Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Para que serve o doppler fetal

O doppler fetal é um equipamento muito utilizado pelas grávidas para ouvir os batimentos cardíacos e verificar o estado de saúde do bebê. Normalmente o doppler fetal é feito nas clínicas de imagem ou nos hospitais em associação ao exame de ultrassonografia, pois garante uma informação mais completa sobre o desenvolvimento do bebê. Entenda como é feito o ultrassom morfológico.

Hoje em dia pode-se comprar um doppler fetal facilmente e verificar os batimentos do feto em casa, aproximando, de certa forma, a mãe do filho. No entanto, muitas vezes é preciso orientação do médico para entender os sons emitidos pelo equipamento, uma vez que consegue captar qualquer coisa que aconteça no organismo e transmiti-la através do som, como a passagem do sangue nas veias ou movimento do intestino, por exemplo.

Para que serve o doppler fetal

Para que serve o doppler fetal

O doppler fetal é utilizado por muitas gestantes para ouvir os batimentos cardíacos do bebê e, assim, monitorar seu desenvolvimento. O doppler fetal também pode ser aplicado na prática clínica e é muito associado à ultrassonografia, sendo muito utilizado pelos ginecologistas e obstetras para:

  • Verificar se os órgãos do feto estão recebendo a quantidade de sangue necessária;
  • Verificar a circulação de sangue no cordão umbilical;
  • Avaliar a condição cardíaca do bebê;
  • Verificar problemas na placenta e artérias.

A ultrassonografia com doppler, além de permitir ouvir os batimentos cardíacos, possibilita a visualização do bebê em tempo real. Esse exame é feito pelo médico em clínicas de imagem ou no hospital e está disponível pelo SUS. Saiba quando a ultrassonografia com doppler é indicada, como é feita e principais tipos.

Doppler fetal portátil

Há diversos tipos de doppler fetal portátil disponíveis no mercado e que são utilizados por muitas gestantes para ouvir os batimentos cardíacos do feto e, assim, se sentirem mais próximos. É uma forma fácil para avaliar a saúde do bebê durante a gestação. 

No entanto, para usar o doppler portátil pode ser necessária a orientação de um ginecologista ou obstetra, já que qualquer coisa que acontece no corpo, como movimento do intestino ou circulação do sangue, por exemplo, pode resultar em som que é detectado pelo equipamento. É importante saber diferenciar bem os sons para que se possa de fato verificar se há algo errado com o bebê. 

O doppler fetal portátil pode ser encontrado em farmácias ou lojas que vendem artigos para gestantes ou eletrônicos e custa entre R$100 e R$450. 

Como funciona

O equipamento permite que os batimentos cardíacos do feto sejam escutados, permitindo que seja notada qualquer alteração que possa trazer risco para o bebê. O doppler fetal deve ser feito com a mulher deitada, preferencialmente, e com a bexiga cheia, para diminuir as chances de se ouvirem outros sons que não o do batimento cardíaco. Além disso, é importante usar um gel incolor e a base de água, para facilitar a propagação das ondas sonoras.

O doppler fetal só consegue efetivamente captar os batimentos cardíacos do bebê a partir da 12ª semana de gestação e é importante que sejam seguidas as instruções e orientações do médico e do fabricante do equipamento. Saiba o que acontece na 12ª semana de gestação.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...