Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Mudanças e Cuidados com os seios na gravidez

​Os cuidados com os seios durante a gravidez devem ser iniciados logo que a mulher descobrir que está grávida e têm como objetivo diminuir a dor e o desconforto devido ao seu crescimento, preparar os seios para a amamentação e prevenir o aparecimento de estrias.

No decorrer da gravidez os seios se modificam para se prepararem para a amamentação, ficando maiores, mais pesados e doloridos. Além disso, a auréola fica mais escura e sensível e as veias dos seios ficam mais salientes, sendo importante ter vários cuidados.

Mudanças e Cuidados com os seios na gravidez

Principais alterações nas mamas na gravidez 

As principais alterações e os cuidados necessários são:

1. Seios ficam doloridos ou sensíveis

Com o aumento do peso, crescimento da barriga e início da produção de leite materno é normal os seios ficarem maiores e um pouco doloridos ou mais sensíveis. Normalmente essa sensação se inicia na 8ª semana de gestação, mas em algumas mulheres pode surgir mais tarde, dependendo do crescimento da mama.

  • O que fazer para aliviar: Uma ótima solução é usar um sutiã de sustentação durante o dia e a noite, pois ele ajuda a suportar o peso e o volume dos seios.  O sutiã deve ser, preferencialmente, de algodão, ter alças largas, sustentar bem os seios, não ter ferro de sustentação e é importante que, à medida que os seios crescerem, a grávida aumente o tamanho do sutiã. A partir do terceiro trimestre, a gestante poderá usar um sutiã de amamentação para se habituar, pois deverá usá-lo depois do bebê nascer.

2. Auréola fica mais escura 

Devido às mudanças hormonais e ao aumento da vascularização sanguínea nas mamas é normal que as auréolas fiquem mais escuras que o normal. Essa nova coloração deve permanecer durante toda amamentação, mas volta ao normal depois que o bebê parar de mamar exclusivamente no peito. 

3. Bolinhas em volta da auréola ficam mais salientes

Algumas mulheres apresentam bolinhas em volta de toda auréola, estas bolinhas são na verdade os tubérculos de Montgomery, um tipo de glândula produtora de gordura que é muito necessária na amamentação para proteger a pele da mamãe. Durante a gravidez e amamentação é normal que estas pequenas glândulas estejam mais salientes, não sendo nada preocupante. 

4. Podem surgir estrias

O aumento rápido das mamas na gravidez pode levar ao surgimento de estrias que causa também uma certa coceira na pele. 

  • O que fazer para evitar as estrias: Deve passar um creme para estrias nos seios, no mínimo 2 vezes por dia, evitando passar na aréola e no mamilo. Existem boas marcas que podem ser encontradas nas farmácias ou drogarias, mas também aplicar também o óleo de amêndoa doce é uma boa estratégia, mas também existe uma boa receita caseira. Saiba como fazer e usar este creme caseiro em: Tratamento caseiro para estrias.

5. O colostro aparece

No 3º trimestre de gestação, especialmente nas últimas semanas ou dias de gravidez, se a mulher pressionar o mamilo de forma adequada poderá observar a presença de pequenas gotinhas de leite, que é na verdade, o colostro, um leite riquíssimo que tem tudo o que o bebê recém nascido precisa para se alimentar nos primeiros dias. Depois de alguns dias o leite vai se tornando mais forte e vem em maior quantidade, ficando mais branco e menos aquoso. 

6. Veias ficam mais evidentes 

A vascularização dos seios se tornam mais evidentes porque com o crescimento das mamas a pele estica muito e deixa as veias mais evidentes. Estas podem ter uma cor esverdeada ou azul, sendo completamente normal. 

Como preparar os seios para amamentar

Para preparar os seios para a amamentação, a grávida deve:

  • Tomar 15 minutos de sol por dia nos mamilos: A gestante deve tomar sol até às 10h ou depois das 16h, colocando filtro solar nos seios, exceto nas aréolas e nos mamilos, ajudando a prevenir as rachaduras nos mamilos e a tornar a pele mais resistente a fissuras durante a amamentação. Uma ótima alternativa para as gestantes que não podem tomar sol é usar uma lâmpada de 40W a 30 cm de distância dos mamilos;
  • Lavar os mamilos e as aréolas apenas com água: a grávida deve evitar produtos de higiene, como sabonetes, pois retiram a hidratação natural dos mamilos, aumentado o risco de rachaduras nos mamilos;
  • Deixar os mamilos expostos ao ar o máximo de tempo possível: é importante pois assim a pele fica mais íntegra e saudável, prevenindo fissuras e infecções fúngicas que podem surgir na amamentação.
Mudanças e Cuidados com os seios na gravidez
Mudanças e Cuidados com os seios na gravidez

Uma outra dica para preparar os seios para a amamentação é massagear os seios 1 ou 2 vezes por dia, a partir do 4º mês de gestação, pois a massagem ajuda a deixar o mamilo mais saliente para a amamentação, facilitando a sucção do leite pelo bebê.

Para fazer a massagem, basta segurar no seio com as duas mãos, uma em cada lado, e fazer pressão da base até ao mamilo, cerca de 5 vezes, e depois repetir, mas com uma mão em cima e outra embaixo do seio, como mostra a imagem.

Saiba mais sobre o crescimento das mamas na gravidez.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...