Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Cloridrato de Ciclobenzaprina: Para que serve e Como tomar

O Cloridrato de Ciclobenzaprina é um remédio relaxante muscular que atua diminuindo os espasmos musculares que causam as dores e as dificuldades para se movimentar, sem afetar a capacidade de se movimentar. 

Esse medicamento tem como nomes comerciais: cizax, miosan, mirtax, muscular e miofibrax, por exemplo, mas só pode ser comprado com receita médica.

Para que serve

O Cloridrato de Ciclobenzaprina  pode ser indicado pelo médico para combater torcicolos, e em caso de fibromiagia, lombalgia, periartrite, dor aguda de origem muscular, espasmos musculares e rigidez muscular. Esse medicamento também pode ser usado como coadjuvante para alívio dos sintomas, quando é necessário fazer fisioterapia ou ficar de repouso.

Cloridrato de Ciclobenzaprina: Para que serve e Como tomar

Como tomar

Tomar 1 comprimido de 20 a 40 mg de Cloridrato de Ciclobenzaprina diariamente, ou a cada 6 ou 12 horas, durante um período de 2 ou 3 semanas. A dose máxima do medicamento por dia é de 60 mg.

Efeitos Colaterais 

Os efeitos colaterais mais comuns são sonolência, tontura e boca seca. No entanto, também podem surgir outros sintomas como  fadiga, cefaleia, confusão, diminuição da acuidade mental, irritabilidade, nervosismo, dispepsia, dor abdominal, refluxo gastroesofágico, constipação, diarreia, náuseas, sabor desagradável na boca, visão embaçada, faringite, infecção das vias aéreas superiores e diminuição da força. 

Contraindicações

O cloridrato de ciclobenzaprina não deve ser usado por mulheres grávidas ou em fase de lactação, e também em caso de problemas no coração, em fase aguda pós-infarto do miocárdio,  arritmias cardíacas, bloqueios ou distúrbios de condução ou insuficiência cardíaca congestiva, hipertireoidismo, glaucoma, retenção urinária ou hipersensibilidade a qualquer produto da fórmula. Também não deve ser usado por pessoas que fazem uso de remédios  inibidores da monoaminoxidase (IMAO) ou que suspenderam seu uso há menos de 14 dias. 

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar