Dieta na crise de vesícula: o que comer e o que evitar

Revisão clínica: Tatiana Zanin
Nutricionista
maio 2022

​A dieta para crise de vesícula, que pode acontecer quando existem cálculos biliares, deve ser constituída principalmente por alimentos pouco gordurosos, devendo-se, por isso, reduzir o consumo de frituras e embutidos.

Além disso, também é importante aumentar a ingestão de água, seja na forma de bebida ou de alimentos, já que permite diminuir os sintomas mais comuns da crise, como dor e incômodo abdominal.

A alimentação é um componente fundamental do tratamento durante a crise de vesícula mas não deve substituir o tratamento clínico prescrito pelo médico, que pode incluir o uso de medicamentos.

Alimentos permitidos durante a crise

Durante uma crise de vesícula é aconselhado comer alimentos ricos em água e com pouca, ou nenhuma, gordura, como:

  • Frutas, como maçã, pera, pêssego, abacaxi, melancia, morango, laranja, kiwi, figo, cereja, amora, melão ou framboesa;
  • Vegetais, especialmente cozidos;
  • Aveia e cereais integrais, como arroz, macarrão ou pão integrais;
  • Tubérculos, como batata, inhame, batata doce ou mandioca;
  • Leite e derivados desnatados, dependendo da tolerância de cada pessoa;
  • Bebidas vegetais, como leite de arroz, de amêndoa ou aveia;
  • Carnes magras, como frango sem pele, peixes e peru;
  • Bebidas, como água, sucos naturais e chás.

Além dos alimentos é preciso ter atenção ao tipo de preparação dos alimentos, dando preferência para cozidos, ao vapor e grelhados, porque essas são as formas que não precisam de gordura adicionada. Veja como fazer um remédio caseiro para pedra na vesícula.

O que não comer numa crise de vesícula

Os alimentos que devem ser diminuídos ou evitados durante a crise de vesícula são aqueles que possuem grande quantidade de gordura, já que sua ingestão pode estimular a vesícula a liberar a bile. Assim, os alimentos que não devem ser consumidos durante a crise de vesícula são:

  • Frutas gordurosas como coco, abacate ou açaí;
  • Leite e iogurtes integrais;
  • Queijos amarelos, como parmesão e minas padrão;
  • Manteiga e qualquer outra gordura animal;
  • Carnes gordas, como costeletas, linguiça, mocotó carne de pato ou ganso;
  • Miúdos, como fígado, coração, rim ou moela;
  • Embutidos, como presunto, salsichas ou mortadela;
  • Oleaginosas, como nozes, castanhas, amêndoas ou amendoim;
  • Peixes gordos, como atum, salmão e sardinha;
  • Alimentos industrializados, como chocolate, biscoitos, massa folhada, caldo de carne ou molhos prontos.

Além disso, também se deve evitar o consumo de comida congelada e pré-preparada, como pizzas e lasanhas, além de fast food e bebidas alcoólicas, sendo também muito importante ler o rótulo dos alimentos a serem consumidos e optar por aqueles que possuem menor de teor de gordura.

Algumas pessoas podem identificar outros alimentos, além dos que estão listados, que são responsáveis pelos sintomas da crise de vesícula, sendo importante realizar um diário alimentar em que é indicado o alimento consumido ao longo do dia e os sintomas que surgiram. Isso costuma ser comum em pessoas que possuem dor e gases intestinais, já que o consumo de alguns alimentos pode provocar o aumento de gases e causar desconforto abdominal, "piorando" a dor da crise de vesícula.

Exemplo de cardápio de 3 dias

A tabela a seguir indica uma opção de cardápio para 3 dais que ajuda a aliviar os sintomas

RefeiçãoDia 1Dia 2Dia 3
Café da manhã2 fatias de pão com ovo mexido + 1 copo de suco de laranja2 panquecas médias com doce de fruta + ½ banana1 xícara de café + 1 mingau de aveia
Lanche da manhã1 xícara de gelatina1 copo de suco de melancia1 xícara de gelatina
Almoço / Jantar1 filé de peito de frango grelhado+ 4 colheres de arroz + 1 xícara de vegetais cozidos, como cenoura e feijão verde + 1 maçã1 filé de peixe grelhado com purê de batata + salada de alface, tomate e cebola com um pouco de vinagre balsâmico + 2 fatias de abacaxiMacarrão de abobrinha com carne de peru moída com molho de tomate caseiro + 1 xícara de morangos
Lanche da tarde1 xícara de melão cortado em pedaços1 xícara de pipoca, preparada no microondas e sem gordura1 maçã assada no forno com um pouco de canela

As quantidades incluídas neste cardápio podem variar de acordo com a idade, sexo, histórico de saúde e nível de atividade física da pessoa. Assim, o ideal é que se consulte um nutricionista para realizar uma avaliação completa e elaborar um plano nutricional mais adequado às necessidades de cada pessoa.

Para saber como a alimentação pode aliviar os sintomas de crise na vesícula assista ao vídeo a seguir:

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em maio de 2022. Revisão clínica por Tatiana Zanin - Nutricionista, em maio de 2022.

Bibliografia

  • NATIONAL HEALTH SERVICE (NHS). Dietary advice for gallstones. Disponível em: <https://publicdocuments.sth.nhs.uk/pil3771.pdf>. Acesso em 18 out 2021
  • HEALTHLINK BC BRITISH COLUMBIA. Eating Guidelines for Gallbladder Disease . Disponível em: <https://www.healthlinkbc.ca/hlbc/files/healthyeating/pdf/eating-guidelines-for-gallbladder-disease.pdf>. Acesso em 18 out 2021
Revisão clínica:
Tatiana Zanin
Nutricionista
Formada pela Universidade Católica de Santos em 2001, com registro profissional no CRN-3 nº 15097.

Tuasaude no Youtube

  • Pedra na vesícula: principais sintomas e alimentação ideal

    16:55 | 125528 visualizações