Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Cirurgia de joelho: quando é indicada, tipos e recuperação

Maio 2020

A cirurgia de joelho deve ser indicada pelo ortopedista e normalmente é feita quando a pessoa apresenta dor, dificuldade de movimentar a articulação ou deformidades no joelho que não conseguem ser corrigidas com o tratamento convencional.

Assim, de acordo com o tipo de alteração apresentada pela pessoa, o médico pode indicar o tipo de cirurgia mais adequada, podendo ser artroscopia, artroplastia ou cirurgia de prótese total, por exemplo.

Cirurgia de joelho: quando é indicada, tipos e recuperação

Quando é indicada

A cirurgia no joelho é indicada quando a dor no joelho é intensa, o movimento é limitada, há deformações ou quando a alteração no joelho é crônica, não melhora ao longo do tempo ou não há resposta ao tratamento anteriormente recomendado. Dessa forma, as principais indicações para cirurgia no joelho são:

  • Osteoartrose, que é caracterizada pelo atrito entre os ossos devido ao desgaste da cartilagem, o que deixa o joelho mais rígido e há o surgimento de dor, sendo mais comum em pessoas a partir dos 50 anos, apesar de também poder acontecer em pessoas mais jovens;
  • Artrite reumatoide, que é uma doença autoimune que atinge as articulações, incluindo a articulação do joelho, resultando em dor, inchaço da articulação, rigidez e dificuldade para movimentar a articulação;
  • Fraturas, que estão normalmente associadas à realização de esportes, mas também pode acontecer devido a acidentes ou quedas, por exemplo;
  • Rompimento do ligamento do joelho, que acontece devido a um grande esforço súbito, o que acaba por desestabilizar a articulação e resulta em muita dor, sendo importante que o tratamento seja estabelecido rapidamente.

Antes de realizar a cirurgia, o ortopedista normalmente avalia o histórico médico da pessoa e indica a realização de uma série de exames para definir qual o melhor procedimento cirúrgico de acordo com a causa da alteração no joelho. Assim, é realizado exame físico, radiografia, exames de sangue e ressonância magnética, que permite que o médico avalie as condições do osso e dos tecidos próximos.

Principais tipos de cirurgia de joelho

Existem diferentes tipos de cirurgia de joelho que variam de acordo com o objetivo do tratamento, podendo ser realizada para substituir a articulação ou reparar alguma alteração visualizada nos exames. Alguns dos principais tipos de cirurgia do joelho são:

1. Artroscopia

A artroscopia é um tipo de cirurgia no joelho em que o médico utiliza um tubo fino, com uma câmera em sua extremidade, para avaliar as estruturas no interior da articulação e corrigir as alterações identificadas.

Nesse tipo de cirurgia são realizados dois furos na frente do joelho para que seja introduzido o tubo e normalmente corresponde a um procedimento rápido e cuja recuperação também é rápida. Veja como é a recuperação após artroscopia.

2. Artroplastia

A artroplastia, além de ser visualizada as características da articulação do joelho, também é feita a substituição da articulação lesionada por uma prótese, promovendo a correção da alteração e favorecendo à mobilidade e a função da articulação do joelho após recuperação.

Como um procedimento um pouco mais complexo que a artroscopia, a recuperação completa da artroplastia pode ser um pouco mais demorada e, em alguns casos, pode ser necessária a realização de fisioterapia para acelerar a recuperação e o ganho de mobilidade. Saiba como é a fisioterapia para artroplastia do joelho.

3. Cirurgia de prótese total

Esse tipo de cirurgia é indicado quando todas as estruturas do joelho são afetadas, ou seja, quando tendões, osso e tecidos possuem alterações que interferem na mobilidade do joelho. Assim, através desse tipo de cirurgia, todas as estruturas são substituídas por uma prótese, sendo normalmente indicada para pessoa que possuem mais idade.

4. Cirurgia de ressecção

Nesse caso, o procedimento cirúrgico tem como objetivo remover uma parte do osso, tendão, cartilagem ou ligamento que esteja danificado.

Como deve ser a recuperação

Após a cirurgia de joelho é importante que a pessoa siga as orientações do ortopedista, pois assim é possível acelerar a recuperação e evitar o desenvolvimento de complicações. Após a cirurgia é normal que a pessoa sinta dor e, para isso, é indicado pelo médico o uso de alguns medicamentos que possam ajudar a aliviar esse sintoma.

Além disso, pode ser recomendado também o uso de medicamentos para afinar o sangue e, assim, prevenir o aparecimento de coágulos, bem como indicar que a pessoa realize movimentos com o pé e com o tornozelo logo após o procedimento para favorecer o fluxo sanguíneo local e também evitar a formação de coágulos e o inchaço. Pode ser indicado também o uso de meias de compressão, em alguns casos.

É comum também que a pessoa realize sessões de fisioterapia para estimular a movimentação do joelho, evitando a rigidez e promovendo a melhora. A quantidade de sessões varia de acordo com o tipo de cirurgia que foi realizada e normalmente tem início ainda no hospital.

Confira também algumas formas de aliviar a dor no joelho:

Bibliografia >

  • INSTITUTO NACIONAL DE DE TRAUMATOLOGIA E ORTOPEDIA. Joelho. Disponível em: <https://www.into.saude.gov.br/dicas-dos-especialistas/joelho>. Acesso em 06 Mai 2020
  • ORTHOINFO. Artroplastia total de joelho (Total Knee Replacement). Disponível em: <https://orthoinfo.aaos.org/pt/treatment/artroplastia-total-de-joelho-total-knee-replacement/>. Acesso em 06 Mai 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem