Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Dieta para hepatite (com opção de cardápio)

A hepatite é uma inflamação do fígado que gera sintomas como náuseas, vômitos, diarreia, perda de apetite e perda de peso, já que é um órgão que influencia diretamente o estado nutricional.

Esta condição pode interferir na digestão e na absorção de nutrientes, assim como seu armazenamento e metabolismo, podendo resultar na deficiência de vitaminas e minerais e desnutrição proteico-calórico.

Por esse motivo, a dieta deve ser de fácil digestão, baixa de gorduras e preparada de forma simples e sem o uso de condimentos, devendo ser cozinhadas preferencialmente na grelha. Além disso, é importante beber bastante água pra ajudar a limpar o fígado, a menos que seja contraindicado pelo médico.

Dieta para hepatite (com opção de cardápio)

Alimentos permitidos

É importante que durante a hepatite a alimentação seja balanceada, devendo ser consumidos alimentos em pequenas porções várias vezes ao dia, evitando, assim, a perda de peso devido à falta de apetite. Além disso, devem ser ingeridos alimentos de fácil digestão e preparados de forma simples, podendo ser utilizadas ervas aromáticas para dar sabor a comida. Algumas ervas aromáticas são ricas em antioxidantes e favorecem a recuperação do fígado, como sálvia, orégano, coentro, salsa, hortelã, cravo, tomilho e canela.

Os alimentos que podem ser incluídos na alimentação são frutas, vegetais, arroz, macarrão, pão branco, cereais, gelatinas, café, pão francês ou baquete, leite de arroz e tubérculos. No caso das proteínas, o consumo deve ser controlado e deve-se dar preferência às carnes brancas e sem pele, como o frango, peru ou peixes com baixo teor de gordura. No caso dos lácteos, deve-se dar preferência a queijos brancos e baixos em gordura, iogurte natural e leite desnatado.

Alguns alimentos que podem ser incluídos na dieta diária e que favorecem a recuperação do fígado devido às suas propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, depurativas e hepatoprotetoras são acerola, alho, cebola, alcachofra, cardo mariano, alfafa, agrião, cereja, ameixa, açafrão, dente de leão, framboesas, limão, maçã, melão, uvas e tomates.

É importante que a pessoa conheça qual a sua tolerância a determinado tipo de alimento, pois o consumo de alimentos gordurosos ou de difícil digestão em elevada quantidade podem causar diarreia e mal-estar. Em caso de diarreia, é recomendado consumir alimentos cozidos, evitando a ingestão de frutas e vegetais crus.

Opção de cardápio para a Hepatite

A tabela a seguir mostra um exemplo de cardápio de 3 dias de uma dieta hepatoprotetora:

 Dia 1Dia 2Dia 3
Café da manhã1 taça de cereais integrais com leite de arroz + 1 pedaço de mamão

Café com leite desnatado + Ovo mexido com 4 torradas e geleia de frutas natural

1/2 baguete com queijo branco + 1 copo de suco de laranja

Lanche da manhã3 torradas com marmelada de fruta natural1 banana média1 copo de batido de framboesa preparado com iogurte natural
Almoço/ JantarArroz com açafrão e frango misturado com ervilhas, páprica e cenoura90 gramas de peixe branco temperado com alecrim + 1 xícara de cenoura cozida com vagem ou feijão verde + 4 colheres de sopa de purê de batata natural90 gramas de peru + 1/2 xícara de arroz + 1/2 xícara de feijão + salada de alface, tomate e cebola temperada com vinagre e limão
Lanche da tarde1 maçã no forno polvilhada com canela1 iogurte natural com frutas picadas + 1 colher de sopa de aveia1 xícara de gelatina

Em caso de hepatite crônica ou hepatite durante a gravidez, é recomendado que um nutricionista seja consultado para que seja realizada uma avaliação e possa ser indicado um plano nutricional adaptado às necessidades da pessoa.

Além disso, é importante ter cuidado com os suplementos nutricionais, embora às vezes possa ser necessário tomar, principalmente durante a hepatite crônica, devendo ser indicado por um médico ou nutricionista, já que todos são metabolizados pelo fígado.

Alimentos que devem ser evitados

Os alimentos que devem ser evitados durante a hepatite são principalmente os alimentos ricos em gordura, pois na hepatite acontece diminuição na produção de sais biliares, que são substâncias responsáveis por ajudar a digerir as gorduras. Dessa forma, o consumo de alimentos muito gordurosos poderiam causar desconforto abdominal e diarreia.

Assim, os principais alimentos que devem ser evitados são:

  • Carnes vermelhas e frituras;
  • Abacate e frutos secos;
  • Manteiga, margarina e creme de leite;
  • Alimentos embutidos ou industrializados;
  • Alimentos confeccionados com açúcar refinado;
  • Refrigerantes e sucos industrializados;
  • Leite integral, queijos amarelos e iogurtes com açúcar;
  • Tortas, biscoitos, chocolates e petiscos;
  • Cubos para temperar os alimentos;
  • Comidas congeladas e fast food;
  • Molhos, como ketchup, maionese, mostarda, molho inglês, molho de soja e molhos picantes;
  • Bebidas alcoólicas.

Quando a pessoa possui hepatite e dor abdominal como um dos sintomas, pode ser recomendado evitar a ingestão de alimentos que produzem gases, como couve-flor, brócolis e repolho, já que podem aumentar o desconforto abdominal.

Veja mais dicas sobre a alimentação contra hepatite no vídeo a seguir:

DIETA PARA HEPATITE

120 mil visualizações

Bibliografia >

  • ESCOTT Sylvia. Nutrição relacionada ao diagnóstico e tratamento. 6ª. Brasil: Manole, 2011. 473-476.
  • SHILS Maurice. Nutrición en Salud y Enfermedad. 9º. México: Mc Graw Hill, 2006. 1361-1373.
  • ALVES Carlos. Verduras e legumes que curam. 1º. Brasil: Vozes, 2013. 27, 36, 55, 60, 65, 71, 84.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem