Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Primeiros socorros para convulsão (crise convulsiva)

As convulsões, ou crises convulsivas, acontecem devido a descargas elétricas anormais no cérebro, que levam à contração involuntária de vários músculos do corpo. Normalmente, as crises convulsivas duram apenas alguns segundos, mas também podem se estender por 2 a 5 minutos e acontecer várias vezes seguidas.

Durante uma crise de convulsão é aconselhado que:

  1. Deite a pessoa no chão, para evitar uma queda durante a crise convulsiva;
  2. Coloque a pessoa deitada de lado, para evitar que possa se engasgar com a própria língua ou com vômito;
  3. Dê espaço para a pessoa, afastando objetos que estejam próximos e que possam causar lesões, como mesas ou cadeiras;
  4. Desaperte roupas apertadas, se possível, principalmente em volta do pescoço, como camisas ou gravatas;
  5. Mantenha a calma e espere que a crise passe.

Os episódios convulsivos podem acontecer em algumas pessoas devido a doenças, como por exemplo a epilepsia, mas também pode acontecer devido à falta de açúcar no sangue, abstinência de drogas ou álcool e até mesmo devido à febre alta. Saiba mais sobre a convulsão e por que acontece.

Geralmente, a convulsão não é grave e não afeta a saúde, no entanto, é importante ir ao hospital para identificar a causa e iniciar o tratamento mais adequado, especialmente se a pessoa ainda não tiver diagnóstico de qualquer doença que possa causar esse tipo de sintoma.

Primeiros socorros para convulsão (crise convulsiva)

O que não se deve fazer

Durante uma crise convulsiva deve-se evitar:

  • Tentar imobilizar a pessoa ou amarrar os membros, pois pode resultar em fraturas ou outras lesões;
  • Colocar a mão na boca da pessoa, assim como objetos ou panos;
  • Dar de comer ou beber até que a pessoa esteja completamente alerta, mesmo que se desconfie de uma diminuição de açúcar no sangue.

Após a convulsão é normal que a pessoa se sinta confusa e não lembre do que aconteceu, por isso também é muito importante não abandonar a pessoa até que recupere completamente a consciência, mesmo que as convulsões já tenham terminado.

Como identificar uma convulsão

O sinal mais típico de uma convulsão é a presença de movimentos bruscos e descontrolados de todo o corpo. No entanto, existem casos em que a pessoa pode apresentar um convulsão sem apresentar esse tipo de contração muscular, dependendo da região do cérebro onde as descargas elétricas estão ocorrendo.

Assim, outros sintomas que podem indicar uma convulsão incluem:

  • Perda da consciência com desmaio;
  • Aumento da produção de saliva;
  • Perda de controlo dos esfíncteres;
  • Olhar ausente ou olhos fixos na parte superior ou lateral.

Além disso, a pessoa também pode ficar apática, deixando de responder mesmo quando se entra em contato direto com ela.

Esta informação foi útil?

Sua opinião é importante! Escreva aqui como podemos melhorar o nosso texto:

Ficou alguma dúvida? Clique aqui para ser respondido.
Verifique o email de confirmação que lhe enviamos.

Bibliografia

  • BAPTISTA, Nelson T. Manual de Primeiros Socorros. 3.ed. Sintra: Escola Nacional de Bombeiros, 2018. 95-97.
  • CDC. Seizure First Aid. Disponível em: <https://www.cdc.gov/epilepsy/about/first-aid.htm>. Acesso em 17 Dez 2020
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Enviar Mensagem