Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como saber se o nódulo na mama é maligno

Na maioria das vezes, os nódulos na mama não são sinal de câncer, sendo apenas uma alteração benigna que não coloca a vida em risco. No entanto, para confirmar se um nódulo é benigno ou maligno a melhor forma é fazer uma biópsia, que consiste em retirar um pedaço do nódulo para ser avaliado em laboratório, de forma a identificar se existem células cancerígenas.

Este tipo de exame pode ser pedido pelo mastologista e, normalmente, é feito assim que surgem alterações na mamografia que podem indicar câncer de mama.

No entanto, através do autoexame da mama, a mulher também pode identificar algumas características que podem levá-la a desconfiar de um nódulo maligno. No entanto, nesses casos, é igualmente recomendado ir ao mastologista para fazer os exames necessários e confirmar se realmente existe risco de câncer.

Como saber se o nódulo na mama é maligno

Características de nódulo maligno

Embora não seja uma forma precisa de identificar um nódulo maligno, a palpação da mama pode ajudar a identificar características de câncer, que incluem:

  • Caroço irregular no seio;
  • Caroço duro como uma pequena pedra;
  • Alterações na pele da mama, como aumento da espessura ou alteração da cor;
  • Um seio parece muito maior que o outro.

Nestes casos, deve-se ir ao mastologista para fazer uma mamografia e, se necessário, fazer uma biópsia, de forma a confirmar se de fato se tratar de um nódulo maligno e iniciar o tratamento adequado.

Já a dor na mama, não significa que o nódulo é maligno, estando mais facilmente relacionada com alterações hormonais, embora existam casos em que a mulher pode sentir dor quando o câncer está muito avançado.

Saiba mais sobre os sinais que deve estar atenta durante o autoexame da mama.

Como tratar o nódulo

Quando existe um nódulo, mas o médico acha que não existem sinais de malignidade na mamografia, o tratamento pode ser feito apenas com mamografias regulares a cada 6 meses, para avaliar se o nódulo está crescendo. Se estiver crescendo, existe um maior risco de ser maligno e, aí, pode ser pedida uma biópsia.

No entanto, se a malignidade for confirmada com a biópsia, é iniciado o tratamento para câncer que varia de acordo com o grau de desenvolvimento, mas que pode incluir cirurgia, quimioterapia ou radioterapia, para eliminar as células cancerígenas.

Entenda mais sobre como é feito o tratamento do câncer de mama.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...