Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como usar a Clorela para Emagrecer

A chlorella, ou clorela, é uma microalga verde de alga doce que possui um elevado valor nutritivo por ser rica em fibras, proteínas, ferro, iodo e vitaminas do complexo B e C. Além disso, é rica em clorofila, sendo, portanto, o seu consumo benéfico para a saúde.

O nome científico dessa alga é Chlorella vulgaris e é indicada para melhorar e estimular o sistema imune, baixar o peso e combater diversos problemas gastrointestinais e doenças degenerativas, além de ser indicada para pessoas vegetarianas e vegana devido às suas propriedades nutricionais.

A chlorella pode ser comprada em lojas de produtos naturais, em algumas farmácias de manipulação ou online.

Como usar a Clorela para Emagrecer

Benefícios da Clorela

O consumo de chlorella proporciona diversos benefícios para a saúde, como por exemplo:

  1. Favorece o ganho de massa muscular, já que 60% dessa alga é constituída por proteínas e contém BCAA;
  2. Previne a anemia e as cãibras, já que é rica em vitamina B12, ferro, vitamina C e clorofila, que é favorece a produção de glóbulos vermelhos no sangue;
  3. Melhora da pele e os cabelos, por ser rica em beta-caroteno e vitamina C, estimulando a produção de colágeno e prevenindo o aparecimento de rugas;
  4. Redução da inflamação, pois contém ômega-3;
  5. Desintoxicação do organismo, pois a ajuda a eliminar metais pesados do organismo;
  6. Redução do colesterol LDL, pois contém niacina, fibras e antioxidantes, inibindo a formação das placas ateroscleróticas na artéria;
  7. Estimulação do sistema imune, pois é rica em beta-glucanos, que atuam como antioxidantes, além de estarem relacionados a efeitos antitumorais e anticancerígenos;
  8. Controle da pressão arterial alta, por conter nutrientes como arginina, cálcio, potássio e ômega-3, que ajudam a relaxar os vasos sanguíneos.
  9. Ajuda a controlar o açúcar no sangue e melhorar a resistência à insulina em pessoas que possuem fígado gordo.

Além disso, a chlorella é considerada uma das maiores fontes de clorofila, sendo esta uma substância que proporciona alguns benefícios para a saúde, como curar feridas, úlceras e hemorroidas, regular a menstruação e melhorar a diabetes e asma.

A chlorella também produz uma molécula chamada luteína, que ajuda a prevenir e tratar a degeneração macular, pois possui propriedades anti-cataratas.

É importante lembrar que os benefícios da clorela só são obtidos quando esta alga é consumida na forma de suplemento, pois a alga in natura não é digerida pelo intestino.

Informação nutricional

A informação nutricional da chlorella varia de um suplemento para outro, já que depende do tipo de alga e de como foi cultivada, no entanto, de forma geral os valores são os seguintes:

ComponentesQuantidade em 100 g de Chlorella
Energia326 calorias
Carboidratos17 g
Lipídios12 g
Fibra12 g
Proteínas58 g
Vitamina A135 mg
Carotenoides857 mg
Vitamina D600 µg
Vitamina E8,9 mg
Vitamina K122,1 µg
Vitamina B23,1 µg
Vitamina B359 mg
Ácido fólico2300 µg
Vitamina B1250 µg
Biotina100 µg
Potássio671,1 mg
Cálcio48,49 mg
Fósforo1200 mg
Magnésio10,41 mg
Ferro 101,3 mg
Selênio36 µg
Iodo1000 µg
Clorofila2580 mg

Conheça também outra alga com excelentes propriedades para a saúde, a spirulina.

Como consumir

A chlorella pode ser consumida na forma de comprimidos, cápsulas ou pó, no entanto não há uma dose diária recomendada, porém recomenda-se que o seu consumo seja entre 6 e 10 g por dia.

Quando em forma de pó, pode-se adicionar a chlorella em sucos naturais, água ou batidos. Quando em cápsulas, caso seja para baixar o peso, deve-se ingerir entre 1 a 2 cápsulas por dia juntamente com a refeição, no entanto é importante ler o rótulo do alimento e as instruções do fabricante. Além disso, é importante que o consumo de chlorella seja acompanhado por uma dieta hipocalórica e realização de atividade física.

Efeitos colaterais

O consumo da chlorella na dose recomendada pode provocar alteração da cor das fezes, que passam a ficar esverdeadas, devido a quantidade de clorofila que a alga possui. No entanto, esse efeito não possui consequências para a saúde.

Quando consumida em excesso, a chlorella pode causar diarreia, náuseas, vômitos, coceira e erupções na pele.

Contraindicações

Não são conhecidas contraindicações da clorela, no entanto, mulheres grávidas, em fase de aleitamento, crianças ou pessoas que possuem o sistema imunológico comprometido devem consultar um nutricionista antes de iniciar a ingestão de chlorella.


Bibliografia

  • EXAMINE.COM. Chlorella. Link: <examine.com>. Acesso em 30 Set 2019
  • RANI Komal et al. A comprehensive review on chlorella- its composition, health benefits, market and regulatory scenario. The Pharma Journal. 7. 7; 584-589, 2018
  • REZENDE Hércules. Chlorella vulgaris as a Source of Essential Fatty Acids and Micronutrients: A Brief Commentary. The Open Plant Science Journal . 10. 92-99, 2017
  • EBRAHIMI-MAMEGHANI Mehrangiz et al. Glucose homeostasis, insulin resistance and inflammatory biomarkers in patients with non-alcoholic fatty liver disease: Beneficial effects of supplementation with microalgae Chlorella vulgaris: A double-blind placebo-controlled randomized clinical trial. Clinical Nutrition. 36. 4; 1001-1006, 2017
  • OX NATURE. 100% ORGANIC HAINAN CHLORELLA POWDER 100G: Propiedades Nutritivas. Link: <www.oxnature.com>. Acesso em 01 Out 2019
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem