Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

Como tirar espinho da pele

janeiro 2023

Algumas formas simples para tirar espinho da pele, como usar uma pinça, fita adesiva ou pasta de bicarbonato de sódio, podem ajudar a remover o espinho ou farpas da pele, sendo que o método de remoção deve escolhido em função do posicionamento do espinho e da profundidade em que se encontra.

O espinho pode entrar na pele de qualquer parte do corpo, sendo mais comum nos dedos das mãos, ou nos pés, mas também podem ocorrer nos braços, debaixo das unhas ou até na língua, como no caso do espinho de pequi, podendo penetrar superficialmente ou profundamente na pele.

Antes de remover o espinho, é importante lavar bem a pele, com água e sabão, para evitar o desenvolvimento de uma infecção, evitando esfregar, para que o espinho não entre mais profundamente na pele, e após a remoção, deve se fazer uma limpeza da pele com água e sabonete neutro. Caso não se consiga remover o espinho, deve-se ir ao hospital para a remoção pelo médico.

Imagem ilustrativa número 1

Como tirar espinho da pele

Algumas formas de tirar espinhos da pele são:

1. Pinça

Se parte do espinho estiver do lado de fora da pele, pode ser facilmente removido com o auxílio de uma pinça, retirando o espinho na mesma direção em que entrou na pele.

Antes de usar a pinça, é importante lavá-la com água e sabonete, e passar álcool 70% na pinça, para evitar infecções na pele.

A pinça pode ser um bom método para remover espinho da pele ou tirar espinhos de pequi da língua, por exemplo.

2. Fita adesiva

Utilizar um pedaço de fita adesiva, também pode ser uma boa opção para tirar o espinhos pequenos da pele, quando uma parte do espinho se encontra do lado de fora da pele, e a ponta da pinça é muito grossa, não sendo suficiente para segurar e puxar o espinho.

Para isso, deve-se colocar um pequeno pedaço de fita adesiva sobre a pele com o espinho e fazer uma leve pressão. Aguardar elguns minutos, e puxar a fita adesiva no sentido em que o espinho entrou na pele.

2. Pasta de bicarbonato de sódio

A pasta de bicarbonato de sódio é uma forma simples e sem utilizar agulhas ou pinças, que podem tornar o momento ainda mais doloroso, especialmente se o espinho estiver muito profundo, podendo ser feita para usar nas crianças para tirar espinhos ou farpas de madeira do pé, do dedo, ou de outro lugar da pele.

Após algum tempo, o espinho sai sozinho para fora pelo mesmo orifício que entrou, pois o bicarbonato de sódio provoca um ligeiro inchaço da pele que empurra o espinho ou a farpa para fora.

Ingredientes

  • 1 colher (de sopa) de bicarbonato de sódio;
  • Água.

Modo de preparo

Colocar o bicarbonato de sódio numa pequena xícara e ir adicionando lentamente a água, até alcançar uma consistência de pasta. Espalhar sobre o orifício feito pelo espinho e colocar um band-aid ou esparadrapo, para que a pasta não saia do lugar e possa secar em repouso.

Após 24 horas, retirar a pasta e o espinho terá saído da pele. Caso isso não aconteça, pode significar que o espinho ou a farpa podem estar muito profundos na pele e, por isso, é recomendado voltar a aplicar a pasta e esperar mais 24 horas. Se a farpa estiver ligeiramente de fora, pode-se tentar remover com uma pinça antes de usar novamente a pasta de bicarbonato ou ir ao médico.

4. Cola branca

Se o espinho que tem uma parte para fora da pele, não sair facilmente com o auxílio de uma pinça ou fita adesiva, pode-se experimentar aplicar um pouco de cola na região onde o espinho entrou.

O ideal é usar cola branca PVA e deixar secar. Quando a cola estiver seca, deve-se tentar remover com cuidado, no sentido em que o espinho entrou na pele, para que o espinho saia junto.

5. Agulha

Caso o espinho esteja muito profundo e não se encontre à superfície ou esteja coberto por pele, pode-se tentar usar uma agulha para o expôr, perfurando ligeiramente a superfície da pele, mas com muito cuidado e depois de desinfetar tanto a pele, quanto a agulha.

Depois de expôr o espinho, pode-se tentar recorrer a um dos métodos mencionados anteriormente, para eliminar o espinho por completo. Veja quais as pomadas cicatrizantes que pode aplicar depois de remover o espinho da pele.

Quando ir ao médico

É importante consultar o clínico geral nas seguintes situações:

  • Espinho grande que se quebra sobre a pele;
  • Espinhos profundos na pele que não são possíveis de remover em casa;
  • Dor intensa no local em que o espinho entrou na pele;
  • Espinho debaixo da unha.

Além disso, deve-se procurar ajuda médica caso a pessoa apresente sinais de infecção como vermelhidão, dor, inchaço, aumento da temperatura no local da pele afetada, pus, febre ou calafrios, para que seja iniciado o tratamento mais adequado com uso de antibióticos na forma de pomadas ou comprimidos.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em janeiro de 2023.
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.