Hidroclorotiazida: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

A hidroclorotiazida é um remédio diurético que age aumentando a eliminação de sal pela urina, pois quando o sal é eliminado, leva junto a água do sangue, diminuindo a quantidade de líquido nas veias e artérias, e por isso é indicada para o tratamento do inchaço dos pés, pernas ou tornozelos, pressão alta, cirrose do fígado ou insuficiência renal, por exemplo.

Esse remédio é vendido em farmácias e drogarias na forma de comprimidos de 25 mg ou 50 mg, com o nome comercial Clorana, na forma de genérico com o nome hidroclorotiazida ou com os nomes similares Clorus, Diurix ou Hidromed, por exemplo, e deve ser usado com indicação médica.

A hidroclorotiazida também pode ser encontrada em associações com outros remédios que potencializam seu efeito diurético, como amilorida, com o nome Moduretic, ou telmisartana, como o nome comercial Bramicar.

Hidroclorotiazida: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Para que serve

A hidroclorotiazida é indicada para aumentar a eliminação de líquidos do corpo pela urina e reduzir inchaço causado por doenças como:

  • Pressão alta;
  • Ascite ou "barriga d'água causada pela cirrose no fígado;
  • Insuficiência cardíaca congestiva;
  • Síndrome nefrótica;
  • Glomerulonefrite aguda;
  • Insuficiência renal crônica.

Além disso, a hidroclorotiazida pode ser usada para o tratamento da retenção de líquidos causadas por outros remédios, como corticóides ou estrógenos, por exemplo.

Como usar

A hidroclorotiazida deve ser tomada por via oral, com um copo de água, antes ou após a alimentação, sempre nos horários estabelecidos pelo médico. No entanto, no caso de esquecer de tomar no horário correto, deve-se tomar assim que lembrar, mas deve-se pular a dose esquecida se estiver quase na hora de tomar a próxima dose. Não dobrar a dose para compensar a dose esquecida.

A forma de uso da hidroclorotiazida para adultos varia de acordo com a indicação e inclui:

  • Pressão alta: a dose inicial recomendada é de 50 a 100 mg por dia, em dose única pela manhã ou dividida em duas doses. Após uma semana de tratamento, a dose pode ser alterada pelo médico, após avaliação da pressão arterial;
  • Retenção de líquidos: a dose inicial recomendada é de 50 a 100 mg, de 1 a 2 vezes por dia. Essa dose pode ser alterada pelo médico para até 200 mg por dia, de acordo com a resposta ao tratamento.

Para crianças, a dose deve ser calculada pelo médico de acordo com o peso, podendo variar de 2 a 3 mg por Kg de peso corporal.

Durante o uso da hidroclorotiazida, deve-se medir a pressão arterial pelo menos 1 vez ao dia e anotar para levar ao médico nas consultas, para que se possa ajustar a dose do remédio.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com a hidroclorotiazida são fraqueza excessiva, tontura, dor na parte superior do estômago, náusea, vômito, calafrio, mãos e pés frios, sangramentos ou hematomas.

A hidroclorotiazida pode causar reações alérgicas graves que necessitam de atendimento médico imediato. Por isso, deve-se interromper o tratamento e procurar o pronto socorro mais próximo ao apresentar sintomas como dificuldade para respirar, tosse, dor no peito, sensação de garganta fechada, inchaço na boca, língua ou rosto, febre ou formação de bolhas na pele. Saiba identificar os sintomas de reação alérgica.

Além disso, deve-se comunicar ao médico caso a pessoa apresente sintomas de desidratação como sensação de muita sede ou calor, dificuldade para urinar, aumento excessivo da produção de suor, confusão, cãibras nas pernas, batimentos cardíacos irregulares, ou formigamento dos braços ou das pernas.

Quem não deve usar

A hidroclorotiazida não deve ser usada por mulheres grávidas ou em amamentação, ou por pessoas que têm doença no fígado, insuficiência renal grave, glaucoma, asma, gota, diabetes ou que tenham dificuldade para urinar.

Além disso, a hidroclorotiazida não deve ser usada por pessoas que têm alergia à hidroclorotiazida ou à antibióticos como sulfas ou penicilina.  

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • DRUGS.COM. Hydrochlorothiazide. 2021. Disponível em: <https://www.drugs.com/hctz.html>. Acesso em 28 Jun 2021
  • HTTPS://DOCS.GOOGLE.COM/GVIEW?URL=HTTPS://UPLOADS.CONSULTAREMEDIOS.COM.BR/DRUG_LEAFLET/BULA-CLORANA-PACIENTE-CONSULTA-REMEDIOS.PDF?1617297902&EMBEDDED=TRUE. Clorana (hidroclorotiazida): comprimidos de 25 e 50 mg. Disponível em: <https://docs.google.com/gview?url=https://uploads.consultaremedios.com.br/drug_leaflet/Bula-Clorana-Paciente-Consulta-Remedios.pdf?1617297902&embedded=true>. Acesso em 28 Jun 2021
  • HERMAN, L. L.; BASHIR, K. IN: STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Hydrochlorothiazide. 2020. Disponível em: <https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28613517/>. Acesso em 28 Jun 2021
  • DINICOLANTONIO, J. J. Hydrochlorothiazide: is it a wise choice?. Expert Opin Pharmacother. 13. 6; 807-14, 2012
Mais sobre este assunto: