Cisto no cérebro: tipos, sintomas causas e tratamento

O cisto no cérebro é um tipo de tumor que normalmente é benigno e que pode estar preenchido por líquido, sangue, ar ou tecidos, podendo aparecer ao nascimento ou se desenvolver ao longo da vida.

Este tipo de cisto normalmente é silencioso, e, por isso, na maior parte dos casos, só é identificado por algum exame de imagem de rotina, como tomografia computadorizada. No entanto, também existem casos em que o cisto acaba pressionando regiões do cérebro, fazendo com que surjam sintomas como alteração da visão, dor de cabeça ou tonturas, por exemplo.

Após a identificação do cisto, o neurologista faz acompanhamento com tomografias ou ressonâncias magnéticas periódicas para verificar se há aumento de tamanho. Quando cisto de torna muito volumoso ou causa sintomas, o médico pode indicar sua remoção através de cirurgia.

Cisto no cérebro: tipos, sintomas causas e tratamento

Tipos de cisto cerebral

Existem diferentes tipos de cisto, dependendo da região do cérebro em que se formam:

  • Cisto aracnóide: é um cisto congênito, ou seja, que está presente desde o nascimento e que é formado pelo acúmulo de líquido entre as membranas que recobrem o cérebro e a medula espinhal;
  • Cisto epidermoide e dermoide:  são tipos semelhantes de cisto, também formados por alterações durante o desenvolvimento do feto no útero da mãe, e são preenchidos por células dos tecidos que formam o cérebro;
  • Cisto coloide : este tipo de cisto se localiza dentro dos ventrículos cerebrais, que são locais onde se produz o líquido que envolve o cérebro. Um sintoma comum deste tipo de cisto é o aparecimento de dor de cabeça em determinadas posições do corpo;
  • Cisto Pineal: é o cisto que se forma na glândula pineal, uma importante glândula que controla a função de alguns hormônios, especialmente melatonina e serotonina.

Geralmente, os cistos são benignos, mas, em alguns casos, podem também ser um câncer. Para avaliar esta possibilidade, são feitos exames de ressonância para acompanhamento e exames de sangue para avaliar inflamação no corpo.

O que pode causar o cisto

A principal causa de cisto cerebral é congênita, ou seja, já é formado durante o desenvolvimento da criança no útero da mãe. Entretanto, outras causas podem contribuir para a formação do cisto, como uma pancada na cabeça, em consequência de um AVC ou de uma doença degenerativa, como o Alzheimer, ou, até, por infecções do cérebro.

Principais sintomas

Geralmente, o cisto é assintomático e não causa complicações, mas, se crescer muito e comprimir outras estruturas do cérebro, pode provocar sintomas, como:

  • Dor de cabeça;
  • Crises convulsivas;
  • Tontura;
  • náuseas ou vômitos;
  • Alterações do sono;
  • Perda da força;
  • Desequilíbrio;
  • Alterações da visão;
  • Confusão mental.

Estes sintomas podem ser provocados pelo seu tamanho, localização ou pela formação da hidrocefalia, que é o acúmulo de líquido no cérebro, já que o cisto pode obstruir a drenagem do líquido que circula na região. 

Como é feito o tratamento

Quando o cisto é pequeno, não aumenta de tamanho e não causa sintomas ou desconfortos, o neurologista faz apenas o acompanhamento do cisto cerebral ao longo do tempo, repetindo os exames anualmente. 

Caso surjam sintomas, pode-se tentar controlá-los com remédios analgésicos, anticonvulsivantes ou para enjoo e tontura, prescritos pelo neurologista, mas, se persistirem ou forem muito intensos, a cirurgia para retirada do cisto deve ser feita, pelo neurocirurgião, para resolver, definitivamente, o problema. 

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • CEDARS-SINAI ORGANIZATION. Brain Cyst. Disponível em: <https://www.cedars-sinai.org/health-library/diseases-and-conditions/b/brain-cyst.html>. Acesso em 22 Jun 2021
  • AMERICAN BRAIN TUMOR ASSOCIATION. Cysts. Disponível em: <https://www.abta.org/tumor_types/cysts/>. Acesso em 22 Jun 2021
Mais sobre este assunto: