Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é o endometrioma e como tratar

O endometrioma é um tipo de cisto no ovário, preenchido por sangue, que é mais frequente durante os anos férteis, antes da menopausa. Embora seja uma alteração benigna, pode causar o surgimento de alguns sintomas como dor pélvica e intensas cólicas menstruais, além de poder afetar a fertilidade da mulher.

Em muitos casos, o endometrioma desaparece após a menstruação, mas em mulheres com endometriose o cisto pode se manter, irritando os tecidos do ovário e levando ao surgimento dos sintomas, que precisa ser tratado com o uso de pílula ou cirurgia, dependendo da gravidade.

O que é o endometrioma e como tratar

Principais sintomas

Os sintomas mais comuns de endometrioma incluem:

  • Cólicas abdominais intensas;
  • Sangramento anormal;
  • Menstruação muito dolorosa;
  • Corrimento vaginal escuro;
  • Desconforto ao urinar ou defecar;
  • Dor durante o contato íntimo.

O surgimento e a intensidade destes sintomas variam de mulher para mulher e, por isso, cada caso deve ser avaliado individualmente por um ginecologista. No entanto, caso a dor seja muito forte ou surja um sangramento muito abundante, é aconselhado ir imediatamente ao hospital.

O que causa o endometrioma

O endometrioma surge quando um pedaço do tecido que reveste o útero, conhecido como endométrio, se desprende e consegue chegar até ao ovário, formando uma pequena bolsa que cresce e vai acumulando sangue.

Normalmente, o endometrioma só cresce quando existem hormônios circulando e, por isso, muitas mulheres deixam de ter endometrioma depois da menstruação, quando existe uma queda acentuada nos níveis desses hormônios. Porém, no caso de mulheres com endometriose, este processo não acontece e, por isso, o cisto se mantém no ovário e continua irritando os tecidos em volta.

Quando o endometrioma não desaparece, continua crescendo e pode até se multiplicar, afetando uma maior área do ovário, o que pode acabar afetando a fertilidade da mulher.

Endometrioma é câncer?

O endometrioma não é câncer e existe uma probabilidade muito baixa de se transformar num câncer. No entanto, o endometrioma grave pode causar várias complicações e mesmo voltar a aparecer depois do tratamento.

O que é o endometrioma e como tratar

Possíveis complicações

A principal complicação do endometrioma é a diminuição da fertilidade da mulher, no entanto, isso é mais frequente quando o cisto é muito grande ou a mulher apresenta mais do que um cisto. Normalmente as alterações que interferem na fertilidade incluem:

  • O ovário não consegue produzir óvulos maduros;
  • Os óvulos formandos apresentam uma parede mais espessa que impede a penetração do espermatozoide;
  • As trompas podem apresentar cicatrizes que dificultam a passagem do óvulo e dos espermatozoides.

Além disso, algumas mulheres também podem ter um desequilíbrio hormonal que está na base do endometrioma e, por isso, mesmo que o óvulo seja fecundado, pode ter dificuldade para grudar na parede do útero.

Como é feito o tratamento

O tratamento do endometrioma depende da gravidade dos sintomas e do tamanho do cisto. Em muitos casos, o tratamento pode ser feito apenas com o uso contínuo de uma pílula anticoncepcional que impede a menstruação e, por isso, evita o acúmulo de sangue no interior do cisto.

Porém, se o cisto for muito grande ou se surgirem sintomas muito intensos, o ginecologista pode optar por fazer uma cirurgia para remover o tecido afetado. No entanto, se o cisto for muito grande ou desenvolvido, pode ser preciso retirar o ovário completo. Entenda melhor quando é feito este tipo de cirurgia.

O que é o endometrioma de parede abdominal?

O endometrioma de parede abdominal pode surgir com maior frequência nas mulheres após a cesárea, próximo da cicatriz.

Os sintomas do endometrioma de parede abdominal podem ser uma tumoração dolorida, que aumenta de tamanho durante a menstruação. O diagnóstico pode ser feito através da ultrassonografia ou da tomografia computorizada.

O tratamento do endometrioma de parede abdominal é a cirurgia aberta para retirar o endometrioma e soltar as aderências dos tecidos.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar
Mais sobre este assunto:


Carregando
...