Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Doença renal crônica: sintomas e tratamento

​A Doença Renal Crônica, também conhecida como DRC ou Insuficiência Renal Crônica, é caracterizada pela perda progressiva da capacidade dos rins em filtrar o sangue, fazendo com que o paciente possa apresentar sintomas como inchaço nos pés e tornozelos, fraqueza e aparecimento de espuma na urina, por exemplo.

Geralmente, a doença renal crônica é mais frequente em pacientes idosos, diabéticos, hipertensos ou em pessoas com histórico de doença renal na família. Por isso, é importante que essas pessoas façam exames de urina e de sangue periodicamente, com a dosagem de creatinina, para verificar se os rins estão funcionando corretamente e se há risco de desenvolver DRC.

Doença renal crônica: sintomas e tratamento

Sintomas da Doença Renal Crônica

Os principais sintomas relacionados com a Doença Renal Crônica são:

  • Urina com espuma;
  • Pés e tornozelos inchados, principalmente no final do dia;
  • Anemia;
  • Cansaço que muitas vezes está relacionado com a anemia;
  • Aumento da frequência urinária, principalmente durante a noite;
  • Fraqueza;
  • Mal-estar;
  • Falta de apetite;
  • Inchaço dos olhos, que geralmente só aparecem numa fase mais avançada;
  • Náuseas e vômito, em uma fase muito avançada da doença.

O diagnóstico da insuficiência renal crônica pode ser feito através do exame de urina, que detecta ou não a presença da proteína albumina, e do exame de sangue, com dosagem de creatinina, para verificar a sua quantidade no sangue. Em caso de doença renal crônica, há presença de albumina na urina e a concentração de creatinina no sangue está alta. Saiba tudo sobre o exame da creatinina.

Como é feito o tratamento

O tratamento para doença renal crônica deve ser orientado por um nefrologista, sendo normalmente indicado o uso de remédios que ajudam a controlar os sintomas, incluindo diuréticos, como Furosemida, ou remédios para a pressão alta, como Losartana ou Lisinopril, por exemplo.

Nos casos mais avançados, o tratamento pode incluir hemodiálise para filtrar o sangue, retirando todas as impurezas que os rins não conseguem, ou um transplante de rim.

Além disso, pacientes com doença renal crônica devem fazer uma dieta pobre em proteínas, sal e potássio, sendo importante ter orientação de um nutricionista. indicada por um nutricionista. Confira no vídeo a seguir o que comer em caso de Insuficiência Renal:

Dieta para tratar a insuficiência renal

247 mil visualizações
 

Estágios da DRC

A Doença Renal Crônica pode ser classificada de acordo com o tipo de lesão no rim em alguns estágios, como por exemplo:

  • Doença renal crônica de estágio 1: Função renal normal, mas resultados do exame de urina ou de ultrassom indicam lesão nos rins;
  • Doença renal crônica de estágio 2: Perda reduzida da função renal e resultados de exames que indicam lesão renal;
  • Doença renal crônica de estágio 3: Função renal moderadamente reduzida;
  • Doença renal crônica de estágio 4: Função renal muito afetada;
  • Doença renal crônica de estágio 5: Redução severa da função renal ou insuficiência renal em fase terminal.

A doença renal crônica não tem cura, mas pode ser controlada com remédios indicados pelo nefrologista e dieta orientada por um nutricionista. Porém nos casos de doença renal em estágio 4 ou 5 é necessário fazer hemodiálise ou transplante renal. Entenda como é feito o transplante renal.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem