Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Primeiros socorros para convulsão

As convulsões são episódios caracterizados pela perda da consciência e desmaio devido a contrações involuntárias de músculos do corpo devido a uma má comunicação entre os neurônios, havendo excesso de atividade elétrica em algumas áreas do cérebro. Após a convulsão a pessoa normalmente não se lembra do que aconteceu e fica desorientada, por isso é importante ajudar a pessoa a se orientar e perceber o que se passou, para que, assim, possa buscar ajuda médica com mais consciência do episódio.

Os episódios convulsivos podem acontecer em algumas pessoas devido a doenças, como por exemplo a epilepsia, mas também pode acontecer devido à falta de açúcar no sangue, abstinência de drogas ou álcool e até mesmo devido à febre alta. Saiba mais sobre a convulsão e por que acontece.

A convulsão pode ser tratada por meio de medicamentos anti-convulsivantes que devem ser recomendados por um neurologista. No entanto, quando a pessoa tem episódios frequentes de convulsão, corre mais risco de engasgar ou sofrer um traumatismo, por exemplo, representando um risco de vida.

Primeiros socorros para convulsão
Primeiros socorros para convulsão
Primeiros socorros para convulsão

O que fazer

Ao notar um episódio convulsivo, os primeiros socorros devem ser:

  • Dar espaço para a vítima;
  • Afastar objetos que possam machucar a vítima, como mesas e cadeiras;
  • Colocar a vítima de lado ou, caso não seja possível, colocar a cabeça dela de lado, sem forçar, para evitar que a pessoa se engasgue com a saliva ou vômito;
  • Limpar o excesso de saliva ou o vômito com um pano limpo;
  • Desapertar as roupas apertadas da vítima, abrindo os botões da camisa e abrindo o cinto;
  • Retirar próteses dentárias e outros objetos que possam dificultar a respiração;
  • Colocar uma proteção entre os dentes, como um pedaço de pano enrolado, para evitar o ranger dos dentes e a mordedura da língua;
  • Ficar junto da vítima até que ela recupere a consciência, explicar o que aconteceu para a pessoa, deixando-a mais orientada e buscar ajudar médica.

Em nenhum caso se deve colocar os dedos dentro da boca da vítima para impedir a queda da língua, pois com a contração muscular a vítima pode involuntariamente morder a mão da pessoa que está realizando os primeiros socorros.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Carregando
...