Desenvolvimento do bebê - 18 semanas de gestação

Semana de gestação: 18 semanas

Equivale ao mês: início do 5º mês

Equivale aos dias: 120 a 126 dias de gestação

Na 18ª semana de gestação, o ouvido do bebê já está bem desenvolvido, o que permite escutar os batimentos cardíacos da mãe e ouvir sons vindos do meio externo, podendo responder a esses sons com movimentos que podem começar a ser percebidos pela mulher.

Nesta fase da gestação, o sistema nervoso do bebê começa a formar uma camada externa de proteção nas células nervosas, chamada mielina, que permitirá uma melhor comunicação entre as células do corpo e o cérebro. 

Durante essa semana, os sintomas de azia e sensação de queimação começam a diminuir, e a prisão de ventre, hemorróida ou dor nas costas podem continuar. 

Desenvolvimento do bebê - 18 semanas de gestação

Desenvolvimento do bebê

Na 18ª semana da gestação, a cabeça do bebê já está mais proporcional ao tamanho do corpo, as pernas mais alongadas e a orelha bem posicionada ao lado da cabeça. Os ouvidos já funcionam, podendo escutar os batimentos cardíacos, a voz da mãe, o ruído causado pela passagem de sangue pelo cordão umbilical e o meio a sua volta devido ao rápido desenvolvimento do cérebro, que já começa a decifrar sentidos como tato, paladar, olfato, visão e audição.

Os olhos já estão mais sensíveis à luz, fazendo com que o bebê responda com movimentos ativos a estímulos vindos do meio externo, que já podem ser sentidos por algumas mulheres a partir dessa semana. Além disso, o relógio biológico do bebê, que regula o sono e o estado de vigília, começa a se desenvolver e fica mais organizado à medida que o bebê se desenvolve.

O sistema nervoso começa a formar a mielina, uma camada de gordura e proteínas que protege os nervos e os neurônios e ajuda que os sinais entre o cérebro e as células do corpo aconteçam de forma mais rápida.

O intestino e as glândulas digestivas estão se desenvolvendo cada vez mais e o bebê começa a formar o mecônio, que são as primeiras fezes. 

Nesta fase da gestação, as tubas uterinas já estão posicionadas no lugar correto, se for uma menina, já sendo possível confirmar o sexo do bebê pelo ultrassom. 

Tamanho e peso do bebê 

O tamanho do bebê com 18 semanas de gestação é de cerca de 21,2 centímetros, medidos da cabeça aos pés, e cerca de 14,7 centímetros da cabeça ao bumbum, sendo equivalente ao tamanho de um pimentão verde. O peso do bebê nessa semana é cerca de 222 gramas.

Mudanças no corpo da mulher

Na 18ª semana de gravidez, a barriga continua aumentando à medida que o útero se expande para abrigar o bebê em desenvolvimento. Nesta fase, algumas mulheres podem apresentar dor nas costas, pois o crescimento do útero causa uma alteração no formato do corpo e no centro de gravidade, fazendo com que a parte inferior das costas seja puxada para frente, enquanto o abdômen é projetado para fora.

Além disso, o aumento do hormônio relaxina, responsável por afrouxar e relaxar as articulações e os ligamentos do corpo, incluindo os que ligam os ossos pélvicos à coluna, também pode levar ao aparecimento da dor nas costas.

Nesta fase da gestação, os sintomas de azia e sensação de queimação no estômago começam a melhorar, mas a prisão de ventre ou hemorróidas podem continuar.

Cuidados durante a 18ª semana

Na 18ª semana da gestação, alguns cuidados são importantes para ajudar a aliviar os desconfortos que podem surgir como: 

  • Prisão de ventre: beber pelo menos 8 copos de água por dia para manter o corpo hidratado, comer alimentos ricos em fibra como grãos inteiros, frutas e vegetais frescos e praticar exercícios físicos regularmente recomendados pelo médico, ajudam a melhorar os movimentos do intestino, podem ajudar e a aliviar esse desconforto;
  • Hemorróida: fazer banho de assento com água morna, utilizar lenços umedecidos sem perfume ou lavar a região anal após defecar, podem ajudar a aliviar o desconforto da hemorroida. Além disso, não permanecer sentada ou em pé por muito tempo, podem ajudar a diminuir a pressão que a barriga faz sobre o reto e evitar o desenvolvimento da hemorroida. Veja mais dicas de como tratar hemorróida na gravidez
  • Dor nas costas: usar uma cinta de gestante para dar suporte à barriga e às costas, não ficar muito tempo de pé e evitar cruzar as pernas ao sentar, podem ajudar a melhorar a dor nas costas. Além disso, é importante fazer exercícios para alongar e fortalecer a musculatura das costas e da pelve como ioga ou pilates, por exemplo. Confira os melhores exercícios para fazer na gravidez;

Durante toda a gestação é importante realizar as consultas pré-natais, seguir as recomendações médicas, tomar o ácido fólico ou suplementos e fazer atividades físicas recomendados pelo obstetra, pois permitem controlar melhor o peso, melhorar a qualidade do sono e fortalecer a musculatura. 

Além disso, deve-se fazer uma alimentação nutritiva e balanceada, incluindo frutas, verduras e legumes frescos, para garantir o fornecimento de nutrientes essenciais para o desenvolvimento do bebê e ajudar a controlar o aumento do peso durante a gravidez. Saiba mais sobre alimentação na gravidez

Principais exames

A 18ª semana da gestação, é a última semana para para realização da amniocentese, um exame indicado pelo obstetra para grávidas com mais de 35 anos, que possuam histórico na família de doenças genéticas ou que tiveram filho com doença genética, para verificar alterações que possam representar risco para o bebê. Confira todas as indicações da amniocentese e como é feito esse exame

Confirme em que mês da gravidez está inserindo aqui os seus dados:

Erro
help
Imagem que indica que o site está carregando

Sua gravidez por trimestre

Para facilitar a sua vida e você não perder tempo procurando, separamos toda a informação que você precisa por cada trimestre de gestação. Em que trimestre você está?

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • PARDI, Giorgio; CETIN, Irene. Human fetal growth and organ development: 50 years of discoveries. American Journal of Obstetrics and Gynecology. 194. 1088–1099, 2006
  • PAN, Xiaoyue.; et al. Circadian Clock, Time-Restricted Feeding and Reproduction. Int. J. Mol. Sci. 21. 3; 831, 2020
  • GIRARD, Nadine J.; et al. MRI assessment of neonatal brain maturation. Imaging in Medicine. 4. 6; 613–632, 2012
  • CHITAYAT, D.; GLANC, P. Diagnostic approach in prenatally detected genital abnormalities. Ultrasound in Obstetrics & Ginecology. 35. 6; 1-11, 2010
  • LINDE, Anders; et al. Fetal movement in late pregnancy – a content analysis of women’s experiences of how their unborn baby moved less or differently. BMC Pregnancy and Childbirth. 16. 127; 1-7, 2016
  • TAKEDA, Kaname; SHIMIZU, Kiyomi; IMURA, Masumi. Changes in balance strategy in the third trimester. J Phys Ther Sci. 27. 6; 1813-1817, 2015
  • KISERUD, T.; et al. The World Health Organization Fetal Growth Charts: A multinational longitudinal study of ultrasound biometric measurements and estimated fetal weight. PLoS Med. 14. 3; e1002284, 2017
  • OYER, C. E.; et al. Reference values for valve circumferences and ventricular wall thicknesses of fetal and neonatal hearts. Pediatr Dev Pathol. 7. 5; 499-505, 2004
Mais sobre este assunto: