Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como tratar o estrabismo

​O tratamento para estrabismo no adulto normalmente é iniciado com o uso de óculos ou lentes de contato para corrigir dificuldades de visão que podem estar causando ou agravando o estrabismo. Porém, quando este tipo de tratamento não é suficiente, o oftalmologista pode recomendar fazer exercícios oculares uma vez por semana no hospital, e diariamente em casa, para melhorar a coordenação dos músculos e ajudar a focar melhor os objetos.

Já nos casos mais graves, em que não é possível corrigir o estrabismo apenas com o uso de óculos e exercícios oculares, pode ser necessário utilizar cirurgia para equilibrar os músculos dos olhos e corrigir o desalinhamento. Veja em que casos é necessário cirurgia em: Quando fazer a cirurgia para estrabismo.

Quando o tratamento não é feito de forma adequada, na infância, o paciente pode desenvolver ambliopia, que é um problema de visão onde o olho afetado, geralmente, enxerga menos que o outro olho, porque o cérebro cria um mecanismo para ignorar a imagem diferente que chega por esse olho, mas o estrabismo tem cura, principalmente quando é iniciado ainda na infância com o uso de óculos e tapa-olhos.

Estrabismo divergenteEstrabismo divergente
Estrabismo convergenteEstrabismo convergente
Estrabismo verticalEstrabismo vertical

O estrabismo pode ser de 3 tipos: estrabismo divergente, quando o desvio do olho é para fora, ou seja, em direção ao lado do rosto, como na figura 1; estrabismo convergente, quando o olho está desviado em direção ao nariz, como mostra a imagem 2; ou estrabismo vertical, se o olho está com um desvio para cima ou para baixo, como mostra a figura 3.

O que pode causar estrabismo

O estrabismo pode ser causado por defeitos em 3 locais diferentes:

  • Nos músculos que movimentam os olhos;
  • Nos nervos que transmitem a informação do cérebro para os músculos se movimentarem para direita, para esquerda e para cima ou para baixo;
  • Na porção do cérebro que comanda o movimento dos olhos.

Por isso, o estrabismo pode aparecer na criança, quando o problema está relacionado com a falta de desenvolvimento de um destes locais, que acontece com frequência em casos de síndrome de Down ou paralisia cerebral, por exemplo. Já no adulto, pode ficar vesgo de repente devido a problemas como Acidente Vascular Cerebral, traumatismo craniano, ou até uma pancada no olho.

Exemplo de exercício para corrigir o estrabismo

Um bom exercício que ajuda a coordenar os músculos dos olhos e melhorar o estrabismo consiste em:

  1. Colocar um dedo esticado a cerca de 30 cm do nariz;
  2. Colocar um dedo da outra mão entre o nariz e o dedo esticado;
  3. Olhar para o dedo que está mais perto e focar esse dedo até observar o dedo que está mais longe em duplicado;
  4. Movimentar o dedo que está mais perto, lentamente, entre o nariz e o dedo mais afastado, tentando focar sempre o dedo mais próximo para observar o dedo que está mais longe duplicado;

Este exercício deve ser repetido 2 a 3 minutos todos os dias, mas o oftalmologista pode aconselhar outros exercícios para completar o tratamento em casa.

No caso de estrabismo na criança ou no bebê, vejo como deve ser o tratamento: Tratamento para estrabismo infantil.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...