Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tratar a depressão infantil

Para tratar a depressão infantil, geralmente, são utilizados medicamentos antidepressivos, como Fluoxetina, Sertralina ou Imipramina, por exemplo, sendo também muito importante a realização de psicoterapia e estímulos à socialização da criança, com participação em atividades recreativas e esportivas. 

As causas da depressão infantil podem estar relacionadas com problemas familiares, como falta de atenção e carinho, separação dos pais, morte de algum parente ou de um animal de estimação, mudança de colégio ou implicância dos colegas da escola, e pode provocar sintomas como tristeza constante, irritabilidade, mau humor, desânimo e mau desempenho na escola. Confira como identificar os sintomas da depressão infantil.

A depressão infantil tem cura se for diagnosticada cedo e o tratamento for iniciado o mais rápido possível. O psiquiatra infantil e/ou psicólogo são os melhores especialistas para fazer o diagnóstico e acompanhar a criança.

Como tratar a depressão infantil

Remédios para depressão infantil

O tratamento com remédios para depressão infantil é feito com medicamentos antidepressivos, como Fluoxetina, Sertralina, Imipramina, Paroxetina ou Citalopram, por exemplo, prescritos pelo psiquiatra infantil. 

A escolha da medicação deve ser individualizada para cada criança, e a opção por um remédio deve estar baseada nos sintomas apresentados e no quadro clínico, após avaliação detalhada. Outras situações que também podem influenciar nesta escolha são a idade, as condições de saúde geral da criança e o uso de outros medicamentos.

Alguns dos efeitos colaterais que podem ser apresentados são dor de cabeça, enjoo, dor abdominal, secura na boca, tontura prisão de ventre, diarréia ou visão turva, e devem ser sempre relatados ao médico para avaliar a possibilidade de alterar a dose ou tipo de medicamento.

Tratamento com psicoterapia 

A psicoterapia, como a técnica de terapia cognitivo-comportamental, é muito importante para o tratamento da criança, pois auxilia a um melhor enfrentamento dos problemas pela criança, e permitindo a criação de melhore hábitos.

Ao longo do tratamento psicoterápico também é importante estimular todo o contexto social da criança com esta síndrome, envolvendo a participação dos pais e professores para manutenção das orientações no dia-a-dia, que são essenciais para ajudar na manutenção do foco e da atenção da criança.

Além disso, para prevenir o aparecimento da depressão infantil os pais devem dar atenção e ser carinhosos com os filhos e fazer com que a criança pratique algum esporte ou atividade, como teatro ou dança, para ajudar a desinibir e ter maior facilidade em fazer amigos, o que são formas de tratamento natural.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...