Babosa no cabelo: para que serve e como usar

A babosa é uma planta que possui vários benefícios para o cabelo, como prevenir a queda dos fios, remover o excesso de oleosidade do couro cabeludo, hidratar os fios, facilitar o crescimento do cabelo, proteger contra os danos causados pelos raios solares, ou auxiliar no tratamento da caspa ou de micoses do couro cabeludo.

A parte utilizada da babosa para o cabelo é o gel de dentro das duas folhas, devendo-se ter atenção para não usar a a casca da folha da babosa, que tem efeitos tóxicos. Antes de usar o gel da babosa é importante fazer um teste de alergia, passando um pouco do gel no dorso da mão e aguardar por cerca de 2 horas. No caso da pele ficar vermelha ou irritada, não é recomendado o uso do gel de babosa para o cabelo. 

A babosa pode ser comprada em lojas de produtos naturais, farmácias de manipulação e algumas feiras livres e mercados. Além disso, esta planta pode ainda ser facilmente cultivada em casa, pois não precisa de cuidados especiais.

Para que serve

A babosa possui propriedades hidratantes, anti-inflamatórias, antioxidantes, cicatrizantes, antifúngica e protetoras dos raios solares, sendo normalmente indicada para uso no cabelo nas seguintes situações:

1. Tratar a queda de cabelo

A babosa ajuda na produção de colágeno e, por isso, ajuda a fixar melhor os fios de cabelo no couro cabeludo. Além disso, por possuir minerais e água, fortalece todo o fio, tornando-o mais forte e menos quebradiço.

2. Promover o crescimento do cabelo

A babosa ajuda a remover as células mortas do couro cabeludo, devido a presença de enzimas na sua composição, além conter vitaminas, como vitamina A, B1, B2, B6, C e E, minerais, como o cálcio, e ácido fólico que ajudam a nutrir, hidratar e fortalecer as fibras do cabelo.

Dessa forma, a babosa ajuda o cabelo a crescer de forma mais rápida e mais forte.

3. Controlar a oleosidade do cabelo

A babosa é rica em enzimas, como as lipases, que ajudam a quebrar a gordura ou sebo presente no couro cabeludo, ou restos de produtos aplicados no cabelo, diminuindo a oleosidade do couro cabeludo e da haste dos fios, o que ajuda a controlar e combater a oleosidade do cabelo, sem prejudicar os fios. 

4. Combater os fios secos e quebradiços

Devido as vitaminas presentes na sua composição, a babosa ajuda a promover uma renovação celular e o crescimento saudável do cabelo, conferindo maior elasticidade aos fios, o que ajuda a combater os fios secos e quebradiços.

5. Reduzir a inflamação do couro cabeludo

A babosa possui propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e cicatrizantes, que ajudam a combater a inflamação do couro cabeludo, a acalmar a pele e aliviar sintomas como os sintomas de coceira e irritação no couro cabeludo, causados por micoses ou dermatites.

6. Combater a caspa

A babosa ajuda a eliminar células mortas da pele do couro cabeludo, além de promover a hidratação, reduzir a inflamação da pele, sendo uma boa opção de remédio caseiro para combater a caspa.

7. Proteger contra os raios ultravioletas

A babosa possui propriedades antioxidantes que podem ajudar a proteger os fios de cabelo dos danos causados pela radiação ultravioleta do sol. Além disso, devido sua capacidade hidratante e vitaminas presentes na sua composição, a babosa ajuda a manter os fios saudáveis.

Como usar

A babosa pode ser usada no cabelo de diversas formas, que incluem:

1. Hidratante de babosa com óleo de coco

O hidratante de babosa com óleo de coco pode ser usado para ajudar a estimular o crescimento do cabelo e a fortalecer os fios, tornando-os menos quebradiços.

Ingredientes

  • 2 colheres (de sopa) de gel de babosa;
  • 2 colheres (de sopa) de óleo de coco.

Modo de preparo

Colocar os ingredientes em um recipiente de vidro limpo e seco e misturar bem. Em seguida, aplicar sobre todo o cabelo. Deixar atuar por 10 a 15 minutos e depois remover com água fria e shampoo. Este processo apenas deve ser repetido 1 vez por semana.

2. Gel de babosa

O gel de babosa pode ser usado para inflamações ou micose no couro cabeludo, por exemplo.

Ingredientes

  • 2 folhas de babosa.

Modo de preparo

Lavar as folhas de babosa, cortar ao meio e retirar o gel de dentro da folha, colocando dentro de um recipiente limpo e seco. Em seguida, umedecer uma toalha limpa ou uma gaze com o gel e passar no couro cabeludo cerca de 3 vezes ao dia, cerca de 3 vezes ao dia. 

3. Máscara de babosa com clara de ovo

A máscara de babosa com clara de ovo pode ser usado para estimular o crescimento do cabelo e fazer uma hidratação profunda.

Ingredientes

  • 2 a 3 colheres de sopa do gel interior das folhas da babosa;
  • 2 claras de ovo;

Modo de preparo

Misturar bem os ingredientes e aplicar sobre o cabelo, garantindo que as raízes fiquem bem cobertas. Esperar 5 minutos e remover com água fria e shampoo. Confira outras dicas para o cabelo crescer mais rápido.

4. Babosa com iogurte

A babosa com iogurte pode ser usada para combater a caspa, devido a sua capacidade de remover as células mortas da pele do couro cabeludo.

Ingredientes

  • 2 colheres (de sopa) de gel de babosa;
  • 2 colheres (de sopa) de iogurte natural;
  • 1 colher (de sopa) de mel.

Modo de preparo

Misturar os ingredientes e usar a mistura para massagear o couro cabeludo por cerca de 15 minutos e, depois, deixar repousar por 30 minutos. Por fim, lavar o cabelo com uma shampoo anti caspa. Esta máscara deve ser feita apenas 1 vez por semana.

5. Spray de babosa

O spray de babosa ajuda a hidratar os fios do cabelo, podendo ser aplicado diariamente ou após a lavar os cabelos, por exemplo.

Ingredientes

  • 1/2 xícara de gel de babosa;
  • 1/2 xícara de água.

Modo de preparo

Em um frasco de spray limpo e seco, adicionar os ingredientes e misturar bem. Em seguida, borrifar o spray de babosa nos fios de cabelo e deixar secar naturalmente. Pode-se usar diariamente ou sempre que necessário.

Outros benefícios da babosa

Além de ser uma ótima aliada para a saúde do cabelo e da pele, a babosa também pode ser usada para tratar problemas como dor muscular, queimaduras, feridas, gripe, insônia, pé de atleta, inflamações, prisão de ventre e problemas digestivos.

Confira como usar a babosa para obter todos os seus benefícios.

Quem não deve usar babosa

A babosa não deve ser usada por via oral, mas somente sobre a pele do couro cabeludo ou nos fios de cabelo. Além disso, não deve ser usada por pessoas que t~em alergia a essa planta medicinal, sendo por isso importante fazer o teste de alergia antes do seu uso.

Além disso, crianças, mulheres grávidas ou em amamentação devem evitar seu uso.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Manuel Reis - Enfermeiro, em novembro de 2022.

Bibliografia

  • GUO, X.; MEI, N. Aloe vera: A review of toxicity and adverse clinical effects.. J Environ Sci Health C Environ Carcinog Ecotoxicol Rev. 34. 2; 77-96, 2016
  • VARPE, B. D.; et al. Aloe vera Compositions Used for Medicinal Applications: A Patent Review (2013-till 2020). Recent Pat Food Nutr Agric. 86. 6; 1318-1334, 2022
Mostrar bibliografia completa
  • RODRIGUES, D.; et al. Mechanism of Aloe Vera extract protection against UVA: shelter of lysosomal membrane avoids photodamage. Photochem Photobiol Sci. 15. 3; 334-50, 2016
  • GAO, Y.; et al. Biomedical applications of Aloe vera. Crit Rev Food Sci Nutr. 59. 1; S244-S256, 2019
  • SÁNCHEZ, M.; et al. Pharmacological Update Properties of Aloe Vera and its Major Active Constituents. Molecules. 25. 6; 1324, 2020
  • HAMMAN, J. H. Composition and Applications of Aloe vera Leaf Gel. Molecules. 13. 8; 1599–1616, 2008
  • NATIONAL KIDNEY FOUNDATION. Aloe vera juice, is it good or bad for kidney failure?. Disponível em: <https://www.kidney.org/es/blog/ask-dietitian/aloe-vera-juice-it-good-or-bad-kidney-failure#:~:text=According%20to%20the%20NIH%3A%20%22aloe,consuming%20any%20aloe%20vera%20juice.>. Acesso em 01 fev 2021
  • DE AQUINO Eronita. Nutrição & Fitoterapia: Tratamento alternativo através das plantas. 2º. Brasil: Vozes, 2011. 72-75.
  • QADIR, M. Imran. Medicinal and Cosmetological Importance of Aloe vera. International Journal of Natural Therapy. Vol.2. 21-24, 2009
  • KUMAR, K. P. Sampath et al.. Aloe vera : A Potential Herb and its Medicinal Importance . Journal of Chemical and Pharmaceutical Research. Vol.1. 21-27, 2010
  • PERIASAMY, Gomathi et al.. Cosmetic use of aloe vera - a review. World Journal of Pharmacy and Pharmaceutical Sciences. Vol.3. 442-449, 2014
Revisão clínica:
Manuel Reis
Enfermeiro
Pós-graduado em fitoterapia clínica e formado pela Escola Superior de Enfermagem do Porto, em 2013. Membro nº 79026 da Ordem dos Enfermeiros.