Desenvolvimento do bebê - 34 semanas de gestação

Semana de gestação: 34 semanas

Equivale ao mês: 3ª semana do 8º mês

Equivale aos dias: 232 a 238 dias de gestação

Na 34ª semana de gestação, os pulmões do bebê já estão completamente formados, mas ainda estão na fase de amadurecimento, produzindo o surfactante pulmonar, que é uma substância importante para facilitar a troca dos gases respiratórios nos pulmões do bebê após o nascimento. 

Nesta fase da gestação, o bebê já está com mais peso, devido a camada de gordura sobre a pele, que servirá para ajudar a controlar a temperatura do corpo ao nascer. 

Durante essa semana, a mulher pode ter sensação de falta de ar, devido ao aumento do útero que pode causar uma compressão nos pulmões, além de pressionar a bexiga, causando vontade frequente de urinar.

Desenvolvimento do bebê - 34 semanas de gestação

Desenvolvimento do bebê

Na 34ª semana da gestação, os pulmões do bebê estão completamente desenvolvidos, mas ainda continuam amadurecendo e produzindo o surfactante pulmonar, que é uma substância que vai auxiliar a troca de oxigênio durante a respiração após o nascimento. No caso da mulher ter risco de parto prematuro, a partir dessa semana, o obstetra pode recomendar o uso de corticóides para ajudar a amadurecer os pulmões do bebê. Entenda melhor as funções do surfactante pulmonar e quando é indicado o uso de corticóides.  

O bebê já possui uma camada especial de gordura no corpo, chamada gordura marrom, que ajuda a regular a temperatura do corpo fora do útero, após o nascimento, e devido a essa camada de gordura, a pele do bebê tem um aspecto mais liso.

Nesta semana da gestação, o processo de pigmentação da íris, nos olhos, ainda não está completo. Isso só será possível após maior exposição à luz várias semanas após o nascimento. Por isso alguns bebês nascem com olhos claros e depois escurecem, tendo a sua cor definitiva somente após algum tempo.

Tamanho do bebê

O tamanho do feto com 34 semanas de gestação é de cerca de 44.2 centímetros medidos da cabeça aos pés e cerca de 31.1 centímetros da cabeça ao bumbum, sendo equivalente ao tamanho de um abacaxi. 

Mudanças no corpo da mulher

Na 34ª semana de gravidez, o útero já cresceu muito e chega a cerca de 30 cm acima do púbis, de forma que todos os órgãos abdominais se movem para cima causando desconforto e também pode dificultar a respiração, podendo causar sensação de falta de ar. Além disso, a mulher pode sentir vontade frequente de urinar, pois o peso do útero pode causar pressão na bexiga.

Nesta semana da gestação, também pode ocorrer uma sensação mais intensa de dor ou dormência no quadril ao caminhar, que ocorre devido à preparação da região pélvica da mulher para o parto, com o afrouxamento das articulações. Caso o desconforto seja muito grande, deve-se informar ao médico nas consultas, que agora serão mais frequentes.

Cuidados durante a 34ª semana

Na 34ª semana da gestação, alguns cuidados são importantes para ajudar a aliviar os desconfortos que podem surgir como: 

  • Sensação de falta de ar: deve-se mudar de posição tentando ficar o mais reta possível para dar um pouco mais de espaço para os pulmões se expandirem, e dormir deitada do lado esquerdo ajuda a melhorar a circulação, podem ajudar a melhorar esse desconforto. No entanto, se surgir intensa falta de ar, dificuldade para respirar, respiração rápida ou ofegante, dor no peito, lábios ou dedos azulados ou dormência nas mãos ou nos pés, deve-se procurar ajuda médica o mais rápido possível ou o pronto socorro mais próximo;
  • Vontade frequente de urinar: não prender a urina, pois deixar a urina retida na bexiga pode aumentar o risco de infecção urinária.

É importante seguir todas as recomendações médicas durante a gravidez, tomar ácido fólico e os suplementos indicados pelo obstetra, evitar o uso de remédios por conta própria, ingerir pelo menos 8 copos de água por dia, fazer uma alimentação saudável e nutritiva, incluindo frutas, verduras e legumes frescos, e exercícios físicos para ajudar a controlar o aumento de peso. Veja como deve ser a alimentação na gravidez.

A partir dessa semana da gestação, as consultas pré-natais devem ser feitas com maior frequência, a cada 15 dias, até a 36ª semana. 

Principais exames

Na 34ª semana da gestação, caso a mulher ainda não tenha realizado o ultrassom morfológico do terceiro trimestre, deve-se fazer esse exame para avaliar a quantidade de líquido amniótico no útero, acompanhar o crescimento e desenvolvimento do bebê e estimar o tamanho, peso e as medidas da cabeça, abdômen e fêmur do feto. Saiba como é realizado o ultrassom morfológico.

Confirme em que mês da gravidez está inserindo aqui os seus dados:

Erro
help
Imagem que indica que o site está carregando

Sua gravidez por trimestre

Para facilitar a sua vida e você não perder tempo procurando, separamos toda a informação que você precisa por cada trimestre de gestação. Em que trimestre você está?

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • TOLLIN, M.; et al. Vernix caseosa as a multi-component defence system based on polypeptides, lipids and their interactions. Cell Mol Life Sci. 62. 19-20; 2390-9, 2005
  • OYER, C. E.; et al. Reference values for valve circumferences and ventricular wall thicknesses of fetal and neonatal hearts. Pediatr Dev Pathol. 7. 5; 499-505, 2004
  • KISERUD, T.; et al. The World Health Organization Fetal Growth Charts: A multinational longitudinal study of ultrasound biometric measurements and estimated fetal weight. PLoS Med. 14. 3; e1002284, 2017
  • PARDI, Giorgio; CETIN, Irene. Human fetal growth and organ development: 50 years of discoveries. American Journal of Obstetrics and Gynecology. 194. 1088–1099, 2006
  • LINDE, Anders; et al. Fetal movement in late pregnancy – a content analysis of women’s experiences of how their unborn baby moved less or differently. BMC Pregnancy and Childbirth. 16. 127; 1-7, 2016
  • SARR, O.; YANG, K.; REGNAULT, T. R. In Utero Programming of Later Adiposity: The Role of Fetal Growth Restriction. J Pregnancy. 2012. 134758, 2012
  • KOMINIAREK, M. A.; RAJAN, Rajan P. Nutrition Recommendations in Pregnancy and Lactation. Med Clin North Am. 100. 6; 1199-1215, 2016
  • LIDDLE, Sarah D.; PENNICK, Victoria. Interventions for preventing and treating low-back and pelvic pain during pregnancy. Cochrane Database Syst Rev. 2015. 9; CD001139, 2015
Mais sobre este assunto: