Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Dermatofibroma e como eliminar

Outubro 2019

O dermatofibroma, também conhecido por histiocitoma fibroso, consiste numa pequena saliência da pele, benigna, com uma coloração cor-de-rosa, vermelha ou castanha, que resulta de um crescimento e acúmulo de células da derme, geralmente em reação a uma lesão na pele, como um corte, ferida ou picada de inseto, sendo também muito comum em pessoas com o sistema imune comprometido, principalmente em mulheres.

Os dermatofibromas são firmes e têm cerca de 7 a 15 milímetro de diâmetro, podendo aparecer em qualquer parte do corpo, sendo mais comuns nos braços, pernas e costas.

Geralmente, os dermatofibromas são assintomáticos e não necessitam de tratamento, porém, por razões estéticas, muitas pessoas desejam eliminar estas saliências de pele, que podem ser removidas através de crioterapia ou cirurgia, por exemplo.

O que é Dermatofibroma e como eliminar

Possíveis causas

O dermatofibroma resulta de um crescimento e acúmulo de células da derme, geralmente em reação a uma lesão na pele, como um corte, ferida ou picada de inseto, sendo também muito comum em pessoas com o sistema imune comprometido, como pessoas com doenças auto-imunes, HIV, ou que fazem tratamento com remédios imunossupressores, por exemplo.

Os dermatofibromas podem aparecer isolados ou vários ao longo do corpo, chamados de dermatofibromas múltiplos, que são muito comuns em pessoas com lúpus sistêmico.

Quais os sinais e sintomas

Os dermatofibromas apresentam-se como saliências cor-de-rosa, vermelhas ou acastanhadas, que podem aparecer em qualquer parte do corpo, sendo mais comuns nas pernas, braços e tronco. São geralmente assintomáticos, porém, em alguns casos, podem causar dor, coceira e sensibilidade na região.

Além disso, a cor dos dermatofibromas pode-se alterar com o passar dos anos, mas geralmente o tamanho mantém-se estável.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico é realizado através de um exame físico, que pode ser feito com o auxílio de dermatoscopia, que é uma técnica de avaliação da pele com recurso a um dermatoscópio. Saiba mais sobre a dermatoscopia.

Caso o dermatofibroma adquira uma aparência diferente do normal, fique irritado, sangre ou adquira uma forma anormal, o médico pode recomendar a realização de uma biopsia.

Em que consiste o tratamento

Geralmente não é necessário tratamento porque os dermatofibromas não causam sintomas. No entanto, em alguns casos, o tratamento é feito por questões estéticas.

O médico pode recomendar a remoção dos dermatofibromas através de crioterapia com nitrogênio líquido, com injeção de corticoide ou com terapia a laser. Além disso, em alguns casos, os dermatofibromas também podem ser removidos através de cirurgia.

Bibliografia >

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. Dermatofibroma. Disponível em: <https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/dermatofibroma/77/>. Acesso em 08 Out 2019
  • BRITISH ASSOCIATION OFDERMATOLOGISTS. DERMATOFIBROMA (ALSO KNOWN AS HISTIOCYTOMA). 2017. Disponível em: <https://www.bad.org.uk/shared/get-file.ashx?id=78&itemtype=document>. Acesso em 08 Out 2019
  • JUNIOR, Walter Belda et. al.. Tratado de Dermatologia. 2. São Paulo: Atheneu, 2014. 1948-1950.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem