Dor de cabeça na testa: 10 causas (e o que fazer)

Atualizado em dezembro 2023

A dor de cabeça na testa normalmente é causada por excesso de estresse, ansiedade e/ou tensão. No entanto, também pode ser sinal de enxaqueca, sinusite, alterações da visão ou pressão alta, que precisam de tratamento específico.

No caso de tensão e estresse, a dor de cabeça na testa pode melhorar com medidas simples como repouso e uso de chás calmantes como chá de passiflora, de camomila ou de valeriana, por exemplo. Confira outros calmantes naturais para relaxar e aliviar a tensão.

Sempre que a dor de cabeça causar preocupação ou durar mais de 3 dias sem qualquer sinal de melhora, é importante consultar um clínico geral ou ir no hospital, para tentar identificar a causa exata e iniciar o tratamento mais adequado.

Imagem ilustrativa número 2

O que pode ser a sua dor de cabeça na testa

Para saber o que pode estar causando a sua dor de cabeça na testa, por favor responda às seguintes questões:

AA6
Em que região sente a dor?

Este teste é apenas uma ferramenta que serve como forma de orientação e, por isso, não deve substituir a consulta com um clínico geral.

10 causas de dor de cabeça na testa

As principais causas de dor de cabeça na testa são:

1. Excesso de estresse e ansiedade

O excesso de estresse e ansiedade podem aumentar a produção de cortisol e adrenalina, hormônios que estimulam as contrações nos músculos do pescoço e ombros, causando um tipo de dor de cabeça conhecida como cefaleia tensional.

Este tipo de dor de cabeça pode ser confundido com uma enxaqueca, pois provoca uma sensação de pressão intensa ao redor da testa, mas não é acompanhado de outros sintomas, como náuseas, latejamento ou sensibilidade à luz, que são mais comuns da enxaqueca.

O que fazer: normalmente essa dor de cabeça melhora com repouso e relaxamento, por isso, uma boa opção pode ser tomar chás calmantes, como o chá de camomila, passiflora ou valeriana. No entanto, se a dor não melhorar, também podem ser usados analgésicos, como paracetamol ou aspirina, receitados por um médico. Veja mais detalhes do que fazer para aliviar a dor de cabeça tensional.

Não ignore os seus sintomas!

Priorize sua saúde. Descubra a causa dos seus sintomas e receba o cuidado que precisa.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

2. Cansaço dos olhos

O cansaço nos olhos é uma das causas mais frequentes para a dor de cabeça na testa, especialmente aquela que parece ficar sobre os olhos na forma de pressão ou peso.

Este tipo de dor de cabeça é mais comum após ficar muito tempo fazendo tarefas que demandem muita atenção, como ler ou utilizar o computador, assim como após períodos de muito estresse ou após ter estado sentado com má postura. Além disso, o cansaço dos olhos também pode ser devido a problemas de visão, como miopia ou astigmatismo.

O que fazer: a melhor forma de evitar este tipo de dor de cabeça é fazer intervalos regulares nas tarefas que demandem mais atenção. No entanto, se a dor de cabeça já tiver aparecido é importante repousar com os olhos fechados e alongar o pescoço, por exemplo. Se a dor for muito frequente ou se não melhorar, pode indicar um problema de visão, sendo recomendado consultar um oftalmologista.

3. Enxaqueca

A enxaqueca provoca sintomas como dor de cabeça forte, constante e pulsante que pode ocorrer apenas do lado direito ou esquerdo e irradiar para a testa e nuca, podendo durar cerca de 3 horas, mas em casos mais graves pode permanecer durante 72 horas. Além disso, podem ainda ocorrer sintomas como vômitos, tonturas, enjoo, visão turva e sensibilidade à luz e ruído, sensibilidade a cheiros e dificuldade na concentração.

O que fazer: caso a enxaqueca seja constante, é recomendado que a pessoa vá à emergência para que seja feita uma avaliação e possa ser indicado o melhor tratamento. Na maioria dos casos, o tratamento para enxaqueca recomendado pelo médico envolve o uso de remédios como Zomig (zolmitriptano) ou Enxak, por exemplo, que ajudam a aliviar a dor.

Caso a enxaqueca seja acompanhada por náuseas e vômitos intensos, pode ser necessário tomar metoclopramida ou droperidol, que aliviam estes sintomas. Entenda como é feito o tratamento para enxaqueca.

4. Gripe e resfriado

A gripe e o resfriado são situações em que a pessoa pode sentir dor na testa, o que acontece devido à inflamação das vias nasais, resultando na dor. A dor de cabeça na testa em caso de gripe e resfriado é normalmente acompanhada por outros sintomas, como sensação de mal estar geral, coriza, tosse e fraqueza, por exemplo. Saiba reconhecer os sintomas de gripe.

O que fazer: nesses casos, é importante ficar em repouso, podendo ser também recomendado o uso de analgésicos, como o Paracetamol, para ajudar a aliviar a dor e o desconforto mais rapidamente.

5. Sinusite

A dor de cabeça na região da testa é também frequente em caso de sinusite, devido à inflamação dos seios nasais. Nesse caso, é comum que a dor de cabeça seja acompanhada da sensação de peso ao redor dos olhos, assim como outros sintomas típicos de sinusite, como coriza, nariz entupido, febre baixa e cansaço excessivo. Saiba reconhecer os sintomas de sinusite.

Este tipo de causa é mais comum durante o inverno, devido a gripes e resfriados, mas também pode acontecer na primavera, especialmente em pessoas que têm alergias frequentes.

O que fazer: uma boa forma de aliviar a dor de cabeça causada por a sinusite é fazer uma lavagem nasal com soro fisiológico, para esvaziar os seios nasais e aliviar a inflamação, e aplicar compressas mornas sobre o rosto. No entanto, quem sofre com sinusite frequente também deve consultar o médico para identificar a causa e iniciar o tratamento com um remédio específico.

6. Cefaleia em salvas

Embora seja um causa bem mais rara, a cefaleia em salvas também pode causar um dor muito intensa e repentina na região da testa, que pode até acabar se estendendo ao redor da cabeça, como se fosse uma fita. Este tipo de dor de cabeça pode durar vários minutos ou várias horas e, normalmente, surge por vários dias, podendo-se ter mais do que 1 episódio por dia.

Ainda não se conhecem as causas específicas da cefaleia em salvas, mas normalmente existe mais do que uma pessoa afetada na família. Veja mais sobre a cefaleia em salvas.

O que fazer: normalmente a cefaleia em salvas só consegue ser aliviada com o uso de remédios, como a sumatriptana, sendo por isso indicado consultar um clínico geral ou neurologista.

7. Dor de cabeça tensional

A dor de cabeça tensional é geralmente causada pela rigidez dos músculos do pescoço, das costas e do couro cabeludo, o que pode ser causado por fatores como má postura, estresse, ansiedade ou cansaço. Geralmente, os sintomas associados à dor de cabeça tensional são pressão na cabeça, dor que afeta os lados da cabeça e a testa e sensibilidade excessiva nos ombros, pescoço e couro cabeludo.

O que fazer: para aliviar este tipo de dor, a pessoa deve tentar relaxar, fazendo uma massagem no couro cabeludo ou tomando um banho quente e relaxante. Em alguns casos, a psicoterapia, a terapia comportamental e técnicas de relaxamento, podem também ajudar na prevenção da dor de cabeça tensional.

No entanto, se a dor de cabeça não melhorar pode ser necessário tomar analgésicos ou anti-inflamatórios como o paracetamol, ibuprofeno ou aspirina, por exemplo. Veja como aliviar a dor de cabeça tensional.

8. Arterite temporal

Este tipo de arterite, também conhecido como arterite das células gigantes, causa uma inflamação das artérias externas que transportam o sangue para o cérebro. Essas artérias passam na região das têmporas e, por isso, podem causar uma dor de cabeça que é sentida principalmente na testa.

A dor da arterite temporal tende a ser intensa e surge recorrentemente, sendo acompanhada de outros sintomas como dor que piora ao mastigar ou falar, dificuldade para enxergar corretamente e cansaço excessivo, sendo mais comum em pessoas com mais de 50 anos e de raça negra. Conheça mais sobre a arterite temporal.

O que fazer: como é um problema recorrente, a arterite temporal deve ser ser avaliada por um neurologista ou um angiologista, para que se inicie um plano de tratamento que evite seu surgimento frequente. Normalmente, o tratamento inclui o uso de corticoides para aliviar os sintomas.

9. Pressão alta

Quando há alteração da pressão, principalmente quando está alta, devido ao estresse, cansaço, preocupações ou por não ter tomado os anti-hipertensivos, receitados pelo médico, pode-se sentir dor de cabeça na testa, como uma sensação de peso ou pressão.

Geralmente, a dor começa na nuca e vai se espalhando por toda a cabeça, ficando mais intensa na testa. A pressão alta ainda pode causar outros sintomas, como visão embaçada, tonturas e palpitações. Conheça os outros sintomas de pressão alta.

O que fazer: é muito importante medir a pressão e tomar os remédios recomendados pelo médico para que a pressão volte aos níveis normais. Além disso, fazer atividades relaxantes, controlar o estresse e ter uma alimentação saudável também é muito importante para a controlar a hipertensão.

10. Após anestesia peridural

A dor de cabeça após a anestesia peridural pode surgir algumas horas ou dias após a administração do anestésico, podendo desaparecer espontaneamente em 2 semanas. A dor de cabeça costuma afetar a testa e a parte posterior da cabeça, podendo também se estender para a região do pescoço e ombros.

O que fazer: a dor de cabeça na testa após a anestesia peridural geralmente desaparece após algumas semanas. No entanto, é recomendado beber bastante líquido para ajudar a aliviar a dor de cabeça mais rapidamente. Saiba mais sobre o tratamento da dor de cabeça após a anestesia.