Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feita a cirurgia de varicocele

Atualizado em Julho 2019

A cirurgia à varicocele geralmente é indicada quando o homem sente dor testicular que não passa com remédios, em casos de infertilidade ou quando são detetados baixos níveis de testosterona plasmática. Nem todos os homens com varicocele têm necessidade de ser submetidos a cirurgia, já que a maioria deles não tem sintomas e mantém a fertilidade normal. 

A correção cirúrgica da varicocele conduz a uma melhora dos parâmetros do sêmen, levando a aumento do número total de espermatozoides móveis e redução dos níveis de radicais livres de oxigênio, levando a um melhor funcionamento dos espermatozoides.

Existem várias técnicas cirúrgicas para o tratamento da varicocele, no entanto, a cirurgia aberta inguinal e subinguinal é a mais usada, devido à alta taxa de sucesso, com complicações mínimas. Veja mais sobre a varicocele e saiba como identificar os sintomas.

Como é feita a cirurgia de varicocele

1. Cirurgia aberta

A cirurgia aberta, apesar de ser tecnicamente mais difícil de executar, tem normalmente melhores resultados na cura da varicocele em adultos e adolescentes e complicações mínimas, apresentando menor taxa de recaída e menos risco de ocorrência de complicações. Além disso, é o procedimento cirúrgico que está associado a taxas de gravidez espontâneas mais altas, em relação a outras técnicas.

Esta técnica é realizada sob anestesia local e permite a identificação e preservação da artéria testicular e dos vasos linfáticos, o que é importante para prevenir a atrofia testicular e a formação de hidrocele. Saiba o que é e como tratar o hidrocele.

2. Laparoscopia

A laparoscopia é mais invasiva e mais complexa em relação às restantes técnicas e as complicações que lhe estão mais vezes associadas são a lesão da artéria testicular e lesão dos vasos linfáticos, entre outras complicações. No entanto, tem a vantagem de tratar simultaneamente a varicocele bilateral.

Apesar de permitir uma maior ampliação em relação a outras técnicas, as veias cremastéricas, que podem contribuir para a recidiva do varicocele, não podem ser tratadas por esta técnica. Outras desvantagens incluem a necessidade de anestesia geral, presença de um cirurgião com habilidade e experiência na laparoscopia e os altos custos operacionais. 

3. Embolização percutânea

A embolização percutânea é realizada em ambulatório, sob anestesia local e, por isso, está associada a uma recuperação mais rápida e com menos dor. Esta técnica não apresenta risco de formação de hidrocele, uma vez que não há interferência com os vasos linfáticos. Contudo, tem algumas desvantagens, como a exposição à radiação e custos elevados. 

Este procedimento tem como objetivo interromper o fluxo de sangue que vai para a veia dilatada do testículo. Para isso, é feito um corte na virilha, onde é introduzido um cateter até à veia dilatada, sendo posteriormente injetadas partículas embolizantes, que bloqueiam a passagem do sangue.

Geralmente, o tratamento de varicocele melhora significativamente a concentração, mobilidade e morfologia dos espermatozoides, sendo que, os parâmetros seminais melhoram por volta dos três meses após a cirurgia.


Bibliografia

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE UROLOGIA COLÉGIO BRASILEIRO DE RADIOLOGIA. Varicocele. 2008. Link: <diretrizes.amb.org.br>. Acesso em 23 Jul 2019
  • MACHADO, José Pedro Namora Leitão. Tratamento do Varicocelo. Mestrado Integrado em Medicina, 2014. Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.
  • PORTILHA, Maria ANtónia. Embolização Percutânea de Varicocelos. 2010. Link: <clinicauniversitariaradiologia.pt>.
Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem