Sinovite: o que é, sintomas, causas e tratamento

A sinovite é a inflamação da membrana sinovial, um tecido que reveste a parte interna das articulações, e que é responsável por produzir o líquido sinovial, que serve para lubrificar a articulação e prevenir o desgaste das cartilagens. Essa inflamação pode afetar articulações como pé, tornozelo, joelho, quadril, mão, cotovelo ou ombro, levando ao surgimento de sintomas como inchaço, dor ou dificuldade de movimentação da região afetada.

A sinovite pode acontecer devido a um trauma, como queda ou acidente, mas também devido a alguma doença crônica, como artrite reumatóide, gota ou lúpus. Além disso, esforços repetitivos das articulações, como em alguns esportes ou profissões, também podem causar inflamação da membrana sinovial e levar ao desenvolvimento de sinovite.

O diagnóstico da sinovite deve ser feito por um ortopedista ou reumatologista, que podem indicar o tratamento com remédios anti-inflamatórios, injeção de corticóide, fisioterapia, ou em alguns casos, cirurgia.

 

Sinovite: o que é, sintomas, causas e tratamento

Principais sintomas

A sinovite pode ocorrer em qualquer articulação, sendo que os principais sintomas são:

  • Dor na articulação que piora ao movimentar;
  • Dificuldade em realizar movimentos;
  • Rigidez na articulação;
  • Inchaço ou vermelhidão na articulação;
  • Aumento da temperatura na articulação.

A sinovite pode afetar mais de uma articulação ao mesmo tempo, sendo importante consultar o ortopedista ou o reumatologista para que seja identificada e iniciado o tratamento mais adequado. 

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da sinovite é feito pelo ortopedista ou reumatologista através da avaliação dos sintomas, e de exames de imagem como raio X, ressonância magnética ou ultrassom da articulação.

Além disso, o médico pode solicitar uma análise do líquido sinovial para identificar a causa da inflamação e da dor na articulação. Essa análise é feita através da retirada de uma pequena amostra do líquido da articulação, que será analisada no laboratório.

Possíveis causas

A sinovite é causada por uma inflamação na membrana sinovial que reveste a articulação, o que normalmente é causado por situações como:

  • Trauma na articulação, como pancadas, acidentes, quedas ou fraturas;
  • Esforço repetitivo com a articulação, como no caso de atletas;
  • Carregar peso em excesso como no caso de pessoas que trabalham na construção civil, mecânicos ou enfermeiros;
  • Doenças inflamatórias crônicas, como artrite reumatóide, artrite reumatoide juvenil, artrose, gota ou lúpus.

Essas condições podem levar a uma inflamação da membrana sinovial, que fica mais grossa e com mais vasos sanguíneos, além de ocorrer maior produção do líquido sinovial, podendo levar ao surgimento de derrame na articulação.

Quando ocorre um aumento de líquido sinovial no joelho, pode levar ao desenvolvimento de sinovite no joelho, conhecida popularmente por “água no joelho”, causando dor, desconforto e inchaço da articulação. Entenda melhor o que é a água no joelho.  

Tipos de sinovite 

A sinovite pode ser classificada de acordo com sua origem, sendo os principais tipos: 

  • Sinovite congênita: surge desde o nascimento e ocorre quando existe um pequeno tecido chamado 'plica', que forma uma dobra dentro do joelho;
  • Sinovite traumática: ocorre depois de uma queda, acidente, torção, fratura ou cirurgia;
  • Sinovite reumatóide: está relacionada com a artrite reumatoide, ou outras doenças como sinovite vilonodular pigmentada, sinovite cristalina, hemofilia ou condromatose sinovial; 
  • Sinovite infecciosa: ocorre devido à presença de fungos ou bactérias dentro da articulação. 

A sinovite ainda pode ser classificada como sendo aguda, quando os sintomas surgiram a pouco tempo, ou crônica, quando os sintomas permanecem por mais de 12 semanas. 

Como é feito o tratamento

O tratamento da sinovite deve ser feito com orientação de um ortopedista ou reumatologista, que pode indicar repouso da articulação afetada, uso de remédios anti-inflamatórios ou fisioterapia, por exemplo.

Os principais tratamentos para sinovite incluem:

1. Repouso

A primeira opção de tratamento para uma sinovite é o repouso da articulação afetada, e nem sempre é necessário imobilizar, bastando se ter o cuidado de não movimentar a articulação afetada, poupando seu esforço. 

O repouso da articulação afetada ajuda na recuperação e  alivia a dor e o desconforto que surgem ao se movimentar.

2. Compressas frias

Aplicar compressas frias na articulação afetada ajuda a diminuir a dor e reduz o inchaço, por aliviar a inflamação na membrana sinovial.

Para fazer a compressa fria, deve-se colocar gelo dentro de uma bolsa térmica ou colocar um saco de gel no congelador para resfriar, e depois envolver a bolsa ou o saco de gel, em uma toalha limpa e seca, e aplicar na região afetada, deixando agir por 15 a 20 minutos, de 2 a 3 vezes por dia. 

3. Remédios

Os remédios para sinovite que podem ser indicados pelo médico são anti-inflamatórios, como ácido acetilsalicílico, ibuprofeno ou corticóides, para combater a inflamação da membrana sinovial e aliviar a dor da sinovite.

Outros remédios que o médico pode indicar são analgésicos, como o paracetamol, ou o uso tópico de pomadas anti-inflamatórias na articulação afetada, como o diclofenaco dietilamônio, por exemplo. 

Além disso, dependendo do que causou a sinovite, o médico pode ainda indicar tratamento com remédios mais específicos, como imunossupressores ou agentes biológicos, que são comuns no casos associado a artrite reumatóide, por exemplo. Veja como é feito o tratamento da artrite reumatóide.  

4. Fisioterapia 

A fisioterapia pode ser indicada pelo médico e deve ser feita com orientação do fisioterapeuta, com exercícios de alongamento para aumentar a flexibilidade e melhorar a estabilidade da articulação afetada.

O tratamento fisioterápico deve ser escolhido pelo próprio fisioterapeuta de forma individualizada, podendo ainda ser indicada a crioterapia ou o uso de equipamentos como ultrassom, eletroestimulação, laser ou ondas curtas, por exemplo. Na fase final da recuperação são recomendados os exercícios de fortalecimento muscular em volta da articulação. 

5. Punção 

A punção pode ser realizada pelo médico para retirar uma parte do líquido sinovial, com o objetivo de desinchar a articulação, o que traz alívio dos sintomas e facilita a recuperação. 

No entanto, esse tipo de tratamento só é indicado para os casos mais graves, quando a articulação está muito afetada e inchada. 

6. Injeção de corticoides 

Além da retirada do líquido sinovial, o médico pode também aplicar uma injeção de corticoides diretamente na articulação afetada. Geralmente é utilizada a cortisona, um tipo de anti-inflamatório forte que ajuda a combater a inflamação e aliviar os sintomas rapidamente. 

7. Cirurgia

A cirurgia, chamada sinovectomia, é indicada pelo médico nos casos em que nenhuma outra opção de tratamento foi eficaz, e a dor persiste.

Essa cirurgia, chamada sinovectomia, é feita pelo médico retirando a membrana sinovial da articulação afetada. Normalmente é necessário fazer sessões de fisioterapia  após a cirurgia para acelerar a recuperação.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • BERNTHAL, N. M.; et al. Management of Pigmented Villonodular Synovitis (PVNS): an Orthopedic Surgeon's Perspective. Curr Oncol Rep. 22. 6; 63, 2020
  • WHITELAW, C. C.; VARACALLO, M. IN: STATPEARLS [INTERNET]. TREASURE ISLAND (FL): STATPEARLS PUBLISHING. Transient Synovitis. 2021. Disponível em: <https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK459181/>. Acesso em 11 Jan 2022
  • MATHIESSEN, A.; CONAGHAN, P. G. Synovitis in osteoarthritis: current understanding with therapeutic implications. Arthritis Res Ther. 19. 1; 18, 2017
Mais sobre este assunto: