nervo ulnar: frequente após cirurgias ortopédicas ou devido ao mau posicionamento diário do braço. Gera sintomas como formigamento do braço ou atrofia da mão, por exemplo. Deve ser tratado por um ortopedista através de fisioterapia ou cirurgia, dependendo da gravidade do caso.

O paciente deve ir imediatamente ao hospital ou ao pronto-socorro quando existem sinais de fratura, como alteração da forma do braço, ou quando a dor não diminui após uma semana de repouso.

Quando procurar um médico

É aconselhado procurar um médico quando a dor no cotovelo surge de forma repentina com aperto no peito ou quando:

  • A dor surgir acompanhada de febre;
  • O inchaço e a dor aumentam constantemente;
  • A dor surge mesmo quando não se está utilizando o braço;
  • A dor não passa mesmo tomando analgésico e ficando de repouso.

Nestes casos é recomendado consultar um ortopedista para que ele peça exames e indique a causa, assim como o melhor tratamento para o caso.

Saiba mais sobre como tratar a principal causa de dor no cotovelo em: Epicondilite lateral.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...