Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode ser tontura constante e mal-estar e O que fazer

Atualizado em Outubro 2019

A tontura frequente geralmente está associada a problemas no ouvido, como labirintite ou doença de Menière, mas também pode ser um sinal de diabetes, anemia ou até problemas cardíacos. Associados à tontura também podem surgir outros sintomas como falta de equilíbrio, vertigem e sensação de que a cabeça está sempre girando.

Além destas causas, a tontura pode ainda ser sintoma de crises de ansiedade, problemas de visão, enxaqueca, ou surgir em dias de muito calor, durante o banho com água muito quente, quando se levanta de repente ou quando se consome bebidas alcoólicas de forma excessiva.

Assim, sempre que a tontura é muito frequente ou está causando muito desconforto é aconselhado ir ao clínico geral para identificar se existe algum problema e iniciar o tratamento mais adequado. Algumas das causas mais comuns para a presença de tontura frequente e mal-estar são:

1. Labirintite

O que pode ser tontura constante e mal-estar e O que fazer

A tontura, a sensação de vertigem e a falta de equilíbrio pode ser causadas pela labirintite, que é uma inflamação de uma parte do ouvido, conhecido por labirinto, que é responsável pela audição e pelo equilíbrio. Este problema é mais comum em idosos, mas pode acontecer em qualquer idade, especialmente em pessoas muito estressadas ou que têm histórico de alergias frequentes.

Confira os sinais que ajudam a identificar uma labirintite.

O que fazer: se existir suspeita de labirintite é importante consultar um otorrinolaringologista, ou um clínico geral, para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado. Normalmente, o tratamento inclui o uso de remédios indicados pelo médico, como anti-vertiginosos, para a sensação de tontura e vertigem, e anti-eméticos para os vômitos, enjoo e mal-estar.

2. Doença de Menière

O que pode ser tontura constante e mal-estar e O que fazer

Esta é uma condição relativamente rara, na qual o ouvido interno está afetado e, por isso, é muito comum sentir tonturas associadas à sensação de que tudo está rodando em volta. Geralmente, a tontura surge por períodos, chamados de crises, que podem ser mais intensos em alguns dias, do que em outros.

O que fazer: é aconselhado consultar um clínico geral para identificar se existe outra causa que possa estar causando a tontura ou, então, iniciar o tratamento adequado para a doença de Menière que, embora não tenha cura, pode ser aliviada com remédios para o enjoo, como Prometazina, e alterações na dieta. Veja mais sobre esta doença e como tratar.

3. Hipoglicemia

O que pode ser tontura constante e mal-estar e O que fazer

O açúcar baixo no sangue, conhecido por hipoglicemia é uma situação que pode surgir com mais frequência em pacientes com diabetes, especialmente quando não se faz o tratamento de forma adequada ou quando ainda não se sabe que se tem diabetes.

Nestas situações, quando a quantidade de açúcar está muito baixa é comum o surgimento de tonturas e mal-estar, além de outros sintomas como sensação de queda, suores frios, tremores ou falta de força, por exemplo. Aprenda a identificar os primeiros sinais de hipoglicemia.

O que fazer: se existir suspeita de uma crise de hipoglicemia é recomendado fazer a ingestão de um alimento rico em carboidratos simples, como um copo de suco natural ou 1 pão doce, por exemplo. Se após 15 minutos, os sintomas se mantiverem, ou se piorarem, deve-se ir ao pronto-socorro. Idealmente, pacientes com diabetes devem fazer a medição da glicemia antes e depois de comer o alimento.

4. Alterações da pressão arterial

O que pode ser tontura constante e mal-estar e O que fazer

Tanto a pressão alta, como a pressão baixa podem causar tontura e sensação de desmaio. Porém este sintoma é mais comum quando a pressão está baixa, com valores inferiores a 90 x 60 mmHg.

Além da tontura, quando a pressão é baixa também podem surgir outros sintomas como fraqueza, visão turva, dor de cabeça e sono. Porém, nem sempre é fácil distinguir pressão alta de baixa porque os sintomas são semelhantes, sendo que a melhor forma de confirmar é medindo a pressão com um aparelho. Veja algumas formas de tratar a pressão baixa.

O que fazer: idealmente deve-se medir a pressão arterial para saber qual o valor, de forma a identificar se se trata de pressão alta ou baixa. No entanto, quando se suspeita de variações da pressão arterial é importante consultar um clínico geral para identificar se existe algum problema que precise de tratamento.

5. Anemia

O que pode ser tontura constante e mal-estar e O que fazer

A tontura e o mal-estar podem também ser um sintoma de anemia, que é quando há uma diminuição acentuada na quantidade de hemoglobina no sangue, o que faz com que exista uma redução da quantidade de oxigênio e nutrientes chegando aos diferentes tecidos do corpo.

Além da tontura, é comum ainda o aparecimento de outros sintomas, incluindo palidez, fraqueza e cansaço excessivo. Confira os principais tipos de anemia e seus sintomas.

O que fazer: para confirmar se se trata de um caso de anemia é aconselhado consultar um clínico geral para fazer um exame de sangue e avaliar os valores de hemoglobina e iniciar o tratamento, caso seja indicado. Na maior parte dos casos, o tratamento é focado em aumentar a quantidade de ferro no organismo e, por isso, pode ser aconselhado aumentar o consumo de alimentos ricos em ferro, como feijão preto ou morango e, em alguns casos, tomar suplementos.

6. Problemas no coração

O que pode ser tontura constante e mal-estar e O que fazer

Quando se tem algum tipo de problema no coração é comum o surgimento de tonturas ou mal-estar, especialmente devido à dificuldade do coração para bombear o sangue para o corpo. No entanto, também podem surgir outros sintomas como dor no peito, inchaço nas pernas e falta de ar, por exemplo. Veja uma lista de 12 sinais que podem indicar problemas no coração.

O que fazer: deve-se consultar um cardiologista sempre que surgem suspeitas de alguma alteração no coração, para que sejam feitos exames, como o eletrocardiograma, para identificar a causa e iniciar o tratamento mais adequado.

7. Uso de alguns medicamentos

O que pode ser tontura constante e mal-estar e O que fazer

O uso prolongado de alguns tipos de medicamentos, como os remédios para convulsões, antidepressivos, anti-hipertensivos ou sedativos podem causar um efeito secundário que causa tonturas e a sensação de fraqueza.

O que fazer: quando se suspeita que as tonturas estão sendo causadas por algum medicamento é recomendado consultar o médico que fez a prescrição, para que a dose seja alterada ou o medicamento.

Assista ao vídeo seguinte e veja alguns exercícios que podem ajudar com as tonturas:

COMO ACABAR COM AS TONTURAS (ou crises de vertigem)

233 mil visualizações

Quando é preciso ir no médico?

É recomendado ir no clínico geral sempre que a tontura surge mais de 2 vezes ao dia, quando surge mais de 3 vezes por mês sem razão aparente ou quando se toma remédios para baixar a pressão ou para tratar a depressão por exemplo e, a tontura permanece por mais de 15 dias após o inicio do uso, pois existem remédios que causam tontura.

O médico ajudará a identificar a causa da tontura e no caso de ser necessário fazer tratamento o médico pode recomendar remédios, suplementos, cirurgia ou fisioterapia, segundo a doença que causa esse sintoma.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem