Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feita a cirurgia para retirar as amígdalas

A cirurgia para amigdalite ou amigdalectomia é realizada em casos de amigdalite crônica ou quando o tratamento com antibióticos não apresenta resultados positivos. Além disso, é indicada a realização quando as amígdalas aumentam e chegam a obstruir as vias aéreas, prejudicando a respiração, ou interferir no crescimento da criança. Geralmente a cirurgia para amigdalite inclui a retirada das adenóides, que é um conjunto de tecido que pode infeccionar junto com as amígdalas. Veja como é feita a cirurgia de adenoide.

A amigdalite é a inflamação das amígdalas causada pela presença de vírus ou bactérias na garganta, causando o inchaço e inflamação das glândulas localizadas na garganta, as amígdalas. Entenda mais sobre a amigdalite.

A cirurgia para retirada das amígdalas pode chegar aos R$500,00 e quando envolve a retirada das adenóides, pode custar R$700,00. No entanto, esse procedimento é disponibilizado pelo SUS.

Como é feita a cirurgia para retirar as amígdalas

Como é feita a cirurgia 

A cirurgia para amigdalite é feita sob anestesia geral e pode durar entre 30 minutos e 1 hora. Normalmente, o paciente precisa ficar internado algumas horas até recuperar totalmente, mas pode voltar para casa no mesmo dia.

No entanto, em casos de sangramento ou quando a pessoa não consegue engolir líquidos, pode ser recomendado fazer internamento durante 1 noite.

A cirurgia só é realizada quando o tratamento convencional para amigdalite não tem resultados. Além disso, o otorrinolaringologista antes de indicar a cirurgia deve verificar se houve mais de três infecções no ano e a intensidade dessas infecções. Veja como é feito o tratamento para amigdalite.

Riscos da Amigdalectomia

Apesar de ser um procedimento seguro, podem haver algumas complicações, principalmente relacionadas à anestesia geral, como:

  • Problemas cardiovasculares, como ataque cardíaco;
  • Problemas respiratórios;
  • Hemorragia;
  • Reação alérgica;
  • Confusão mental.

Algumas pessoas relatam que após a cirurgia tiveram a voz modificada, dificuldade para engolir e falta de ar, além de tosse, náusea e vômito. 

Recuperação após a cirurgia

A recuperação da cirurgia para amigdalite dura entre 7 dias a 2 semanas. Porém, nos primeiros 4 dias, é comum a pessoa sentir dor na garganta e, por isso, o médico pode receitar remédios analgésicos, como Paracetamol ou Dipirona.

Além disso, durante a recuperação as pessoas devem:

  • Beber muitos líquidos, principalmente água;
  • Evitar leite e alimentos gordurosos no primeiro dia;
  • Comer alimentos frios ou gelados;
  • Evitar alimentos duros e ásperos durante 7 dias.

Durante o pós-operatório da cirurgia para amigdalite é normal que os pacientes sintam náuseas, vômitos e febre. No entanto se surgirem sintomas como febre alta que dura mais de 3 dias ou sangramento excessivo, é indicado ir ao médico.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...