O que você precisa saber?

6 principais causas de dor de barriga

A dor de barriga é, normalmente, causada pela diarréia, que acontece devido ao aumento da atividade intestinal e de evacuações. Este problema, geralmente, é causado por infecções por vírus ou bactérias, mas, também, por outras condições que causam irritação do intestino, como ingestão de bebidas alcoólicas, intolerâncias alimentares e alguns medicamentos, como antibióticos.

Esta dor pode estar associada a outros sintomas como enjoo, vômitos ou febre e, normalmente, dura entre 3 e 7 dias, podendo ser tratada em casa, com repouso, hidratação e remédios para alívio dos sintomas, como buscopam.

Assim, as principais causas de dor de barriga são:

1. Infecções do intestino

As infecções causadas por vírus, algumas bactérias, vermes e amebas causam a inflamação do intestino e, geralmente, causam dor de barriga que é acompanhada por muitos sintomas. Estas infecções, geralmente, acontecem após viagens, devido a exposição a novos microorganismos, ou por comer alimentos mal conservados de restaurantes e lanchonetes.

  • O que sente: a dor de barriga é acompanhada de diarréia com fezes amolecidas ou líquidas, náuseas, vômitos e febre baixa. A infecção por vírus causa dor de barriga mais comumente, e, geralmente, cura sozinha em cerca de 3 a 5 dias. Algumas bactérias, como salmonela e shigela causam infecções mais graves, podendo surgir, além da dor, fezes com sangue ou muco, mais de 10 evacuações por dia, febre acima de 38,5ºC e apatia.

Veja mais sobre a dor de barriga causada por virose.

6 principais causas de dor de barriga

2. Uso de alguns medicamentos 

Remédios laxantes e alguns medicamentos, como, antibióticos, procinéticos, antiinflamatórios e metformina, por exemplo, podem acelerar o movimentos do intestino ou diminuir a absorção de líquidos, facilitando o surgimento da dor e da diarréia.

  • O que se sente: dor de barriga leve, que aparece apenas antes das evacuações, e melhoram após passar o efeito do remédio. A dor de barriga causada por remédios não costuma vir acompanhada de outros sintomas. 

3. Alergia ou intolerância a alimentos

A alergia a alimentos como proteína do leite, ovo, glúten ou intolerância à lactose, por exemplo, causam dor abdominal e produção de gases por serem irritativos ao intestino, que passa a ter dificuldade na absorção dos alimentos. O consumo de bebidas alcoólicas também pode causar diarreia em algumas pessoas, porque o álcool pode ter uma ação irritava no intestino.

  • O que se sente: a dor de barriga, nestes casos, surge após a ingestão dos alimentos e pode ser de leve a moderada, à depender da gravidade da alergia de cada pessoa. Costuma melhorar em até 48h após a ingestão, e pode vir acompanhada de enjoo e excesso de gases.

4. Doenças inflamatórias intestinais

Doenças que causam inflamação do intestino, como doença de Crohn e retocolite ulcerativa, por exemplo, podem produzir uma intensa inflamação deste órgão, que pode apresentar lesões e ter dificuldade para realizar suas funções.

  • O que se sente: nos quadros iniciais, estas doenças produzem dor de barriga, diarréia e excesso de gases, mas os casos mais graves podem ser responsáveis por perda de peso, anemia, sangramento e produção de muco nas fezes.

5. Estresse e ansiedade

Estas alterações do estado psicológico aumentam a quantidade de adrenalina e cortisol no sangue, acelerando a atividade do intestino, além de diminuir a capacidade de ingestão de alimentos, podendo produzir dor e diarreia.

  • O que se sente: dor de barriga que acontece em casos de intenso estresse ou medo, que é difícil de controlar, mas que melhora após a pessoa se acalmar ou após a situação estressante ter sido resolvida.

6. Câncer intestinal

O câncer no intestino pode causar dor de barriga por alterar o ritmo intestinal ou por provocar deformidades na sua parede.

  • O que se sente: os sintomas dependem da localização e da gravidade do câncer, mas, na maioria dos casos, existe dor de barriga acompanhada de sangramento nas fezes, e alternâncias entre prisão de ventre e diarréia. 

Além disto, algumas pessoas podem sentir dor de barriga sem estar doente ou com problemas intestinais, como acontece após comer ou ao acordar, e isto está relacionado a reflexos naturais que induzem a vontade de defecar.

Quando ir ao pronto-socorro

A dor de barriga pode vir acompanhada de sintomas que indicam gravidade, que geralmente são causados devido a infecções por bactérias, amebas e doenças inflamatórias mais fortes. Os sintomas são: 

  • Diarréia que persiste por mais de 5 dias;
  • Febre acima de 38,5ºC;
  • Presença de sangramento;
  • Mais de 10 evacuações por dia.

Nestes casos, deve-se procurar o pronto atendimento para avaliação da necessidade de antibiótico, como bactrim ou ciprofloxacino, por exemplo, e hidratação na veia.

6 principais causas de dor de barriga
 

Como tratar a dor de barriga

Geralmente, os casos leves de dor de barriga resolvem naturalmente em cerca de 5 dias, apenas com repouso e hidratação oral com água ou soro caseiro, feito em casa ou comprado pronto na farmácia. Os sintomas de dor e enjoo podem ser controlados com remédios como analgésicos, antiespasmódicos e para enjôo, como dipirona, buscopam e plasil.

O soro deve ser bebido enquanto durar a diarréia, na quantidade de 1 copo após cada evacuação. Veja receitas fáceis para fazer soro caseiro

No casos de infecção por bactérias, pode ser necessário o uso de antibióticos prescritos pelo clínico geral, quando são infecções com sintomas mais graves ou persistentes. Em casos de diarreia muito intensa e que causam desidratação, pode ser necessário, também, a hidratação na veia.

O tratamento da dor de barriga causada por doenças, intolerâncias ou alergias alimentares, é orientado pelo clínico geral ou gastroenterologista, de acordo com cada tipo de doença. 

Saiba formas naturais de fazer a diarréia passar mais rápido

Dor de barriga na criança

Nestes casos, a dor de barriga geralmente é causada por intoxicação alimentar ou pelo contato com viroses, e deve ser tratada pelo pediatra, com medicamentos para aliviar as cólicas, como dipirona e buscopam, e hidratação com soro caseiro.

A dor de barriga é grave quando está acompanhada de sonolência, apatia, febre alta, muita sede, presença de fezes muito líquidas e muitas evacuações por dia, e deve-se levar a criança ao pronto atendimento o mais rápido possível, para hidratação na veia e para que o pediatra faça o diagnóstico correto da causa.

Entenda mais sobre o que fazer quando a criança tem diarréia e vômitos

Mais sobre este assunto:
Carregando
...