O que são cianobactérias, o que podem causar e o que fazer

As cianobactérias correspondem a um grupo de bactérias que obtém energia por meio da fotossíntese, o que é possível devido à presença de pigmentos como clorofila A, ficoeritrina, ficocianina e carotenoides. Essa bactérias podem ser encontradas principalmente em água doce, no entanto pode também se desenvolver na água do mar, sedimentos, rochas e solos.

Essas bactérias são capazes de sobreviver em ambientes com exposição à luz e grande quantidade de nutrientes, o que favorece a floração, que é um processo caracterizado pela aglomeração de células, resultando na formação de uma camada verde na água, sendo este um indicativo de grandes quantidades de cianobactérias.

A presença de grandes de cianobactérias pode ser associada à presença de grandes quantidades de toxinas, o que podem interferir diretamente na saúde das pessoas. Dessa forma, é importante evitar o contato e consumo de água em que possa ser observada a presença da camada verde, já que é indicativo de contaminação.

O que são cianobactérias, o que podem causar e o que fazer

O que podem causar

Algumas espécies de cianobactérias são capazes de produzir toxinas, chamadas de cianotoxinas, o que poderia trazer consequências para a saúde quando a pessoa entra em contato ou ingere alimentos ou água contaminada com grandes quantidades de toxinas e cianobactérias. A maioria dos casos de intoxicação por cianotoxinas acontecem em animais, no entanto existem casos de intoxicação em humanos por essas toxinas, sendo considerados graves.

Os efeitos das cianotoxinas no organismo humano dependem da quantidade de toxina ingerida e circulante no organismo. As principais toxinas produzidas pela cianobactérias e seus possíveis efeitos na saúde são:

  • Hepatotoxina, que atuam diretamente no fígado, interferindo no seu funcionamento e resultando no aumento desse órgão, vômitos e hemorragias, o que pode levar à morte num intervalo de poucas horas a poucos dias caso o tratamento não seja iniciado;
  • Neurotoxinas, que atuam no sistema nervoso e podem resultar em convulsão e alterações respiratórias, podendo levar à parada respiratória e morte poucos minutos a horas após a ingestão de grandes quantidades de toxinas;
  • Dermatoxinas, que provocam lesões na pele, o que poderia favorecer a ocorrência de infecções secundárias.

Além disso, a exposição prolongada e frequente a pequenas quantidades de toxina podem aumentar o risco de desenvolvimento de câncer a longo prazo. Assim, caso a pessoa seja exposta a pequenas quantidades de hepatotoxina ao longo do tempo, há maior risco de desenvolvimento de câncer do fígado, por exemplo.

O que fazer

Para evitar os possíveis efeitos das cianobactérias no organismo, é importante que se tenha atenção à qualidade da água, avaliando cheiro e cor e evitando o contato e o consumo de água ou alimentos, que estiveram em contato com essa água, que aparentam estar contaminados.

No caso de contato ou ingestão de água potencialmente contaminadas por cianobactérias, é importante que a pessoa vá ao posto de saúde ou hospital mais próximo para que sejam feitos exames que ajudem a avaliar os níveis de toxina presentes no organismo e funcionamento dos órgãos e, assim, ser possível indicar o tratamento mais adequado caso haja necessidade.

Veja também como tornar a água própria para o consumo.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • IPEA. Cianobactérias, um risco à vida. Disponível em: <https://www.ipea.gov.br/desafios/index.php?option=com_content&view=article&id=3078&catid=29&Itemid=34>. Acesso em 22 Mar 2021
  • ANALYTICA. Florações de cianobactérias e cianotoxinas: levantamento de risco à saúde. Disponível em: <https://revistaanalytica.com.br/floracoes-de-cianobacterias-e-cianotoxinas-levantamento-de-risco-a-saude/>. Acesso em 22 Mar 2021
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Cianobactérias Tóxicas na Água para Consumo Humano na Sáude Pública e Processos de Remoção em Água para Consumo Humano. Disponível em: <http://www.cvs.saude.sp.gov.br/pdf/cianobacterias.pdf>. Acesso em 22 Mar 2021
Mais sobre este assunto: