Chá de alho: para que serve e como fazer (com 5 receitas)

Atualizado em abril 2024

O chá de alho pode ser usado para combater a tosse, gripes e resfriados, além de ajudar a fortalecer o sistema imunológico, reduzir o colesterol ruim e a controlar a pressão alta, pois tem propriedades antioxidantes, antivirais e imunomoduladoras.

Além disso, esse chá também pode ajudar a emagrecer, pois tem ação termogênica, que ajuda a aumentar a temperatura corporal e acelerar o metabolismo, facilitando a queima de gorduras.

O chá de alho deve ser feito com o alho esmagado para que a alliinase transforme a aliina em alicina, que é a principal substância que possui propriedades medicinais. Além disso, para melhorar as propriedades do chá, pode-se adicionar limão, mel ou gengibre, por exemplo.

Imagem ilustrativa número 1

Para que serve

O chá de alho é indicado para:

1. Combater gripes e resfriados

O chá de alho é rico em alicina, um composto sulfurado, com propriedades fortalecedoras do sistema imunológico, que ajudam a combater gripes e resfriados, diminuindo a sua duração.

2. Fortalecer o sistema imunológico

Além da alicina, o chá de alho possui vitamina C na sua composição, com ação antioxidante, que juntos ajudam a fortalecer o sistema imunológico, e a combater vírus, bactérias e fungos.

3. Combater a tosse

O chá de alho possui propriedades expectorantes, que ajudam a combater a tosse, pois deixa o catarro mais líquido, facilitando sua eliminação.

Além disso, o chá de alho tem propriedades anti-inflamatórias que ajudam a reduzir a inflamação dos pulmões. Confira outras formas caseiras para combater a tosse.

4. Controlar a pressão alta

O chá de alho pode ajudar a controlar a pressão alta leve a moderada, pois tem um efeito vasodilatador, ou seja, aumenta a dilatação dos vasos sanguíneos, facilitando o fluxo de sangue no corpo, o que diminui a pressão arterial.

5. Baixar o colesterol

O chá de alho tem ação antioxidante e hipolipidêmica, que ajuda a baixar o colesterol ruim (LDL) e os triglicerídeos, por inibir sua oxidação, e desta forma, evita que placas de gorduras se formem nas artérias. Veja outras formas naturais de baixar o colesterol.

6. Prevenir doenças cardiovasculares

A alicina presente no chá de alho tem ação antioxidante potente, que ajuda na redução do colesterol ruim e triglicerídeos que são responsáveis por formar placas de gordura nas artérias.

Além disso, o chá de alho ajuda a reduzir a pressão arterial e a inibir a agregação plaquetária, evitando a formação de coágulos dentro dos vasos sanguíneos.

Assim, esse chá pode reduzir o risco de doenças cardiovasculares, como aterosclerose, infarto ou AVC.

7. Promover o emagrecimento

A alicina presente no chá de alho também pode ajudar no emagrecimento, pois possui propriedades termogênicas, acelerando a queima de gordura corporal.

Desta forma, o chá de alho pode ajudar no tratamento da obesidade ou sobrepeso.

8. Cicatrizar de feridas

O chá de alho pode ajudar na cicatrização de feridas na pele, pois tem ação anti-inflamatória, antisséptica e antimicrobiana.

Além disso, quando o chá é aplicado sobre feridas na pele, ajuda a acelerar a formação de novos tecidos e melhorar o fluxo sanguíneo na região.

9. Prevenir o envelhecimento precoce

O chá de alho também pode ajudar a prevenir o envelhecimento precoce da pele, pois a vitamina C e a alicina presentes no chá, tem ação antioxidante, que evita os danos causados pelos radicais livres nas células.

10. Ajudar no controle da diabetes

O chá de alho também pode ajudar a controlar a diabetes tipo 2, pois parece reduzir os níveis de açúcar no sangue quando tomado antes das refeições.

Desta forma, esse chá pode auxiliar no tratamento convencional da diabetes indicado pelo médico. Veja outros benefícios do alho para a saúde.

Como fazer chá de alho

O chá de alho deve ser feito com o alho fresco, esmagado ou picado, podendo ser feito puro ou adicionando mel, limão ou gengibre, para melhorar suas propriedades medicinais.

1. Chá de alho simples

O chá de alho simples é um ótimo remédio natural para ajudar a fortalecer o sistema imunológico, melhorar a saúde cardiovascular ou cicatrizar feridas na pele.

Ingredientes

  • 1 dente de alho esmagado ou picado;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Ferver a água, desligar o fogo e adicioná-la na xícara com o alho esmagado. Deixar repousar por cerca de 5 minutos, coar, esperar amornar e beber 1 xícara do chá por dia.

Para cicatrizar feridas na pele, deve-se molhar uma compressa estéril no chá de alho e aplicar sobre a região da pele com ferida.

2. Chá de alho com limão

O chá de alho com limão, além de ter alicina, é rico em vitamina C do limão, tendo propriedades antimicrobianas, anti-inflamatórias e antioxidantes, que fortalecem o sistema imunológico, ajudando a aliviar alguns sintomas da gripes, resfriados, além de combater a tosse.

Ingredientes

  • 1 dente de alho;
  • 200 mL de água;
  • 1 colher de sopa de suco de limão.

Modo de preparo

Ferver a água. Depois, adicionar o dente de alho amassado ou picado à água fervente, deixando repousar por 5 a 10 minutos. Coar, adicionar o suco de limão e beber.

Leia também: Chá de limão com alho: para que serve e como fazertuasaude.com/receitas-de-cha-de-limao

3. Chá de alho com gengibre

O chá de alho com gengibre tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias devido à alicina, presente no alho, e compostos fenólicos como o gingerol, chogaol e zingerona, do gengibre.

Esse chá pode ser usado para combater gripes, resfriados, tosse, já que ajuda a fortalecer o sistema imunológico.

Além disso, esse chá pode ser usado para ajudar a perder peso.

Ingredientes

  • 3 dentes de alho descascados e cortados ao meio;
  • 1 cm de raiz de gengibre ou ½ colher de chá de gengibre em pó;
  • 3 xícaras de água;
  • Mel para adoçar (opcional).

Modo de preparo

Ferver a água com o alho. Retirar do fogo e acrescentar o gengibre e o mel. Coar e servir a seguir.

O gengibre não deve ser consumido por pessoas que usam anticoagulantes, e por isso deve ser retirado do chá nesses casos.

4. Chá de alho com mel

O chá de alho com mel possui ação expectorante, antioxidantes e anti-inflamatórias, podendo ser usado para combater a tosse e acelerar a recuperação de gripes e resfriados.

Além disso, o mel ajuda a lubrificar a garganta e a reduzir a irritação dos tecidos, aliviando a tosse.

Ingredientes

  • 1 dente de alho esmagado ou picado;
  • 1 colher (de sopa) de mel;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo

Ferver a água, desligar o fogo e adicioná-la na xícara com o alho esmagado. Deixar repousar por cerca de 5 minutos. Em seguida, coar, esperar amornar, adicionar o mel e beber 1 xícara do chá por dia.

5. Chá de alho com limão e própolis

O chá de alho com limão e própolis também pode ser usado para fortalecer o sistema imunológico e combater infecções, aliviando os sintomas de gripes e resfriados, e a combater a tosse.

Ingredientes

  • 1 dente de alho esmagado ou picado;
  • 20 a 30 gotas de própolis;
  • Suco de 1 limão;
  • ½ copo de água.

Modo de preparo

Ferver a água, desligar o fogo e adicioná-la em uma xícara com o alho. Deixar repousar por 5 a 10 minutos. Em seguida, coar, esperar amornar, adicionar o suco de limão e o própolis e beber.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns do chá de alho são mau hálito, mau odor corporal, gases intestinais, dor de estômago, diarreia ou barriga inchada.

Além disso, embora seja raro, esse chá pode causar reações alérgicas graves em pessoas que possuem alergia ao alho. Saiba identificar os sintomas de reação alérgica grave.

Quem não deve tomar

O chá de alho não deve ser consumido por crianças menores de 2 anos ou por para pessoas que tenham gastrite, úlceras, pressão baixa e hemorragia.

Além disso, no caso de grávidas ou lactantes, o chá de alho deve ser usado com orientação médica, pois quando utilizado em excesso, pode ter efeito abortivo, afetar o ciclo menstrual ou alterar o cheiro do leite materno.

No caso de pessoas que utilizam remédios para pressão alta ou anticoagulantes, o chá de alho só deve ser usado com a recomendação de um médico.

O chá de alho que contém mel ou própolis não deve ser consumido por pessoas que têm alergia ao mel, própolis ou pólen. Nesses casos, deve-se tirar esses ingredientes da receita.

Vídeos relacionados