Como saber se o alimento está estragado

O consumo de alimentos estragados podem trazer consequências para a saúde, pois podem conter microrganismos ou toxinas que podem levar ao desenvolvimento de uma infecção ou intoxicação alimentar, em que pode haver dor e desconforto abdominal, diarreia, gases, vômitos, febre e fraqueza, havendo também risco de desidratação.

Assim, para saber se o alimento está estragado ou próprio para o consumo, é importante observar algumas características, além do prazo de validade, como:

  • Cheiro;
  • Cor;
  • Consistência;
  • Aparência.

Para garantir a maior durabilidade do produto durante o seu prazo de validade, é importante que o alimento seja armazenado adequadamente, pois, caso contrário, poderá estragar mais rapidamente, como é o caso do leite e derivados, por exemplo. Saiba como guardar adequadamente os alimentos.

Como saber se o alimento está estragado

Algumas orientações para saber se o alimento está estragado e, consequentemente, não deve ser consumido são:

Refeições prontas e sobremesas

A aparência viscosa, alteração da cor e o cheiro forte são indicativos de que a comida ou sobremesa está estragada, o que pode acontecer mesmo dentro da geladeira. Assim, caso seja verificada alteração no cheiro e/ ou viscosidade, é recomendado jogar a refeição ou sobremesa fora, assim como o seu recipiente deve ser lavado com água, detergente e um pouco de água sanitária ou cloro para que se desinfetado corretamente para uso posterior.

Carnes cruas

A principal característica a ser observada nas carnes cruas é a cor, que passa a ter cor mais cinzenta, verde ou azulada quando está estragada, além de também poder ter um cheiro mais intenso. Pressionar um pouco a carne com um dedo também ajuda a identificar a integridade do alimento, pois quando está viscosa e não deve ser consumida, a carne não volta ao normal quando a pressão para.

Peixe cru ou cozido

No caso dos peixes cru ou cozido, é importante ter atenção ao cheiro, que fica mais intenso quando está estragado. Além disso, o peixe pode apresentar uma coloração marrom ou amarelada e os olhos do peixe, quando inteiro, ficam opacos, sendo sinal de que o peixe está estragado e não deve ser consumido.

Ovo

Uma forma de avaliar se o ovo está próprio para o consumo, sem que seja necessário quebrá-lo, é fazer o teste do copo com água: colocar o ovo em um copo cheio de água e se o ovo ficar no fundo, está bom para comer, porém, se flutuar, está estragado. A duração média dos ovos é de até 21 dias após a postura, o que pode ser observado na sua caixa.

Frutas

Para saber se a fruta está estragada, é importante avaliar a sua aparência, podendo a fruta apresentar regiões mais macias, ficar um pouco enrugada, com coloração diferente da normal ou apresentar furinhos em sua superfície, o que significa nesse caso que pode haver um inseto na fruta.

No entanto, em alguns casos apenas um pedaço da fruta está estragado, podendo o resto ser consumido sem prejuízos para a saúde.

Verduras, legumes e vegetais

Para saber se as verduras, legumes e vegetais estão estragados, é importante avaliar a cor, cheiro e aparência. As folhas quando estão estragadas costumam ficar mais amareladas e mais moles, sendo também sinal de que os nutrientes foram perdidos.

Nos casos dos legumes e vegetais, além de alteração na cor e no cheiro, é também possível verificar alteração na sua aparência, podendo ficar mais moles, sendo também sinal de que estão estragados.

Queijos

Para saber se o queijo está estragado é importante observar a sua cor e textura, no entanto é importante também levar em consideração o tipo de queijo. Isso porque alguns queijos duros, mesmo que estejam com bolor, podem ser consumidos após retirar a parte estragada, mas queijos pastosos não devem ser consumidos se estiverem secos, esverdeados ou com bolor.

Leite e laticínios: Sentir o cheiro

O principal sinal indicativo de que o leite está estragado é o cheiro azedo, o que pode acontecer mesmo que o leite fique armazenado na geladeira. Além disso, em alguns casos, quando se joga o leite fora, é possível observar uma cor mais esverdeada.

O que acontece ao comer um alimento estragado

Ao comer algum alimento que esteja impróprio para o consumo pode acontecer uma intoxicação ou infecção alimentar devido à presença de toxinas ou de microrganismo, respectivamente, no alimento, resultando no aparecimento de alguns sintomas como:

  • Dor e desconforto abdominal;
  • Cólica intestinal;
  • Gases e arrotos;
  • Diarreia;
  • Febre;
  • Náuseas, enjoo e vômito;
  • Fraqueza;
  • Olhos mais fundos, o que pode ser sinal de desidratação.

O sintomas podem surgir após minutos, horas ou poucos dias após o consumo do alimento estragado, sendo importante que a pessoa tenha uma alimentação leve e de fácil digestão e beba bastante líquidos durante o dia. O uso de medicamentos antidiarreicos é contraindicado.

Esta informação foi útil?
Atualizado por Equipe Tua Saúde - em Novembro de 2021. Revisão clínica por Tatiana Zanin, Nutricionista - em Novembro de 2021.
Mais sobre este assunto: