Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Desenvolvimento do bebê - 19 semanas de gestação

Semana de gestação: 19 semanas

Equivale ao mês: 2ª semana do 5º mês

Equivale aos dias: 127 a 133 dias de gestação

Na 19ª semana de gestação, o desenvolvimento do bebê é marcado pela formação da vernix caseosa, uma espécie de cobertura branca sobre a pele e que serve como proteção e hidratação da pele, além de prevenir infecções e regular a temperatura do corpo do bebê.

Nesta fase da gestação, o sistema nervoso do bebê começa a formar áreas especializadas nos sentidos como audição, tato, paladar, olfato e visão. 

Durante essa semana, os sintomas de azia e sensação de queimação geralmente já estão menos intensos e a mulher pode sentir aumento do apetite. No entanto, a dor de cabeça, tontura, sensibilidade na gengiva e dor pélvica podem continuar, e pode surgir um pouco de dificuldade de concentração.

Desenvolvimento do bebê - 19 semanas de gestação

Desenvolvimento do bebê

Na 19ª semana da gestação, começa a se formar a vérnix caseosa sobre a pele do bebê, uma cobertura branca e espessa, semelhante a cera, e que tem a função de prevenir infecções, regular a temperatura corporal, hidratar a pele e proteger a pele do líquido amniótico. Além disso, a vérnix vai atuar como um lubrificante para ajudar o bebê a passar pelo canal vaginal no futuro parto.

Os músculos continuam a se desenvolver e por baixo da pele começa a se formar o tecido adiposo que é uma camada de gordura que armazena energia e vai ajudar a controlar a temperatura do corpo depois do nascimento. 

O cérebro do bebê está formando áreas especializadas separadas que serão responsáveis ​​pelo olfato, paladar, audição, visão e tato. As papilas gustativas começam a formar-se na língua e as células nervosas que já existem aumentam de tamanho e formam conexões mais complexas.

Se for uma menina, ela já possui o sistema reprodutivo estabelecido com órgão genital, útero, trompas uterinas e aproximadamente 6 milhões de óvulos primitivos nos ovários. Quando o bebê nascer, esse número será reduzido para 1 milhão e já não produzirá mais óvulos durante toda a vida.

Nesta fase da gestação, já é possível ver os primeiros fios de cabelo no couro cabeludo do bebê. 

Tamanho do bebê

O tamanho do feto com 19 semanas de gestação é de cerca de 15,8 centímetros, sendo equivalente ao tamanho de uma manga. 

Mudanças no corpo da mulher

Na 19ª semana de gravidez, a mulher pode sentir mais apetite e desejo por determinados alimentos pois, geralmente, os sintomas de azia ou sensação de queimação no estômago já podem estar menos intensos. No entanto, os sintomas de tontura, dor de cabeça, dor pélvica e sensibilidade na gengiva podem continuar. Além disso, pode surgir um pouco de dificuldade de concentração que pode ocorrer devido a dificuldade para dormir.

Nesta fase da gestação, os mamilos ficam mais escuros e é possível que a mulher possua uma linha escura vertical no centro da barriga, chamada linha nigra, que é normal e ocorre devido às alterações hormonais da gravidez. Além disso, algumas mulheres podem desenvolver estrias na barriga devido ao estiramento da pele da barriga em crescimento, que podem causar secura ou coceira na pele.

Cuidados durante a 19ª semana

Na 19ª semana da gestação, alguns cuidados são importantes para ajudar a aliviar os desconfortos que podem surgir como: 

  • Aumento do apetite: fazer pequenos lanches saudáveis durante o dia, incluindo frutas, nozes, queijo e vegetais cortados, que são fáceis de preparar e nutritivos. Além disso, deve-se evitar doces, frituras e junk food pois possuem muitas calorias e não fornecem nutrientes para a mulher e o bebê. Saiba como fazer uma alimentação saudável na gravidez;
  • Tontura: comer a cada 2 ou 3 horas e beber pelo menos 8 copos de água por dia para manter o corpo hidratado. Além disso, deve-se evitar longos períodos em pé e levantar lentamente depois de deitar ou sentar podem ajudar a melhorar a tontura. No entanto, se a tontura não melhorar, ficar mais intensa ou se surgirem sintomas de dor abdominal ou sangramento vaginal, deve-se entrar em contato com o médico imediatamente;
  • Dor de cabeça: relaxar em ambientes tranquilos ou colocar uma compressa fria na testa ou na nuca e deitar, podem ajudar a aliviar o desconforto. Caso a dor de cabeça não melhore, deve-se comunicar ao médico que pode orientar o uso de remédios. No entanto, se a dor de cabeça não melhorar ou for constante, deve-se procurar ajuda médica imediatamente, pois pode ser sinal de pressão alta. Saiba mais sobre dor de cabeça na gravidez;
  • Dor pélvica: manter a boa postura, evitando ficar longos períodos em pé ou sentada e mudar de posição ao deitar podem ajudar a aliviar o desconforto. Além disso, fazer alongamentos leves e movimentos suaves, praticar ioga ou pilates, desde que liberados pelo médico, ajudam a fortalecer a musculatura para suportar as mudanças no corpo durante a gravidez. No entanto, se a dor não melhorar, ou se tiver febre, deve-se entrar em contato com o médico imediatamente;
  • Sensibilidade nas gengivas: usar uma escova de dentes macia, escovando os dentes de forma suave para não machucar a gengiva e passar o fio dental regularmente. Além disso, é recomendado consultar o dentista para avaliar a saúde da boca e dos dentes;
  • Dificuldade de concentração: dormir um pouco mais, deitar mais cedo, praticar atividades relaxantes como ioga ou fazer alongamentos, ajudam a dormir melhor e a reduzir a dificuldade de concentração. Além disso, é importante fazer uma alimentação rica em peixe, sementes e vegetais, pois possuem gorduras boas essenciais para o bom funcionamento do cérebro. Confira a lista de melhores alimentos para o cérebro.
  • Estrias: passar óleo de amêndoas na barriga ou hidratantes próprios para usar gravidez recomendados pelo médico, podem ajudar a aliviar a secura e a coceira associadas à pele esticada.

Durante toda a gestação, é importante seguir as recomendações médicas, realizar as consultas pré-natais, tomar o ácido fólico ou suplementos e fazer atividades físicas recomendados pelo obstetra, pois permitem melhorar a qualidade do sono e a fortalecer a musculatura. 

Além disso, deve-se fazer uma alimentação nutritiva e balanceada, incluindo frutas, verduras e legumes frescos, para garantir o fornecimento de nutrientes essenciais para o desenvolvimento do bebê e ajudar a controlar o aumento do peso durante a gravidez.  

Confirme em que mês da gravidez está inserindo aqui os seus dados:

Erro
help
Imagem que indica que o site está carregando

Sua gravidez por trimestre

Para facilitar a sua vida e você não perder tempo procurando, separamos toda a informação que você precisa por cada trimestre de gestação. Em que trimestre você está?

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • NISHJIMA, Koji; et al. Biology of the vernix caseosa: A review. J Obstet Gynaecol Res. 45. 11; 2145-2149, 2019
  • EICHENFIELD, L. F.; et al. Hair Follicle and Sebaceous Gland Development. Neonatal and Infant Dermatology. Elsevier Health Sciences, 2014.
  • SARR, O.; YANG, K.; REGNAULT, T. R. In utero programming of later adiposity: The role of fetal growth restriction. J Pregnancy. 2012. 134758, 2012
  • DAVIES, S. J.; et al. . Cognitive impairment during pregnancy: A meta‐analysis. Med J Aust. 208. 1; 35-40, 2018
  • SMYTH, A.; et al. Healthy eating and reduced risk of cognitive decline: A cohort from 40 countries. Neurology. 84. 22; 2258-2265, 2015
  • PARDI, Giorgio; CETIN, Irene. Human fetal growth and organ development: 50 years of discoveries. American Journal of Obstetrics and Gynecology. 194. 1088–1099, 2006
  • BLOTT, Maggie. A sua gravidez dia a dia. DK, 2009. 272 -279.
Mais sobre este assunto:

Ajuda
Carregando
...