Como alisar o cabelo em casa: técnicas e cuidados essenciais

Revisão clínica: Bruna Ribeiro
Especialista em Estética Avançada
março 2022

A técnica de alisamento capilar pode ser realizada em casa ou no salão de beleza por um profissional qualificado. Na maioria dos casos são usados produtos que promovem o alisamento temporário dos fios, como é o caso de cosméticos à base de formol ou amônia, mas também podem ser feitos procedimentos que selam o fio e dão um aspecto mais liso, como é o caso da escova ou da chapinha.  

É ainda possível encontrar na farmácia alguns produtos que alisam o cabelo, como cremes que contêm queratina e aminoácidos em sua composição, e que são mais seguros do que as escovas progressivas com formol ou amônia. Os produtos que contêm formol são geralmente encontrados apenas em linhas profissionais e, por isso, é recomendado buscar a orientação de um cabeleireiro com experiência e que oriente sobre o melhor produto para cada tipo de cabelo. Veja como é feita a escova progressiva de aminoácido

Independente da técnica usada, existem alguns cuidados que devem ser tomados antes e após o alisamento, para que tenha um efeito mais duradouro e não danifique o cabelo, como por exemplo, o uso de protetor térmico para os fios, que protege contra a ação do calor intenso da chapinha, ou a hidratação do cabelo para mantê- lo com aspecto saudável e com brilho.

Para que o cabelo tenha um aspecto mais liso, existem algumas técnicas que podem ser realizadas em casa. Essas opções são:

1. Alisamento natural

Alguns cremes são capazes de dar um aspecto mais liso ao cabelo, de forma natural. Uma ótima solução é aplicar uma máscara de queratina nos cabelos, pois o creme promove brilho, diminui o frizz e o volume do cabelo, além de hidratar profundamente os fios. 

Porém, como essas máscaras não apresentam formol em sua composição, ele não consegue alisar totalmente os fios, e, por isso, seu resultado é pouco duradouro, o que significa que quanto maior o número de lavagens, mais as chances do cabelo voltar ao seu aspecto natural. Ainda assim, as máscaras de queratina são uma ótima forma de deixar o cabelo mais liso em situações em que não se pretende utilizar nenhum produto químico, além de tratar o cabelo profundamente. Veja ótimas opções de hidratação para cabelo.

Como usar: aplicar a máscara por todo o cabelo e deixar agir por 20 minutos. Em seguida, lavar o cabelo com shampoo e condicionador, deixando os cabelos secarem naturalmente.

2. Com chapinha ou escova

O alisamento com chapinha ou escova é uma técnica de alisamento temporária, que usa o calor para alisar o fio e deixá-lo com menos volume e frizz. O efeito provocado pela alta temperatura tende a durar apenas até a próxima lavagem e pode ser alterado quando entra em contato com a umidade do ar, a chuva ou a transpiração, revertendo a seu estado inicial.  

Para alisar o cabelo com chapinha ou escova, é necessário ter certos cuidados porque, devido à alta temperatura, pode danificar os fios de cabelo. 

Como usar: separar o cabelo em mechas pequenas e aplicar um protetor térmico, sobre cada mecha, antes de utilizar a chapinha, pois vai proteger o fio e neutralizar o efeito do calor. Em seguida, passar a chapinha ou escova, no máximo, 5 vezes sobre o cabelo, para não queimar os fios e danificar a sua estrutura. Outro cuidado importante é garantir que o cabelo esteja bem seco, antes de passar a chapinha.  

A chapinha deve ser usada, apenas 2 vezes por semana e, após o seu uso, é indicado aplicar um reparador de pontas no comprimento e nas pontas do cabelo, para ajudar a fechar a cutícula do fio.  

3. Com produtos químicos

A maneira mais eficiente de alisar o cabelo é recorrer a produtos químicos, como aqueles que são utilizados no salão de cabeleireiro. Existem diversas opções: 

  • Escova progressiva de aminoácido, que não contém formol, mas ajuda a reestruturar o fio e, por isso, contribui para manter o cabelo com menos volume por mais tempo. 
  • Escova marroquina, que contém em sua composição argila, óleo de cacau, queratina, colágeno e apenas 0.2% de formol, que é a quantidade permitida pela Anvisa. Além de deixar o cabelo mais hidratado e com aspecto mais sedoso e macio, promove um alisamento capilar que pode durar até 6 meses, dependendo do número de lavagens. 

O formol é uma substância química presente em vários protocolos de alisamento capilar que promove o alisamento mais duradouro dos fios, porém esta substância foi proibida em concentrações superiores a 0,2%, por representar riscos para a saúde, como alergia, intoxicação e irritações, quando aplicado no couro cabeludo ou inalado. Por isso, sempre que possível, o recomendado deve ser utilizar produtos sem formol. Saiba mais sobre os riscos do formol para a saúde.

Como usar: o passo a passo para aplicação do produto químico na cabelo é: 

  1. Utilizar uma toalha sobre os ombros, um protetor de orelha de silicone, por exemplo, e evitar aplicar o produto diretamente no couro cabeludo, para  evitar efeitos indesejáveis durante o procedimento, como ardência e vermelhidão;
  2. Aplicar o produto sobre os cabelos limpos, secos ou úmidos, utilizando a ajuda de um pente fino;
  3. Deixar o produto agir por, no máximo, 20 minutos;
  4. Aplicar o secador ou chapinha, para selar o fio;
  5. Lavar bem o cabelo, para remover todo o produto;
  6. Aplicar o neutralizante, para equilibrar o pH do cabelo e finalizar o processo. 

A aplicação de produtos químicos para alisar o cabelo pode ser feita em casa, mas é um procedimento mais complexo que pode levar até 2 horas. Dessa forma, normalmente é indicado este tipo de alisamento seja feito por um profissional com experiência. 

Cuidados antes e após o alisamento

Existem alguns cuidados que são fundamentais para fortalecer o cabelo e manter a integridade do fio, antes e após qualquer tipo de alisamento, principalmente quando se utiliza produtos químicos. Esses cuidados incluem: 

  • Realizar um teste do produto químico, com uma mecha e aguardar por 15 minutos. Caso o cabelo não apresente alteração em sua estrutura, o procedimento está liberado para o uso;
  • Respeitar um intervalo de, no mínimo, 6 meses para a realização de um novo procedimento químico;
  • Realizar o procedimento em um local seguro e arejado, pois a inalação do formol causa irritação severa nos olhos, nariz, mucosas e trato respiratório superior e pode causar prejuízo tanto para quem aplica o produto quanto para quem está fazendo o alisamento.

Ao utilizar a chapinha ou escova, é importante proteger o cabelo contra o calor intenso, por isso recomenda-se o uso de um sérum ou óleo de proteção térmica.

Além disso, depois de qualquer técnica utilizada para alisar o cabelo é recomendado não fazer outros tratamentos ou procedimentos no cabelo nos 3 meses seguintes, como tinturas, por exemplo, para que o cabelo possa recuperar sua estrutura e hidratação. 

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em março de 2022. Revisão clínica por Bruna Ribeiro - Especialista em Estética Avançada, em março de 2022.

Bibliografia

  • MORO, J. et al. Qualitative and quantitative evaluation of formaldehyde in cosmetic products for hair straightening. Revista de Ciências Farmacêuticas Básica e Aplicada. Vol. 36 . Issue 4; p517-523, 2015
  • ABREU, F. L; CAIXETA B, D. Active pharmaceuticals ingredients of hair straightening and their mechanisms of action. Revista Eletrônica de Farmácia. Vol. 13. Issue 2; p56-63, 2016
Revisão clínica:
Bruna Ribeiro
Especialista em Estética Avançada
Bruna Ribeiro dos Santos é enfermeira especialista em Estética Avançada pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino (IBRAPE).