Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é a recuperação após retirada da mama

A recuperação após retirada da mama inclui o uso de remédios para aliviar a dor, a execução do curativo e a realização de exercícios para que o braço do lado operado se mantenha móvel e com força, pois é comum retirar a mama e as ínguas da axila.

Geralmente, a maioria das mulheres que fizeram mastectomia, que é a cirurgia para remoção da mama ou parte dela devido a câncer, recuperam bem após o procedimento e não desenvolvem complicações e, normalmente a recuperação demora entre 1 mês a 2 meses.

No entanto, a mulher pode precisar fazer outros tratamentos, como radioterapia e a quimioterapia, além de ser essencial receber apoio psicológico da família e participar de sessões de psicoterapia, para aprender a lidar com a ausência da mama. Saiba mais sobre a mastectomia.

Como é a recuperação após retirada da mama

Recuperação após a cirurgia

Depois da cirurgia, o internamento no hospital dura entre 2 a 5 dias e, o pós-operatório da mastectomia pode causar dor no peito e no braço, cansaço e revolta. 

1. Como aliviar a dor

Como é a recuperação após retirada da mama

Após a remoção da mama, a mulher pode sentir dor no peito e no braço com a sensação de dormência, que pode diminuir com o uso de remédios analgésicos.

Além disso, a mulher pode ter dor fantasma logo após a cirurgia e permanecer durante os meses seguintes, causando coceira, pressão e desconforto e, nesse caso, é preciso adaptar-se à dor e, por vezes, tomar anti-inflamatórios.

2. Quando tirar o dreno

Como é a recuperação após retirada da mama

Depois da cirurgia, a mulher fica com um dreno na mama ou axila, que é um recipiente para fazer drenagem do sangue e líquidos acumulados no corpo, que normalmente é removido antes da alta.

No entanto, a mulher pode ter de ficar com ele até 2 semanas, mesmo estando em casa e, nesses casos é necessário esvaziar o dreno e registrar diariamente a quantidade de liquido. Leia tudo sobre o dreno.

3. Como tratar a cicatriz

Como é a recuperação após retirada da mama

Após a mastectomia é normal a mulher ficar com uma cicatriz sobre o peito e axila, que vai depender do local e tamanho do tumor.

O curativo só deve ser trocado por indicação do médico ou enfermeiro e, normalmente ocorre ao final de 1 semana e, durante esse período, não se deve molhar nem machucar o curativo, para evitar sinais de infeção, como vermelhidão, calor ou saída de liquido amarelo, por exemplo, devendo mantê-lo seco e coberto até a pele estar totalmente cicatrizada.

Na maioria dos casos, a sutura é feita com pontos que são absorvidos pelo corpo, porém, no caso de grampos, estes devem ser removidos ao final de 7 a 10 dias no hospital e quando a pele está totalmente cicatrizada, deve-se hidratar a pele diariamente com um creme, como Nívea ou Dove, mas só após recomendação do médico.

4. Quando usar sutiã

Como é a recuperação após retirada da mama

O sutiã só deve ser colocado apenas quando a cicatriz estiver totalmente cicatrizada, podendo ocorrer ao final de 1 mês.

Além disso, caso a mulher ainda não tenha feito a reconstituição da mama, existem sutiãs com enchimento ou prótese, que dão um contorno natural à mama.

5. Exercícios para mexer o braço do lado afetado

Como é a recuperação após retirada da mama
Como é a recuperação após retirada da mama
Como é a recuperação após retirada da mama

A recuperação da mastectomia inclui fazer exercícios diariamente para mobilizar o braço do lado da mama que foi removida, para evitar que o braço e ombro fiquem rígidos.

Inicialmente, os exercícios são muito simples e podem ser feitos na cama, porém, após retirar os pontos e drenos estes passam a ser mais ativos e devem ser indicados pelo médico ou fisioterapeuta segundo a gravidade da cirurgia. Alguns bons exercícios incluem:

  • Levantar os braços: a mulher deve segurar em cima da cabeça, com os braços esticados, uma barra durante 5 segundos;
  • Abrir e fechar os cotovelos: a mulher deve entrelaçar as mãos atrás da cabeça e,abrir e fechar os braços, apontando os cotovelos para o teto e baixando em direção ao colchão da cama;
  • Arrastar os braços na parede: a mulher deve ficar de frente para a parede e colocar as mãos na mesma, devendo arrastar os braços na parede até subir acima da cabeça.

Estes exercícios devem ser feitos diariamente e devem se repetidos 5 a 7 vezes, ajudando a manter a mobilidade do braço e ombro da mulher.

Recuperação nos meses após a cirurgia

Depois da cirurgia, a mulher vai precisar de manter algumas recomendações médicas para recuperar totalmente.

O local operado e a outra mama devem ser observados todos os meses e é importante estar atento a alterações na pele e aparecimento de caroços, que devem ser ditos logo ao médico. Por isso, esteja atento aos sintomas do câncer de mama.

1. Cuidar do braço do lado da remoção da mama

Como é a recuperação após retirada da mama

Depois da cirurgia a mulher deve evitar movimentos que exijam mexer muito o braço do lado que a mama foi retirada, como conduzir. Além disso, não deve fazer movimentos repetitivos, como aspirar, engomar ou nadar.

Assim, durante a recuperação, a mulher precisa de ajuda da família para fazer as tarefas domesticas e a higiene pessoal.

Além disso, a mulher que fez remoção da mama, não deve tomar injeções ou vacinas, nem fazer tratamentos no braço do lado da remoção, além de ter muito cuidado para não machucar esse braço, pois as ínguas desse lado são menos eficientes.

2. Dar apoio emocional

Como é a recuperação após retirada da mama

Recuperar de uma mastectomia pode ser difícil e emocionalmente deixar a mulher frágil, por isso, é muito importante o apoio de amigos e familiares. Além disso, é importante que a mulher conheça a experiência de outras pessoas que já fizeram a mesma cirurgia para ganhar força.

3. Quando fazer reconstrução da mama

Como é a recuperação após retirada da mama

A reconstrução da mama pode ser feita em simultâneo com a mastectomia ou uns meses depois, com a colocação de prótese de silicone, de gordura corporal ou com retalho muscular. A data mais indicada depende do tipo de câncer e deve ser decidido com o cirurgião.

Veja mais sobre como é feita a reconstrução mamária.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem