Hérnia de hiato: o que é, sintomas e quando fazer cirurgia

Revisão médica: Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
julho 2022

A hérnia de hiato é o deslizamento ou deslocamento do estômago pelo hiato esofágico, que é um orifício presente no músculo diafragma responsável por separar o tórax do abdômen, e que, normalmente, só deve permitir a passagem do esôfago.

A hérnia de hiato, também chamada de hérnia hiatal ou hérnia diafragmática, surge quando o tecido muscular fica enfraquecido, permitindo que o estômago passe pelo diafragma, e causando sintomas como azia, refluxo gastroesofágico ou sensação de queimação na garganta.

O tratamento da hérnia de hiato deve ser feito com orientação do gastroenterologista que pode indicar o uso de remédios para reduzir a acidez do estômago e aliviar os sintomas, ou cirurgia nos casos mais graves.

Sintomas de hérnia de hiato

Os principais sintomas de hérnia de hiato são:

  • Azia ou queimação no estômago;
  • Regurgitação de alimentos ou bebidas para a boca;
  • Sensação de queimação na garganta;
  • Dificuldade para engolir;
  • Tosse crônica, seca e irritativa;
  • Sabor amargo frequente;
  • Mau hálito;
  • Arrotos frequentes;
  • Sensação de digestão lenta;
  • Vontade de vomitar frequente;
  • Dor no peito;
  • Dor abdominal;
  • Falta de ar.

Além disso, nos casos mais graves, pode ocorrer sangramento gastrointestinal e sintomas como vômitos com sangue ou fezes pretas.

A hérnia de hiato pequena normalmente não apresenta sintomas, no entanto, quando a hérnia é grande, os sintomas costumam surgir cerca de 20 a 30 minutos após as refeições e tendem a desaparecer pouco tempo depois.

É importante consultar o gastroenterologista sempre que surgirem os sintomas de hérnia de hiato, para que seja feito o diagnóstico e iniciado o tratamento mais adequado.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico de hérnia de hiato é feito pelo gastroenterologista através da avaliação dos sintomas e histórico de saúde, sendo confirmado através de exames de imagem, como raio X com contraste de bário, tomografia computadorizada, endoscopia digestiva alta, manometria esofágica ou esofagograma, por exemplo. Saiba como é feito o esofagograma

Os exames de imagem para a hérnia de hiato são importantes não só para confirmar o diagnóstico, mas para descartar outras condições de saúde que podem ter sintomas semelhantes, como a doença do refluxo gastroesofágico, acalasia, diverticulite, estenose péptica, tumor ou distúrbio motor primário, por exemplo.

Possíveis causas

A hérnia de hiato é causada pelo enfraquecimento e perda da flexibilidade e elasticidade do hiato esofágico, que é um orifício presente no músculo diafragma, que separa o tórax do abdômen. Desta forma, uma parte do estômago acaba por subir pelo hiato esofágico, causando os sintomas.

Alguns fatores podem contribuir para o desenvolvimento da hérnia de hiato, como:

  • Idade, sendo mais comum após os 50 anos;
  • Obesidade;
  • Gravidez;
  • Prisão de ventre crônica;
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC);
  • Tosse crônica;
  • Doença do refluxo gastroesofágico;
  • Traumas;
  • Aneurisma da aorta toracoabdominal;
  • Cirurgias esofágicas anteriores;
  • Gastrectomia parcial ou total.

Além disso, a hérnia de hiato também pode surgir devido ao excesso de atividade física que exija muita força, como o levantamento de peso, por exemplo.

A hérnia de hiato pode virar câncer?

A hérnia de hiato não vira câncer, no entanto, devido ao refluxo constante do ácido do estômago para o esôfago, pode aumentar o risco de desenvolvimento de esôfago de Barrett que leva a uma alteração nas células do esôfago e predispõe ao desenvolvimento de câncer, especialmente do adenocarcinoma de esôfago. Saiba identificar os sintomas de câncer de esôfago.

Como é feito o tratamento

O tratamento da hérnia de hiato deve ser feito com orientação do gastroenterologista que pode indicar o uso de remédios como inibidores da bomba de prótons, antiácidos ou antagonistas dos receptores da histamina, como omeprazol, hidróxido de alumínio ou cimetidina, por exemplo, pois ajudam a aliviar os sintomas do refluxo gastroesofágico. Confira os principais remédios para refluxo gastroesofágico

Além disso, é importante fazer alterações na dieta, evitando o consumo de alimentos com muita gordura ou muito condimentadas e ingerir bebidas alcoólicas, dando preferência por refeições mais leves, em pouca quantidade e comer a cada 3 horas para tratar os incômodos causados, assim como evitar deitar-se logo após comer e não beber líquidos nas refeições.

Assista o vídeo a seguir com dicas de alimentação para aliviar os sintomas da hérnia de hiato:

Quando a cirurgia é indicada

A cirurgia para a hérnia de hiato é indicada apenas em casos mais graves e quando o uso de remédios e os cuidados com a alimentação não foram suficientes para aliviar os sintomas causados pelo refluxo gastroesofágico ou quando há estrangulamento da hérnia, por exemplo. 

Esse tipo de cirurgia é feita através da laparoscopia, sob anestesia geral e a recuperação total leva cerca de 2 meses. Entenda como é feita a cirurgia para refluxo gastroesofágico

Esta informação foi útil?

Atualizado por Flávia Costa - Farmacêutica, em julho de 2022. Revisão médica por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em março de 2020.

Bibliografia

  • ANDRICI, J.; et al. Hiatal hernia and the risk of Barrett's esophagus. J Gastroenterol Hepatol. 28. 3; 415-31, 2013
  • YU, H-X.; et al. Esophageal hiatal hernia: risk, diagnosis and management. Expert Review of Gastroenterology & Hepatology. 12. 4; 319–329, 2018
Mostrar bibliografia completa
  • SAMKARI, E.; ALSHALAWI, M. Hiatal hernia. Pan Afr Med J. 24. 40, 2016
  • KOHN, G. P.; et al. Guidelines for the management of hiatal hernia. Surg Endosc. 27. 12; 4409-28, 2013
  • WU, A. W.; et al. Hiatal hernia, reflux symptoms, body size, and risk of esophageal and gastric adenocarcinoma. Cancer. 98. 5; 940-8, 2003
  • KIM, P.; et al. Hiatal hernia classification-Way past its shelf life. Surgery. 170. 2; 642-643, 2021
  • SMITH, R. E.; SHAHJEHAN, R. D. IN: STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Hiatal Hernia. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK562200/>. Acesso em 25 jul 2022
  • YU, H. X.; et al. Esophageal hiatal hernia: risk, diagnosis and management. Expert Rev Gastroenterol Hepatol. 12. 4; 319-329, 2018
  • PHILPOTT, H.; SWEIS, R. Hiatus Hernia as a Cause of Dysphagia. Curr Gastroenterol Rep. 19. 8; 40, 2017
  • Federle, Michael P.. Diagnóstico por Imagem: Gastrointestinal. 1 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2018. p. 3.
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.

Tuasaude no Youtube

  • Remédio caseiro para acabar com AZIA e QUEIMAÇÃO rápido

    12:46 | 755695 visualizações
  • Pare de sofrer com esofagite AGORA!

    07:47 | 377176 visualizações
  • Como não ter GASES PODRES e Como TRATAR REFLUXO!

    04:58 | 249524 visualizações
  • REFLUXO GASTROESOFÁGICO - tratamento natural

    05:19 | 2644690 visualizações