Como preparar o peito para amamentar

Revisão médica: Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
julho 2022

Durante a gravidez os seios preparam-se naturalmente para a amamentação, uma vez que acontece o desenvolvimento dos ductos mamários e das células produtoras de leite, além de haver maior irrigação sanguínea no local, fazendo com que os seios cresçam ao longo da gestação.

Apesar de ser um processo natural, o preparo do seio para amamentar por meio da adoção de alguns cuidados simples, como lavar os seios apenas com água e massageá-los, e certificar-se do posicionamento e pega corretos do bebê na mamada, podem evitar problemas como as rachaduras ou fissuras no mamilo.

Em caso de dificuldade para preparar o peito para amamentar, é possível consultar um obstetra, pediatra ou outros profissionais especializados em aleitamento materno para uma avaliação e maior orientação quanto às medidas a serem adotadas.

Desta forma, para preparar o seio para a amamentação, é importante:

1. Lavar o seio só com água

Os seios e os mamilos devem ser lavados apenas com água e secos cuidadosamente após o banho. Assim, o uso de sabonetes ou cremes não é recomendado, porque os mamilos têm uma hidratação natural que deve ser mantida durante a gravidez e estes produtos podem removê-la, aumentando o risco de rachaduras nos mamilos.

Uma dica para manter os mamilos hidratados e evitar rachaduras, é usar o próprio leite como hidratante após as mamadas.

2. ​Usar um sutiã próprio

Durante a gravidez, é recomendado usar um sutiã que seja confortável, de algodão, que tenha alças largas e uma boa sustentação. Também é importante que o sutiã não machuque os seios e que estes possam ficar totalmente dentro do sutiã. 

Além disso, o sutiã de amamentação pode ser usado a partir do terceiro trimestre para a grávida já se habituar e aprender a utilizá-lo, antes de usar pela primeira vez.

3. Tomar sol nos mamilos todos os dias

É recomendado tomar cerca de 15 minutos de sol por dia sobre as mamas, preferencialmente  antes das 10h da manhã ou depois das 16h da tarde, pois isto ajuda a prevenir as rachaduras nos mamilos e a candidíase mamilar. Além disso, é importante o uso do filtro solar nos seios, exceto nas aréolas e nos mamilos. Entenda melhor o que é a candidíase mamilar e o seu tratamento.

4. Massagear os seios

Antes de cada mamada, é recomendado massagear toda a mama realizando movimentos circulares, principalmente sobre as regiões mais endurecidas, caso existam. A massagem ajuda a preparar o seio para a amamentação, tornando o leite mais fluido e estimulando a produção do hormônio ocitocina, que favorece a saída do leite.

Além disso, quando o mamilo estiver mais tenso, fazer a ordenha da mama após a massagem até que um pouco de leite apareça no mamilo ajuda a descida do leite. A ordenha pode ser feita pressionando cuidadosamente a base da mama entre os dedos indicador e polegar e movendo-os na direção do mamilo.

Algumas vezes, mamilos invertidos podem podem ser estimulados para que fiquem virados para fora, facilitando a amamentação. Para isso, é possível utilizar uma seringa e depois fazer uma massagem, rodando os mamilos. Saiba como amamentar com mamilos invertidos.

5. Arejar os mamilos

É importante arejar os mamilos várias vezes durante o dia, pois isto permite que a pele respire, prevenindo o aparecimento de fissuras ou infecções fúngicas. 

Outros cuidados com os seios

O posicionamento correto do seio para a mamada também é importante para evitar desconforto e prevenir fissuras ou rachaduras nos mamilos. É importante que boa parte do mamilo esteja dentro da boca do bebê durante a amamentação. 

Além disso, quando a pega está correta não há dor, o lábio inferior do bebê está virado para fora, seu queixo está tocando a mama e é possível ver pequena parte do mamilo acima da sua boca.

Outros cuidados importantes com os seios incluem:

  • Não usar pomadas, cremes hidratantes ou outros produtos na aréola ou mamilo;

  • Não esfregar os mamilos com uma esponja ou toalha;

  • Não fazer ducha nos mamilos;

  • Não extrair leite com as mãos ou uma bomba durante a gestação.

Estes cuidados devem ser mantidos durante toda a gravidez e amamentação, pois previnem possíveis lesões nos mamilos. Veja como solucionar os problemas mais comuns da amamentação.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Jonathan Panoeiro - Neuropediatra, em julho de 2022. Revisão médica por Drª. Sheila Sedicias - Ginecologista, em fevereiro de 2016.

Bibliografia

  • BURNS, Dennis A. R. et al. Tratado de Pediatria da Sociedade Brasileira de Pediatria . 4.ed. Barueri, SP: Editora Manole, 2017. 328-338.
  • SINGH, Nilanchali. Breast Stimulation in Low-Risk Primigravidas at Term: Does It Aid in Spontaneous Onset of Labour and Vaginal Delivery? A Pilot Study. Biomed Res Int. 2014
Mostrar bibliografia completa
  • JOHNSON, Teresa S; STRUBE, Karen. Breast Care During Pregnancy. Journal of Obstetric, Gynecologic & Neonatal Nursing. Vol.40, n.2. 144-148, 2011
Revisão médica:
Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
Médica mastologista e ginecologista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2008 com registro profissional no CRM PE 17459.