Dermatose papulosa nigra: o que é, causas, sintomas e tratamento

janeiro 2022

A dermatose papulosa nigra é uma condição da pele caracterizada pelo aparecimento de pequenos pontinhos na pele, chamados de pápulas, de coloração marrom ou preta, principalmente no rosto, pescoço e tronco. Essas pápulas não doem e nem coçam e podem se juntar formando placas maiores de pápulas.

Esta condição é mais comum em pessoas com pele negra e asiáticos e podem acontecer em qualquer idade, no entanto é mais frequente de ser observado em pessoas a partir os 60 anos. A dermatose papulosa nigra está normalmente associada a questões genéticas, no entanto é possível que o seu surgimento esteja associado à exposição solar constante.

Essa situação não representa risco para a saúde e nem causa sinais ou sintomas e, por isso, não é necessário realizar tratamento. No entanto, é possível realizar alguns procedimentos dermatológicos com fins estéticos para remover as pápulas ou melhorar o seu aspecto.

Principais sinais e sintomas

Os sinais e sintomas característicos da dermatose papulosa nigra são o surgimento de múltiplas pápulas, de cor marrom ou preta, arredondadas, planas e superficiais, que não causam dor. Geralmente, numa fase inicial, as lesões apresentam uma superfície lisa e, mais tarde, podem tornar-se ásperas, semelhantes a verrugas ou apresentar um formato filiforme.

Possíveis causas

A dermatose papulosa nigra está normalmente relacionada com fatores genéticos, que podem influenciar o desenvolvimento do folículo pilossebáceo, resultando no aparecimento das pápulas. Dessa forma, é possível que as pessoas que tenham histórico familiar de dermatose papulosa nigra também a desenvolva ao longo do tempo.

Além disso, acredita-se que o aparecimento das pápulas também esteja relacionada com a exposição solar, isso porque aparecem com mais facilidade em regiões do corpo que ficam mais expostas ao sol.

Como é feito o tratamento

A dermatose papulosa nigra não necessita de tratamento porque não causa dor nem desconforto. Porém, por razões estéticas, pode-se consultar um dermatologista e proceder à remoção das pápulas através de diferentes técnicas, como curetagem, laser, excisão, eletrofulguração ou aplicação de nitrogênio líquido, por exemplo.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em janeiro de 2022.

Bibliografia

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA DERMATOLÓGICA. Dermatose papulosa nigra: o que é e como tratar?. Disponível em: <https://www.sbcd.org.br/dermatose-papulosa-nigra-o-que-e-e-como-tratar/>. Acesso em 13 jan 2022
  • LEUNG, Alexander K. C. et. al.. Dermatosis Papulosa Nigra. Enliven Archive: Clinical Dermatology. Vol.1. 5.ed; 2015
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.