Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Donovanose: o que é, sintomas, tratamento e prevenção

A donovanose, também conhecida como granuloma venéreo ou granuloma inguinal, é uma infecção sexualmente transmissível (IST) causada pela bactéria Klebsiella granulomatis, antigamente conhecida como Claymmatobacterium granulomatis, que atinge a região genital, virilha e região anal e leva ao aparecimento de lesões ulcerosas na região.

O tratamento para donovanose é simples, sendo recomendado pelo urologista ou ginecologista o uso de antibióticos, no entanto é importante adotar medidas que previnam a infecção, como o uso de preservativo nas relações sexuais.

Donovanose: o que é, sintomas, tratamento e prevenção

Principais sintomas

Os sintomas da donovanose podem surgir 30 dias a 6 meses após o contato com a bactéria, sendo os principais:

  • Aparecimento de lesões ulcerativas na região genital que aumentam ao longo do tempo;
  • Ferida com aspecto bem definido e que não dói;
  • Feridas ou caroços com aspecto vermelho vivo que crescem e que podem sangrar facilmente.

Devido ao fato das feridas da donovanose serem abertas, representam porta de entrada para infecções secundárias, estando a doença associada a um maior risco de infecção pelo vírus HIV.

É importante que assim que forem identificados sinais e sintomas de donovanose, a pessoa consulte o urologista ou ginecologista para que seja feito o diagnóstico e iniciado o tratamento adequado. O diagnóstico consiste na avaliação dos sintomas apresentados e análise microbiológica da ferida ou de uma parte do tecido afetado, sendo necessário para isso realizar uma biópsia.

Tratamento para donovanose

O tratamento é feito de acordo com a orientação médica, sendo normalmente recomendado o uso de antibióticos, como Azitromicina por até 3 semanas. Em alternativa à Azitromicina, o médico pode indicar o uso de Doxiciclina, Ciprofloxacino ou Trimetoprim-sulfametoxazol.

O uso do antibiótico é feito com o objetivo de combater a infecção e promover a recuperação das lesões, além de prevenir infecções secundárias.

No caso das lesões mais extensas, pode ser recomendada a remoção da lesão por meio de cirurgia. Além disso, durante e após o tratamento é importante realizar exames periódicos para que se possa verificar como o organismo está reagindo ao tratamento e se as bactérias estão conseguindo ser eliminadas. É indicado também que a pessoa que está em tratamento não tenha relações sexuais até que não sejam identificadas bactérias, para evitar o possível contágio de outras pessoas.

Veja mais detalhes sobre o tratamento da donovanose.

Como prevenir

A prevenção é feita através do uso de preservativo em qualquer tipo de contato íntimo. É importante verificar se o ferimento está protegido com o preservativo, pois se a ferida exposta entrar em contato com o parceiro, é possível haver a transmissão da bactéria responsável pela doença.

Evitar o contato íntimo enquanto ainda existirem sintomas da doença é primordial para a prevenção da donovanose. Realizar o auto-exame dos órgãos genitais, observando se o cheiro, cor, aparência e pele possuem alguma anormalidade, ajudam a identificar mais rápido a existência da donovanose e fazer a intervenção médica da forma mais breve possível.

Bibliografia >

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE INFECTOLOGIA. Donovanose. Disponível em: <https://www.infectologia.org.br/pg/987/donovanose>. Acesso em 02 Jul 2020
  • CDC. Granuloma Inguinale (Donovanosis). Disponível em: <https://www.cdc.gov/std/tg2015/donovanosis.htm>. Acesso em 02 Jul 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem