Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Dieta FODMAP: o que é e para que serve

A dieta FODMAP consiste na remoção de alimentos que contêm frutose, lactose, fructo e galacto-oligossacarídeos e álcoois de açúcar, como cenoura, beterraba, maçã, manga e mel, por exemplo, da dieta diária.

Esses alimentos são mal absorvidos no intestino delgado, são altamente fermentados por bactérias da flora intestinal e são moléculas osmoticamente ativas, causando sintomas como má digestão, excesso de gases e diarreia, que podem alternar com períodos de prisão de ventre, inflamação abdominal e cólica, sendo útil principalmente em casos de síndrome do intestino irritável.

Os sintomas do intestino irritável variam de pessoa para pessoa, por isso, é importante que o indivíduo esteja atento e tente identificar quais os alimentos que estão causando desconforto, para removê-los da dieta.

Dieta FODMAP: o que é e para que serve

Lista de alimentos FODMAP

Os alimentos Fodmap são sempre carboidratos e são classificados em 5 grupos, como mostrado na tabela a seguir:

Tipo de FodmapAlimentos NaturaisAlimentos industrializados
Monossacarídeos (frutose)Frutas: maçã, pera, pêssego, manga, feijão verde ou feijão, melancia, conservas, frutas secas, sucos de frutas e cerejas.Adoçantes: xarope de milho, mel, néctar de agave e xarope de frutose, que podem estar presentes em alguns alimentos, como biscoitos, refrigerantes, sucos pasteurizados, geleias, pó de bolo, etc.
Dissacarídeos (lactose)Leite de vaca, leite de cabra, leite de ovelha, nata, queijo ricota e cottage.Creme cheese, soverte, iogurte e outros alimentos que contenham leite.
Fruto-oligossacarídeos (fructans ou FOS)

Frutas: caqui, pêssego, maçã, lichias e melancia.

Leguminosas: alcachofras, aspargos, beterrabas, couve de Bruxelas, brócolis, couve, anis, alho, cebola, ervilha, abelmosco, chalota e chicória de folhas vermelhas.

Cereais: trigo e centeio (em grandes quantidades) e cuscuz.

Alimentos com farinha de trigo, massas em geral com trigo, bolos, biscoitos, ketchup, maionese, mostarda, carnes processadas como salsicha, nuggets, presunto e mortadela.
Galacto-oligossacarídeos (GOS)Lentilha, grão-de-bico, grãos enlatados, feijão, ervilha, grãos integrais de soja.Produtos que contenham esses alimentos
Polióis

Frutas: maçã, damasco, pêssego, nectarina, leitão, pera, ameixa, melancia, abacate e cereja.

Legumes: couve-flor, cogumelos e ervilhas.

Adoçantes: xilitol, manitol, maltitol, sorbitol, produtos com glicerina, eritritol, lactitol e isomalte.

Assim, além de conhecer os alimentos naturalmente ricos em fodmaps, é importante estar atento à lista de ingredientes dos alimentos industrializados, presente no rótulo dos alimentos. Saiba como ler os rótulos.

Alimentos permitidos

Os alimentos que podem ser incluídos nesta dieta são:

  • Cereais sem glúten, como arroz e aveia;
  • Frutas como tangerina, laranja, morango, uvas, framboesas, limão, banana madura e melão;
  • Legumes e verduras, como abóbora, azeitonas, pimentão vermelho, tomate, batata, brotos de alfafa, cenoura, pepino e batata doce;
  • Laticínios sem lactose;
  • Carnes, peixes, ovos;
  • Sementes de chia, linhaça, gergelim, abóbora e girassol;
  • Nozes como amendoim, nozes, castanha do Brasil;
  • Arroz, tapioca, fubá ou amêndoas;
  • Bebidas vegetais.

Além disso, o nutricionista pode considerar o uso de probióticos como um complemento para regular o intestino, uma vez que está comprovado que pessoas que sofrem de síndrome do intestino irritável podem ter um desequilíbrio na microbiota intestinal. Alguns estudos científicos indicaram que o uso de probióticos poderia ajudar a aliviar os sintomas. Saiba mais sobre probióticos.

Como fazer a Dieta FODMAP

Para fazer essa dieta, deve-se retirar os alimentos ricos em Fodmap por um período de 6 a 8 semanas, estando atento para identificar melhoria nos sintomas de desconforto intestinal. Caso não ocorra melhora nos sintomas, a dieta pode ser interrompida após as 8 semanas e deve-se buscar um novo tratamento.

Caso os sintomas melhorem, após as 8 semanas deve-se reintroduzir os alimentos lentamente, começando por 1 grupo de cada vez. Por exemplo, inicia-se introduzindo as frutas ricas em Fodmaps, como maçã, pera e melancia, observando se os sintomas intestinais reaparecem.

Essa reintrodução lenta dos alimentos é importante para que seja possível identificar os alimentos que causam mal estar abdominal, os quais deverão sempre ser consumidos apenas em pequenas quantidades, não fazendo parte da rotina alimentar normal.

Cuidados a ter

A dieta Fodmap pode causar um baixo consumo nutrientes importantes para o organismo, como fibras, carboidratos e cálcio, além de ser necessário excluir alimentos saudáveis durante o período de testes. Assim, é importante que essa dieta seja acompanhada por um médico e um nutricionista, para garantir a boa saúde do paciente.

Além disso, é importante lembrar que essa dieta é eficaz para cerca de 70% dos pacientes com Síndrome do Intestino Irritável, e um novo tratamento deve ser feito para os casos em que a dieta não obteve bons resultados.

Cardápio da dieta FODMAP

A tabela a seguir traz um exemplo de cardápio de 3 dias da dieta Fodmap:

RefeiçãoDia 1Dia 2Dia 3
Café da manhãVitamina de banana: 200 ml de leite de castanhas + 1 banana + 2 col de sopa de aveiaSuco de uva + 2 fatias de pão sem glúten com queijo muçarela e ovo200 ml de leite sem lactose + 1 tapioca com ovo
Lanche da Manhã2 fatias de melão + 7 castanhas de cajuiogurte sem lactose + 2 col de chá de chia1 banana amassada com 1 col de sopa rasa de pasta de amendoim
Almoço/JantarRisoto de arroz com frango e legumes: tomate, espinafre, abobrinha, cenoura e berinjelaMacarrão de arroz com carne moída de patinho e molho de tomate com azeitonas + salada de alface, cenoura e pepinoCozido de peixe com legumes: batata, cenoura, alho poró e couve
Lanche da tardeSuco de abacaxi + bolo de banana com aveia1 kiwi + 6 biscoitos de aveia sem glúten + 10 castanhasVitamina de morango com leite sem lactose + 1 fatia de pão sem glúten com queijo

É importante lembrar que deve-se estar atento para identificar os alimentos que causam o mal estar intestinal, e que esta dieta deve ser seguida por 6 a 8 semanas, de acordo com a orientação do médico ou do nutricionista.

As quantidades incluídas no cardápio variam de acordo com idade, sexo, atividade física e doenças associadas. O ideal é procurar um nutricionista para uma avaliação completa e desenvolver um plano nutricional adequado às necessidades.

Conheça outras formas naturais para eliminar os gases intestinais.

Bibliografia >

  • ROSH Joel; HEITLINGER Leo et al. AM: STARs Clinical GI Challenges in the Adolescent. Official Journal of the American Academy of Pediatrics Section on Adolescent Health. 27. 1; 109-124, 2016
  • LÓPEZ Carmen; CUENCA Noemí. Dieta libre de FODMAPs (Fermentable Oligosaccharides, Disaccharides, Monosaccharides and Polyols) y consumo de probioticos indicados en el síndrome del intestino irritable: a propósito de un caso. Nutrición clínica y dietética hospitalaria. 36. 3; 194-200, 2016
  • GUZMÁN Edson; MONTES Pedro et al. Probióticos, prebióticos y simbióticos en el síndrome de intestino irritable. Acta Médica Peruana. 29. 2; 92-98, 2012
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem