Canabidiol (CBD): o que é, para que serve e efeitos colaterais

O canabidiol, conhecido como CBD, é um medicamento que contém uma substância presente na planta Cannabis e que atua no sistema nervoso central, geralmente sendo utilizado no tratamento de alguns casos de epilepsia. 

Além disso, o canabidiol apresenta possíveis benefícios terapêuticos no tratamento de doenças como ansiedade e doença de Parkinson, doença de Alzheimer e dor crônica. No entanto, ainda não há comprovação suficiente da sua eficácia para que seja indicado para o tratamento dessas doenças em muitos países.

No Brasil, a Anvisa criou uma categoria de medicamentos derivados da Cannabis que podem ser comercializados após aprovação da Agência e atualmente o canabidiol já é vendido no país, sendo necessária a apresentação de receita médica de controle especial.

Para que serve o canabidiol

No Brasil, o canabidiol está aprovado para o tratamento de epilepsia refratária em crianças e adolescentes que não respondem a outras terapias disponíveis, principalmente em casos de síndrome de Lennox-Gastaut, síndrome de Dravet e esclerose tuberosa.

Além da epilepsia, estudos têm sido realizados sobre o benefício do canabidiol em doenças como a doença de Parkinson e Alzheimer, tratamento da dor crônica, ansiedade e em pessoas com câncer, por exemplo. No entanto, não há comprovação suficiente até o momento para recomendar o uso deste medicamento nessas situações.

Além disso, é possível que o canabidiol também tenha outros benefícios e propriedades farmacológicas, como ação analgésica e imunossupressora, podendo ser útil no futuro no tratamento de AVC, diabetes, náusea, distúrbios do sono e do movimento, o que o torna um medicamento com um grande potencial terapêutico. Conheça mais sobre os possíveis benefícios do óleo de canabidiol.

Assista o vídeo seguinte e confira os possíveis benefícios terapêuticos do canabidiol:

Onde comprar

Os medicamentos com canabidiol autorizados pela Anvisa podem ser comprados em farmácias com apresentação de receita médica de controle especial B. No entanto, em alguns casos também pode ser necessária uma declaração de responsabilidade assinada pelo médico.

Além disso, importação de outros produtos à base de Cannabis é possível e pode ser feita por meio da autorização da Anvisa. 

Efeitos colaterais

Os principais efeitos colaterais do canabidiol são:

  • Maior risco de infecções;
  • Sonolência;
  • Insônia;
  • Dor de cabeça;
  • Alteração da apetite;
  • Perda de peso;
  • Diarreia;
  • irritabilidade e agitação.

Estes efeitos tendem a diminuir com o tempo e são mais comuns no início do tratamento. Além disso, o canabidiol também pode afetar o fígado, causando alteração em exames como elevação de enzimas hepáticas, e estar relacionado a pensamentos suicidas.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Manuel Reis - Enfermeiro, em outubro de 2022.

Bibliografia

  • DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO. Resolução CFM nº2.324 de 11 de Outubro de 2022. Disponível em: <https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-cfm-n-2.324-de-11-de-outubro-de-2022-435843700>. Acesso em 17 out 2022
  • BRITCH, Stevie C. et al. Cannabidiol: pharmacology and therapeutic targets. Psychopharmacology (Berl). Vol.238, n.1. 9-28, 2021
Mostrar bibliografia completa
  • STATPEARLS. Cannabidiol (CBD). 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK556048/>. Acesso em 07 jul 2022
  • ORGANIZACIÓN MUNDIAL DE LA SALUD. Cannabidiol (CBD). 2018. Disponível em: <https://www.who.int/medicines/access/controlled-substances/CannabidiolCriticalReview.pdf>. Acesso em 02 jul 2020
  • Cannabidiol Adverse Effects and Toxicity. Current Neuropharmacology. 17. HUESTIS Marilyn; SOLIMINI Renata et al; 974-989, 2019
  • ALZHEIMER´S SOCIETY UK. Cannabis, CBD oil and dementia. Disponível em: <https://www.alzheimers.org.uk/about-dementia/treatments/alternative-therapies/cannabis-cbd-oil-and-dementia#:~:text=Research%20does%20suggest%20that%20high,on%20behavioural%20symptoms%20of%20dementia.>. Acesso em 02 jul 2020
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA (SBP) ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE PSIQUIATRIA (ABP). USO DE CANABIDIOL NA POPULAÇÃO PEDIÁTRICA. 2017. Disponível em: <https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/Nota_Uso-do-Canabidiol-na-populac__a__o-Pedia__trica-SBP-ABP_REVISADO_EM_5_DE_DEZEMBRO_DE_2017_POR_LEONARDO_MARTES_OK.pdf>. Acesso em 23 ago 2019
  • MATOS, R. L. A. et. al.. O Uso do Canabidiol no Tratamento da Epilepsia . Revista Virtual de Química. 9. 2; 2017
  • BEAUFOUR IPSEN FARMACÊUTICA LTDA. MEVATYL. 2017. Disponível em: <http://www.anvisa.gov.br/datavisa/fila_bula/frmVisualizarBula.asp?pNuTransacao=950732017&pIdAnexo=4676126>. Acesso em 23 ago 2019
Revisão clínica:
Manuel Reis
Enfermeiro
Pós-graduado em fitoterapia clínica e formado pela Escola Superior de Enfermagem do Porto, em 2013. Membro nº 79026 da Ordem dos Enfermeiros.

Tuasaude no Youtube

  • Para que serve o CANABIDIOL

    03:11 | 65750 visualizações