Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feita a cirurgia PRK e seus riscos

A cirurgia PRK é um tipo de cirurgia refrativa dos olhos que ajuda a corrigir definitivamente o grau de problemas de visão como miopia, hipermetropia ou astigmatismo. Ela funciona através da alteração da forma da córnea utilizando um laser que corrige a curvatura da córnea, ajudando a melhorar a visão.

Esta cirurgia tem muitas semelhanças com a cirurgia Lasik, entretanto, alguns passos do procedimento são diferentes em cada técnica, e embora esta cirurgia tenha surgido antes da cirurgia Lasik e possua um pós-operatório mais demorado, ainda é utilizada em muitos casos, especialmente em pessoas com córnea fina. Para saber mais detalhes sobre a cirurgia Lasik.

Apesar de ser uma cirurgia segura e trazer ótimos resultados para a visão, ainda assim é possível haver o risco de complicações no pós-operatório, como infecção, lesões da córnea ou alterações da visão, por exemplo, e para evitar é necessário tomar alguns cuidados como utilizar os colírios receitados, dormir com óculos especiais de proteção e evitar nadar em locais públicos por 1 mês. 

Como é feita a cirurgia PRK e seus riscos

Como é feita a cirurgia

A cirurgia PRK é feita sem anestesia geral e, por isso, a pessoa está acordada durante todo o tratamento. No entnato, para reduzir a dor e o desconforto são utilizados colírios anestésicos para adormecer o olho alguns minutos antes de iniciar o procedimento.

Para fazer a cirurgia, o médico coloca um aparelho para manter o olho aberto e depois utiliza uma substância que ajuda a retirar a camada mais fina e superficial da córnea.

Depois, é utilizado um laser controlado por computador que envia impulsos de luz para o olho, ajudando a corrigir a curvatura da córnea. Neste momento é possível sentir um ligeiro aumento da pressão no olho, no entanto, é uma sensação rápida porque o procedimento dura cerca de 5 minutos.

Por fim, são aplicadas lentes sobre os olhos para substituir a fina camada de córnea que foi retirada do olho. Estas lentes além de protegerem os olhos de poeiras, ajudam a evitar infecções e aceleram a recuperação.

Preço da cirurgia PRK

O preço da cirurgia PRK pode variar entre os 3 mil e os 5 mil reais, dependendo do local escolhido para a cirurgia. Porém, em alguns casos indicados, como em graus muito elevados, a cirurgia pode ser feita pelo SUS, não tendo qualquer custo.

Como é a recuperação no pós-operatório

Após a cirurgia é muito comum o surgimento de desconforto no olho, com sensação de poeira, queimação e coceira, por exemplo. Estes sintomas são normais devido à inflamação do olho e, geralmente, desaparecem após 2 a 4 dias.

Para proteger o olho, durante a cirurgia são colocadas lentes especiais que funcionam como um curativo e, por isso, é recomendado ter alguns cuidados durante os primeiros dias como não esfregar os olhos, descansar os olhos e usar óculos escuro no exterior.

Além disso, outros cuidados importantes incluem:

Primeiras 24 horas

  • Evitar molhar os olhos durante o banho;
  • Utilizar adequadamente os colírios receitados pelo médico;
  • Não assistir televisão ou utilizar o computador se os olhos estiverem secos;
  • Não consumir bebidas alcoólicas.

Cuidados gerais

  • Usar óculos de proteção especiais para dormir, durante o tempo recomendado pelo oftalmologista, para evitar coçar ou ferir os olhos durante o sono;
  • Utilizar os remédios anti-inflamatórios receitados, como Ibuprofeno, para aliviar dores de cabeça e dor no olho;
  • Após as primeiras 24 horas, deve-se lavar a cabeça durante o banho com os olhos fechados;
  • Só se deve voltar a dirigir depois de indicação do médico;
  • A maquiagem pode voltar a ser utilizada cerca de 2 semanas após a cirurgia, devendo ser aplicada com cuidado;
  • Não se deve nadar durante 1 mês e deve-se evitar utilizar jacuzzis por 2 semanas;
  • Nunca se deve tentar remover as lentes colocadas nos olhos durante a cirurgia. Essas lentes são retiradas pelo médico cerca de 1 semana depois da cirurgia.

As atividades do dia a dia podem ser retomadas lentamente após 1 semana, no entanto, as de maior impacto, como esportes devem ser retomadas apenas com indicação do médico.

Como é feita a cirurgia PRK e seus riscos

Riscos da cirurgia PRK

A cirurgia PRK é bastante segura e, por isso, as complicações são raras. No entanto, um dos problemas mais comuns é o surgimento de cicatrizes na córnea, que piora a visão e cria uma imagem muito desfocada. Este problema embora seja raro, pode ser facilmente corrigido com o uso de colírios corticóides.

Além disso, como em qualquer cirurgia, existe um elevado grau de infecção e, por isso, é muito importante utilizar sempre os colírios antibióticos receitados pelo médico e ter cuidados com a higiene dos olhos e das mãos no período de recuperação. Confira quais são os 7 cuidados essenciais para proteger a visão.

Diferença entre cirurgia PRK e Lasik

A principal diferente entre estes dois tipos de cirurgia está nos primeiros passos da técnica, pois, enquanto na cirurgia PRK é retirada a camada mais fina da córnea para permitir a passagem do laser, na cirurgia Lasik, apenas é feito uma pequena abertura numa camada mais grossa da córnea.

Dessa forma, embora possuam resultados muito semelhantes, a cirurgia PRK é recomendada para quem tem uma córnea mais fina, pois, nesta técnica, não é necessário fazer um corte mais profundo. Porém, como é retirada uma camada fina da córnea, a recuperação é mais lenta para permitir que essa camada volte a crescer naturalmente.

Além disso, enquanto o resultado da cirurgia é mais rápido para aparecer, na PRK o resultado esperado pode demorar até 6 meses para surgir, devido ao crescimento progressivo da fina camada de córnea.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...