Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Conheça as principais causas e como evitar o desmaio

Um desmaio pode ser provocado por diversos fatores, como pressão baixa, falta de açúcar no sangue ou estar em ambientes muito quentes, por exemplo. No entanto, em alguns casos, também pode surgir devido a problemas cardíacos ou do sistema nervoso e por isso, em caso de suspeita de desmaio, a pessoa deve deitar-se no chão e colocar as pernas no alto para que fiquem mais altas que o corpo.

O desmaio, que cientificamente é conhecido por síncope, é a perda da consciência que leva à queda e, geralmente, antes de desmaiar surgem sinais e sintomas, como palidez, tontura, suores, visão turva e fraqueza, por exemplo.

Conheça as principais causas e como evitar o desmaio

Causas mais comuns de desmaio

Qualquer pessoa pode desmaiar, mesmo que não tenha nenhuma doença diagnosticada pelo médico. Algumas das razões que podem levar ao desmaio incluem:

  • Pressão baixa, principalmente quando a pessoa se levanta da cama muito rápido, podendo ocorrer sintomas como tonturas, dor de cabeça, desequilíbrio e sono;
  • Estar mais de 4 horas sem comer, podendo ocorrer hipoglicemia, que é a falta de açúcar no sangue e que provoca sintomas como tremores, fraqueza, suores frios e confusão mental;
  • Convulsões, que podem ocorrer devido a epilepsia ou pancada na cabeça por exemplo, e que provoca tremores e leva a pessoa a babar, espumar pela boca ou cerrar os dentes;
  • Consumo excessivo de álcool ou consumo de drogas​;
  • Efeitos colaterais de alguns remédios ou uso de medicamentos em doses elevadas, como remédios para pressão ou antidiabéticos;
  • Calor excessivo, como na praia ou durante o banho, por exemplo;
  • Muito frio, que pode ocorrer na neve;
  • Prática de exercícios físicos durante muito tempo e muito intensamente;
  • Anemia, desidratação ou diarreia intensa, que leva à alteração dos nutrientes e minerais necessários para o equilíbrio do organismo;
  • Ansiedade ou ataque de pânico;
  • Dor muito forte;
  • Bater com a cabeça após uma queda ou pancada;
  • Enxaqueca, que provoca dor de cabeça forte, pressão no pescoço e zumbido nos ouvidos;
  • Permanecer muito tempo em pé, principalmente em lugares quentes e com muitas pessoas;
  • Ao sentir medo, de agulhas ou animais, por exemplo.

Além disso, desmaiar pode ser um sinal de problemas do coração ou doenças cerebrais, como arritmia ou estenose aórtica, por exemplo, pois na maioria dos casos o desmaio é provocado pela redução da quantidade de sangue que chega ao cérebro.

No quadro a seguir, estão referidas as causas mais comuns de desmaio, de acordo com a idade, que pode surgir em idosos, jovens e grávidas.

Causas de desmaio em idosos

Causas de desmaio infantil e em adolescentes

Causas de desmaio na gravidez

Pressão baixa ao acordarJejum prolongadoAnemia
Doses elevadas de remédios, como anti-hipertensores ou antidiabéticosDesidratação ou diarreiaPressão baixa
Problemas cardíacos, como arritmia ou estenose aórticaConsumo de drogas ou uso de álcool em excessoFicar muito tempo deitada de costas ou em pé

No entanto, qualquer uma das causas de desmaio pode ocorrer em qualquer idade ou período da vida.

Como evitar o desmaio

Ao ter a sensação de que se vai desmaiar, e apresentar sintomas como tonturas, fraqueza ou visão embaçada, a pessoa deve deitar-se no chão, colocando as pernas em um nível mais elevado em relação ao corpo, ou sentar-se e inclinar o tronco em direção às pernas, evitar situações estressantes e evitar ficar muito tempo em pé e na mesma posição. Veja outras dicas de como agir em caso de desmaio.

Além disso, para evitar o desmaio, deve-se beber muitos líquidos ao longo do dia, comer de 3 em 3 horas, evitar a exposição ao calor, principalmente no verão, levantar da cama devagar, sentando-se primeiro na cama e registrar as situações que geralmente causam sensação de desmaio, como tirar sangue ou tomar uma injeção e informar o enfermeiro ou farmacêutico dessa possibilidade.

É muito importante evitar o desmaio porque a pessoa pode-se machucar ou fazer uma fratura devido à queda, que ocorre devido à perda de consciência repentinamente.

Quando ir no médico

Normalmente, após um desmaio é necessário ir numa consulta médica para tentar descobrir a causa. Existem casos em que é essencial que a pessoa vá imediatamente no pronto socorro:

  • Se tiver alguma doença, como diabetes, epilepsia ou problemas do coração;
  • Após fazer exercício físico;
  • Caso bata a cabeça;
  • Depois de uma acidente ou queda;
  • Caso o desmaio dure mais de 3 minutos;
  • Se tiver outros sintomas como dor intensa, vômitos ou sonolência;
  • Se desmaia com frequência;
  • Vomitou em muita quantidade ou tem diarreia intensa.

Nestes casos o paciente precisa de ser avaliado pelo médico para verificar se está bem de saúde e, caso necessário fazer exames mais específicos, como exames de sangue ou tomografia, por exemplo. Veja como se preparar para realizar uma tomografia computadorizada.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...