Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas e tratamento da doença de Whipple

A doença de Whipple é uma infecção bacteriana rara que normalmente afeta o intestino delgado e que dificulta a absorção de alimentos, provocando sintomas como diarreia, dor abdominal ou perda de peso.

Embora possa colocar a vida em risco, quando afeta outros locais do corpo, como o cérebro ou o coração, a doença de Whipple é facilmente tratada com o uso de antibióticos receitados pelo gastroenterologista ou clínico geral.

Sintomas e tratamento da doença de Whipple

Principais sintomas

Os sintomas mais comuns da doença de Whipple estão relacionados com o sistema gastrointestinal e icnluem:

  • Diarreia constante;
  • Excesso de gases;
  • Dor abdominal;
  • Cólicas que podem piorar após as refeições;
  • Perda de peso.

No entanto, se a bactéria chegar em outros locais do corpo pode causar sintomas mais raros como dor nas articulações, tosse, febre, cansaço excessivo ou dor no peito. Geralmente, os sintomas vão agravando muito lentamente ao longo do tempo, podendo durar durante meses ou anos.

Embora o médico possa suspeitar da doença devido aos sintomas e histórico clínico, o diagnóstico só pode ser confirmado com uma biópsia do intestino, normalmente retirada durante uma colonoscopia.

O que causa a doença de Whipple

A doença de Whipple é causada por uma bactéria, conhecida como Tropheryma whipplei, que causa pequenas lesões no interior do intestino que dificultam o trabalho de absorção de minerais e nutrientes, levando à perda de peso. Além disso, o intestino também não consegue absorver adequadamente a água e, por isso, é comum o surgimento de diarreia.

Ao longo do tempo, se o tratamento não for feito, a bactéria pode se espalhar para outros locais do corpo como o cérebro, coração, articulações e os olhos, por exemplo.

Como é feito o tratamento

O tratamento da doença de Whipple normalmente é iniciado com uma injeção de antibióticos, como Ceftriaxona, diretamente na veia, durante 1 ou 2 semanas, de acordo com a orientação do gastroenerologista. Depois, a pessoa deve fazer uso de antibióticos orais durante 1 ou 2 anos, para eliminar completamente as bactérias do organismo. 

Embora o tratamento seja bastante demorado, a maioria dos sintomas desaparece entre 1 a 2 semanas após o início do tratamento, no entanto, o uso do antibiótico deve ser mantido por todo o período indicado pelo médico.

Além dos antibióticos, é fundamental a ingestão de probióticos para regular o funcionamento do intestino e melhorar a absorção dos nutrientes. Também pode ser necessário fazer suplementação em vitaminas e minerais, como vitamina D, A, K e vitaminas do complexo B, assim como cálcio, por exemplo, porque a bactéria dificulta a absorção dos alimentos e pode causar casos de subnutrição.

Como evitar o contágio com a doença

Para prevenir esta infecção é importante apenas beber água potável e lavar bem os alimentos antes de os preparar, pois a bactéria que causa a doença, normalmente se encontra no solo e na água contaminada.

No entanto, existem muitas pessoas que possuem a bactéria no organismo, mas nunca desenvolvem a doença. 

Mais sobre este assunto:
Carregando
...