Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

Hérnia de hiato: o que é, sintomas e quando fazer cirurgia

Revisão médica: Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
janeiro 2023
  1. Sintomas
  2. Causas
  3. Tratamento
  4. Remédios
  5. Cirurgia

Hérnia de hiato é quando o estômago passa através do hiato esofágico do diafragma, fazendo com que uma porção do estômago fique na cavidade torácica. O hiato esofágico é o orifício presente no diafragma, que normalmente só permite a passagem do esôfago.

A hérnia de hiato, também chamada de hérnia hiatal, surge devido ao enfraquecimento do tecido muscular do diafragma, que acaba permitindo a passagem do estômago. Quando isso acontece, podem surgir sintomas como azia, refluxo gastroesofágico ou sensação de queimação na garganta.

O tratamento da hérnia de hiato deve ser feito com orientação do gastroenterologista que pode indicar o uso de remédios para reduzir a acidez do estômago e aliviar os sintomas, ou cirurgia nos casos mais graves.

Imagem ilustrativa número 1

Sintomas de hérnia de hiato

Os principais sintomas de hérnia de hiato são:

  • Azia ou queimação no estômago;
  • Regurgitação de alimentos ou bebidas para a boca;
  • Sensação de queimação na garganta;
  • Dificuldade para engolir;
  • Tosse crônica, seca e irritativa;
  • Sabor amargo frequente;
  • Mau hálito;
  • Arrotos frequentes;
  • Sensação de digestão lenta;
  • Vontade de vomitar frequente;
  • Dor no peito;
  • Dor abdominal;
  • Falta de ar.

Além disso, nos casos mais graves, pode ocorrer sangramento gastrointestinal e sintomas como vômitos com sangue ou fezes pretas.

A hérnia de hiato pequena normalmente não apresenta sintomas, no entanto, quando a hérnia é grande, os sintomas costumam surgir cerca de 20 a 30 minutos após as refeições e tendem a desaparecer pouco tempo depois.

É importante consultar o gastroenterologista sempre que surgirem os sintomas de hérnia de hiato, para que seja feito o diagnóstico e iniciado o tratamento mais adequado.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico de hérnia de hiato é feito pelo gastroenterologista através da avaliação dos sintomas e histórico de saúde, sendo confirmado através de exames de imagem, como raio X com contraste de bário, tomografia computadorizada, endoscopia digestiva alta, manometria esofágica ou esofagograma, por exemplo. Saiba como é feito o esofagograma

Os exames de imagem para a hérnia de hiato são importantes não só para confirmar o diagnóstico, mas para descartar outras condições de saúde que podem ter sintomas semelhantes, como a doença do refluxo gastroesofágico, acalasia, diverticulite, estenose péptica, tumor ou distúrbio motor primário, por exemplo.

Possíveis causas

A hérnia de hiato é causada pelo enfraquecimento e perda da flexibilidade e elasticidade do hiato esofágico, que é um orifício presente no músculo diafragma, que separa o tórax do abdômen. Desta forma, uma parte do estômago acaba por subir pelo hiato esofágico, causando os sintomas.

Alguns fatores podem contribuir para o desenvolvimento da hérnia de hiato, como:

  • Idade, sendo mais comum após os 50 anos;
  • Obesidade;
  • Gravidez;
  • Prisão de ventre crônica;
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC);
  • Tosse crônica;
  • Doença do refluxo gastroesofágico;
  • Traumas;
  • Aneurisma da aorta toracoabdominal;
  • Cirurgias esofágicas anteriores;
  • Gastrectomia parcial ou total.

Além disso, a hérnia de hiato também pode surgir devido ao excesso de atividade física que exija muita força, como o levantamento de peso, por exemplo.

A hérnia de hiato pode virar câncer?

A hérnia de hiato não vira câncer, no entanto, devido ao refluxo constante do ácido do estômago para o esôfago, pode aumentar o risco de desenvolvimento de esôfago de Barrett que leva a uma alteração nas células do esôfago e predispõe ao desenvolvimento de câncer, especialmente do adenocarcinoma de esôfago. Saiba identificar os sintomas de câncer de esôfago.

Como é feito o tratamento

O tratamento da hérnia de hiato deve ser feito com orientação do gastroenterologista, que pode indicar:

1. Remédios para hérnia de hiato

Os remédios mais usados para hérnia de hiato são os inibidores da bomba de prótons, antiácidos ou antagonistas dos receptores da histamina, como omeprazol, hidróxido de alumínio ou cimetidina, por exemplo, que ajudam a aliviar os sintomas do refluxo. Confira outros remédios para refluxo gastroesofágico.

2. Alterações na dieta

As alterações na dieta também ajudam a aliviar os incômodos causados pela hérnia de hiato. Essas alterações incluem:evitar o consumo de alimentos com muita gordura ou muito condimentados, evitar a ingestão de bebidas alcoólicas e dar preferência para refeições mais leves e em pouca quantidade.

Assista o vídeo a seguir com dicas de alimentação para aliviar os sintomas da hérnia de hiato:

3. Cirurgia para hérnia de hiato

A cirurgia para a hérnia de hiato é indicada apenas em casos mais graves e quando o uso de remédios e os cuidados com a alimentação não foram suficientes para aliviar os sintomas causados pelo refluxo gastroesofágico ou quando há estrangulamento da hérnia, por exemplo. 

Esse tipo de cirurgia é feita através da laparoscopia, sob anestesia geral e a recuperação total leva cerca de 2 meses. Entenda como é feita a cirurgia para refluxo gastroesofágico

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em janeiro de 2023. Revisão médica por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em março de 2020.

Bibliografia

  • ANDRICI, J.; et al. Hiatal hernia and the risk of Barrett's esophagus. J Gastroenterol Hepatol. 28. 3; 415-31, 2013
  • YU, H-X.; et al. Esophageal hiatal hernia: risk, diagnosis and management. Expert Review of Gastroenterology & Hepatology. 12. 4; 319–329, 2018
Mostrar bibliografia completa
  • SAMKARI, E.; ALSHALAWI, M. Hiatal hernia. Pan Afr Med J. 24. 40, 2016
  • KOHN, G. P.; et al. Guidelines for the management of hiatal hernia. Surg Endosc. 27. 12; 4409-28, 2013
  • WU, A. W.; et al. Hiatal hernia, reflux symptoms, body size, and risk of esophageal and gastric adenocarcinoma. Cancer. 98. 5; 940-8, 2003
  • KIM, P.; et al. Hiatal hernia classification-Way past its shelf life. Surgery. 170. 2; 642-643, 2021
  • SMITH, R. E.; SHAHJEHAN, R. D. IN: STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Hiatal Hernia. 2022. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK562200/>. Acesso em 25 jul 2022
  • YU, H. X.; et al. Esophageal hiatal hernia: risk, diagnosis and management. Expert Rev Gastroenterol Hepatol. 12. 4; 319-329, 2018
  • PHILPOTT, H.; SWEIS, R. Hiatus Hernia as a Cause of Dysphagia. Curr Gastroenterol Rep. 19. 8; 40, 2017
  • Federle, Michael P.. Diagnóstico por Imagem: Gastrointestinal. 1 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2018. p. 3.
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.

Tuasaude no Youtube

  • Remédio caseiro para acabar com AZIA e QUEIMAÇÃO rápido

    12:46 | 881329 visualizações
  • Pare de sofrer com esofagite AGORA!

    07:47 | 407394 visualizações
  • Como não ter GASES PODRES e Como TRATAR REFLUXO!

    04:58 | 258451 visualizações
  • REFLUXO GASTROESOFÁGICO - tratamento natural

    05:19 | 2693561 visualizações