Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Dieta cetogênica para epilepsia

A dieta cetogênica para epilepsia é utilizada especialmente em crianças com dificuldade em controlar as convulsões com medicamentos, mas tem benefícios para todos os epiléticos.

A dieta cetogênica para epilepsia refractaria se mostrou mais vantajosa reduzindo o custo do tratamento, na redução das convulsões assim como na diminuição das doses dos medicamentos. Geralmente a duração da dieta é de 2 a 3 anos.

Na dieta cetogênica para epilepsia infantil a criança fica em jejum no hospital de 24 a 72 horas até se estabelecer o estado de cetose. Depois a dieta é elaborada tendo em consideração que 75% das calorias totais ingeridas vêm da gordura, as proteínas são calculadas para fornecer a ingestão apropriada para o crescimento e os carboidratos preenchem o resto das calorias ingeridas, sendo por isso uma quantidade muito reduzida. É recomendada a suplementação em vitaminas e minerais para que a dieta seja nutricionalmente completa.

Cardápio da dieta cetogênica para epilepsia

Um cardápio da dieta cetogênica para epilepsia pode ser:

  • Café da manhã - 5 g de pão branco (menos de 1/4 de pão) com margarina ou manteiga, ovos mexidos e chá de ervas;
  • Almoço - queijo, presunto, maionese, alface e tomate;
  • Jantar - peru, tomate, ervilha, 1/4 de batata, margarina, maionese.

Como se pode verificar o menu de dieta cetogênica para epilepsia é muito complexo e específico não sendo aconselhado para outras doenças por isso é fundamental o acompanhamento de um nutricionista na elaboração de qualquer dieta a se seguir.

Links úteis:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...