Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é e como tratar a dermatite herpetiforme

A dermatite herpetiforme, também conhecida como doença de Duhring ou dermatite herpetiforme celíaca, é uma doença auto-imune, que provoca a formação de pequenas bolhas na pele que coçam, semelhantes às lesões provocadas pelo herpes.

Embora esta doença possa aparecer em qualquer pessoa, é mais comum em quem sofre com doença celíaca, pois parece estar relacionada com a sensibilidade ao glúten.

A dermatite herpetiforme não tem cura, mas o tratamento com uma dieta sem glúten e o uso antibiótico, nos casos mais graves, ajuda a aliviar os sintomas, permitindo tem melhor qualidade de vida.

O que é e como tratar a dermatite herpetiforme

Principais sintomas

Os sintomas característicos da dermatite herpetiforme incluem:

  • Placas vermelhas com descamação;
  • Pequenas bolhas que coçam muito;
  • Bolhas que estouram facilmente ao coçar;
  • Sensação de queimação nas regiões afetadas.

Além disso, também é muito frequente o surgimento de feridas em volta das bolhas, que surgem por se coçar a pele com muita intensidade.

As regiões mais afetadas geralmente são o couro cabeludo, o bumbum, os cotovelos, os joelhos e as costas e, geralmente, aparecem de forma simétrica, ou seja, aparece em ambos os cotovelos ou ambos os joelhos, por exemplo.

O que causa a dermatite herpetiforme

A possível causa da dermatite herpetiforme é a intolerância ao glúten, pois esta substância ativa o sistema imune, dando origem à formação de imunoglobulina A, uma substância que leva o organismo a atacar as células do intestino e da pele.

Embora pareça ser causada pelo glúten, existem muitos casos de pessoas com dermatite herpetiforme que não apresentam qualquer sintoma intestinal de intolerância ao glúten e, por isso, a causa ainda não foi completamente definida.

Como é feito o tratamento

A forma de tratamento mais utilizada para combater a dermatite herpetiforme consiste em fazer uma dieta sem glúten, devendo-se eliminar, por isso, trigo, cevada e aveia da alimentação. Confira mais orientações sobre como retirar o glúten da alimentação.

Porém, como a dieta demora algum tempo para fazer efeito, o dermatologista também pode indicar o uso de um antibiótico em comprimidos, conhecido como Dspsona, que alivia os sintomas em 1 a 2 dias. Por poder provocar vários efeitos colaterais, como diarreia, náuseas e até anemia, a Dapsona a dose de Dapsona deve ser diminuída ao longo do tempo até se achar a dose mínima capaz de aliviar os sintomas.

No caso de existir alergia à Dapsona, o dermatologista pode receitar o uso de pomadas com corticoides ou o uso de outros antibióticos, como a Sulfapiridina ou o Rituximab, por exemplo.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico normalmente é feito com uma biópsia da pele afetada, na qual o médico retira um pequeno pedaço de pele que será avaliado em laboratório para avaliar se existe a presença de imunoglobulina A no local.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...