Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é DMAA e principais efeitos colaterais

O DMAA é uma substância presente na composição de alguns suplementos alimentares, sendo muito utilizado como pré-treino por pessoas que praticam atividades físicas, já que essa substância é capaz de promover a perda de gordura e garantir maior energia para realizar o exercício.

Apesar de poder auxiliar o processo de emagrecimento a distribuição, comercialização, divulgação e uso de produtos contendo DMAA foi suspendido pela ANVISA desde 2013 pelo fato de atuar diretamente no sistema nervoso central e aumentar o risco de desenvolvimento de doenças cardíacas, hepáticas e renais, por exemplo.

Além disso, o uso crônico ou em altas doses dessa substância podem causar dependência, por isso é recomendado que os produtos que contenham DMAA em sua composição não sejam consumidos.

O que é DMAA e principais efeitos colaterais

Efeitos colaterais do DMAA

Os efeitos colaterais do DMAA estão associados principalmente com o consumo em altas doses, de forma crônica e associado a outras substâncias estimulantes, como álcool ou cafeína, por exemplo.

O principal mecanismo de ação do DMAA é a vasoconstrição, por isso os efeitos adversos do uso frequente do DMAA têm início com o aumento brusco da pressão, além de poder haver:

  • Dor de cabeça intensa;
  • Náuseas;
  • Agitação;
  • Convulsões;
  • Hemorragia cerebral ou AVC;
  • Insuficiência renal;
  • Lesões no fígado;
  • Alterações cardíacas;
  • Desidratação.

Embora o DMAA tenha sido originalmente incluído em alguns suplementos alimentares, ele está contraindicado para uso humano devido aos seus graves efeitos para a saúde.

Como funciona o DMAA

O mecanismo de atuação do DMAA ainda é bastante discutido, no entanto acredita-se que essa substância atua como estimulante do sistema nervoso central e leva ao aumento da produção de noradrenalina e dopamina. A maior quantidade de noradrenalina circulante estimula a quebra das moléculas de gordura, fornecendo energia extra para a atividade física e auxiliando o processo de emagrecimento.

Além disso, o aumento na quantidade de dopamina circulante diminui a sensação de cansaço, aumenta o foco durante o treino e aumenta as trocas gasosas, fornecendo maior quantidade de oxigênio para os músculos.

Porém, devido à sua ação no sistema nervoso, é possível que o uso frequente e em altas doses dessa substância, principalmente quando consumido em conjunto com outras substâncias estimulantes como a cafeína, por exemplo, podem resultar em dependência e insuficiência hepática e alterações cardíacas, por exemplo.


Bibliografia

  • ANVISA. Suspenso suplemento alimentar Oxielite Pro. Link: <portal.anvisa.gov.br>. Acesso em 29 Mar 2019
  • SCHILLING, Brian K.; HAMMOND, Kelley G.; YATES, Charles R. Physiological and pharmacokinetic effects of oral 1,3-dimethylamylamine administration in men. BMC Pharmacol Toxicol. Vol 52. 14 ed; 2013
  • ZOVICO, Paulo V.; CURTY, Victor M.; CAVATTI, Ricardo M.; BARAUNA, Valério G. Suplementos contendo DMAA: Mitos e Verdades. Revista Brasileira de Nutrição Esportiva. Vol 12. 443-462, 2018
Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem