Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Pílula do dia seguinte Diad: como tomar e efeitos colaterais

Diad é uma pílula do dia seguinte utilizada em caso de emergência para evitar a gravidez, após contato intimo sem preservativo, ou quando há suspeita de falha do método anticoncepcional rotineiramente utilizado. É importante salientar que este remédio não é abortivo nem protege contra doenças sexualmente transmissíveis.

O Diad é um medicamento que tem como substância ativa o Levonorgestrel, e para que o remédio possa agir com eficácia, deve ser ingerido o mais cedo possível, até no máximo de 72 horas após o contato íntimo desprotegido. Este remédio é um método de emergência, logo o Diad não deve ser utilizado com frequência, pois pode causar efeitos colaterais, devido a sua alta concentração de hormônio.

Este remédio pode ser obtido em farmácias com um preço médio de 17 reais.

Pílula do dia seguinte Diad: como tomar e efeitos colaterais

Como tomar

O primeiro comprimido de Diad deve ser administrado o mais breve possível após a relação sexual, não ultrapassando 72 horas, pois ocorre diminuição da eficácia quando há demora para o início do tratamento. O segundo comprimido deve ser tomado sempre 12 horas após o primeiro. Se ocorrer vômito dentro de 2 horas após a ingestão do comprimido, deve-se repetir a dose.

Possíveis efeitos colaterais

Os principais efeitos colaterais que podem ocorrer com este medicamento são dor abdominal inferior, dores de cabeça, tontura, cansaço, náuseas e vômito, alteração no ciclo menstrual, sensibilidade nos seios e sangramento irregular.

Veja outros efeitos colaterais que podem ser causados pela pílula do dia seguinte.

Quem não deve usar

A pilula de emergência não pode ser usada em gravidez confirmada ou mulheres em fase de lactação.

Saiba tudo sobre a pílula do dia seguinte

Bibliografia >

  • GENERALITAT VALENCIANA: CONSELLERIA DE SANIT UNIVERSAL I SALUT PÚBLICA. Prospecto del Postinor. 2001. Disponível em: <http://www.san.gva.es/documents/152919/170020/f10a.pdf>. Acesso em 29 Abr 2019
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Anticoncepção de emergência. 2011. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/anticoncepcao_emergencia_perguntas_respostas_2ed.pdf>. Acesso em 14 Nov 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem